Séries do verão de 2022 a não perder
| 09 Jun, 2022

Terminada a mid-season, chegamos à época do verão no mundo das séries! Enquanto muitos vão para a praia, nós seriólicas continuamos à procura de séries para devorar. Assim, confere algumas novas apostas deste verão de 2022 que não vamos perder enquanto esperamos pela Fall season.

Intimidad – Estreia a 10 de junho na Netflix

Sinopse: Intimidad foca-se num grupo de mulheres que são forçadas a caminhar sobre a linha ténue que separa as suas vidas públicas e privadas. A trama desenrola-se quando um vídeo sexual, envolvendo uma política com um futuro promissor, é divulgado depois de ter sido gravado sem o seu consentimento.

Porque queremos ver: Com um tema interessante e ainda não muito explorado, esta nova aposta da Netflix revelou um trailer bastante cativante que nos faz acreditar que temos aqui mais uma ótima série para uma maratona. O elenco, com caras conhecidas como Itziar Ituño, a Raquel Murillo/Lisboa de La Casa de Papel, Verónica Echegui (3 Caminos) ou Ana Wagener (La Otra Mirada), que também conhecemos de séries que passaram cá em Portugal, é outra coisa que nos deixa entusiasmadas. Depois de Mentiras, estamos mais do que prontas para outra boa série espanhola!

becoming elizabeth

Becoming Elizabeth – Estreia a 12 de junho na Starz

Sinopse: A série acompanha os primeiros anos do reinado da Rainha Elizabeth I, seguindo a jovem órfã Elizabeth Tudor quando se vê envolvida nos vários aspetos da política da corte inglesa, bem como a sua jornada para garantir a coroa.

Porque queremos ver: Os Tudor são uma época muito estudada da História e o seu reinado já inspirou inúmeros trabalhos de ficção, da literatura ao pequeno e grande ecrã. Também nós gostamos particularmente desta época – que termina precisamente com Elizabeth – da História de Inglaterra. Depois temos também o trailer, que nos mostra algo diferente daquilo que esperávamos, o que acaba por ser sempre positivo à partida. O enredo promete ter muito de intriga política e jogos de poder, aliado a uma certa dose de ‘novela’ histórica que também é necessária para nos deixar envolver. Estas séries inspiradas em personalidades já conhecidas revelam-se também interessantes porque, através de outras adaptações, formamos ‘ideias’ daquilo que achamos que estas pessoas são/foram e uma nova aposta traz-nos uma perspetiva nova. Bella Ramsey, a Lyanna Mormont de Game of Thrones, faz parte do elenco principal e temos muita curiosidade em ver a jovem atriz num novo papel. Jessica Raine é outro rosto que queremos rever, mas a maior curiosidade é depositada, como não podia deixar de ser, na Elizabeth de Alicia von Rittberg.

the summer i turned pretty

The Summer I Turned Pretty – Estreia a 17 de junho na Prime Video

Sinopse: A história de The Summer I Turned Pretty começa com Isabel “Belly” Conklin (Lola Tung) durante a adolescência, quando se encontra a passar o verão numa localidade perto da praia com a sua família, em conjunto com uma família amiga de longa data. Este drama multigeracional aborda o triângulo amoroso entre uma rapariga e dois irmãos, as relações entre mães e filhos, bem como o poder duradouro da amizade feminina.

Porque queremos ver: Adaptada da trilogia homónima de Jenny Han (a autora de To All The Boys I’ve Loved Before, sendo também uma das showrunners da série), The Summer I Turned Pretty encaixa-se perfeitamente nesta altura do verão, com cenários de praia e focando-se numa altura de férias das personagens. Para além disso, o trailer transmite uma vibe fofa e tranquila, apesar de a história apresentar alguns temas mais dramáticos como desgostos amorosos ou cancro. A série já tem uma 2.ª temporada confirmada e deverá chegar à terceira, sem problema, para completar a trilogia de livros. Cada livro explora uma fase da vida da protagonista desde a adolescência à idade adulta, por isso a maturidade da série também deverá evoluir a cada temporada.

man vs bee

Man vs Bee – Estreia a 24 de junho na Netflix

Sinopse: Uma comédia sobre um homem que dá por ele em pé de guerra com uma abelha, enquanto toma conta de uma mansão de luxo. Quem vai sair vencedor e quais serão os danos irreparáveis desta batalha?

Porque queremos ver: Apesar de reconhecermos que este tipo de comédia não agrada a todos, existem vários motivos para espreitar esta nova aposta, começando por ser uma parceria entre o famoso ator e humorista Rowan Atkinson e a Netflix. Outra mais valia da série recai sobre a duração curta dos episódios, com cerca de dez minutos cada, juntamente com um trailer hilariante, que de certeza vai agradar a quem recorda com carinho todos os episódios de Mr. Bean. Escusado será dizer que estamos a torcer pela abelha!

the terminal list

The Terminal List – Estreia a 1 de julho na Prime Video

Sinopse: James Reece tenta descobrir o que aconteceu depois de todo o seu pelotão de Navy SEALS ter morrido numa emboscada durante uma missão secreta de alto risco.

Porque queremos ver: Adaptada da saga homónima de Jack Carr, que já conta com cinco livros publicados, esta série de ação deverá agradar a quem segue Reacher e Jack Ryan, também da Prime Video. Com estas duas séries, a plataforma já provou que sabe lidar com cenas de luta, perseguições malucas e explosões. Liderado por Chris Pratt, que não é nenhum novato no que toca a este género, o elenco de luxo também inclui: Riley Keough (The Girlfriend Experience), Constance Wu (Fresh Off the Boat), Taylor Kitsch (Friday Night Lights), Jeanne Tripplehorn (The Gilded Age), Jai Courtney (Stateless) e JD Pardo (Mayans M.C.).

black bird

Black Bird – Estreia a 8 de julho na Apple TV+

Sinopse: A série é um thriller psicológico inspirado em eventos reais e conta a história do filho de um polícia que é sentenciado a dez anos numa prisão de baixa segurança. Aí, são-lhe dadas duas opções: sair em liberdade depois de ir para uma prisão de máxima segurança com presos que sofrem de perturbações mentais, criar amizade com um suposto assassino em série e descobrir onde enterrou os corpos de várias raparigas; ou manter-se onde está e cumprir os dez anos da pena.

Porque queremos ver: Adaptada do livro de true crime de James Keene e Hillel Levin, In With The Devil: A Fallen Hero, a Serial Killer, and a Dangerous Bargain for Redemption, a minissérie promete deixar-nos agarrados ao ecrã a tentar descobrir se o protagonista vai conseguir cumprir a sua missão (não vale ir ao Google pesquisar), ao mesmo tempo que duvidamos se o assassino em série também estará a manipular a situação e a divertir-se com isso. Taron Egerton, que é mais conhecido no cinema, dá vida ao jovem com uma escolha complexa, enquanto Paul Walter Hauser, de Cobra Kai e Kingdom, interpreta o creepy assassino. Greg Kinnear, Sepideh Moafi e o falecido Ray Liotta também fazem parte do elenco. Por fim, Black Bird tem ainda a grande vantagem de ser uma minissérie com apenas seis episódios, que é sempre bom para quem conjuga muitas séries para ver.

the sandman

The Sandman – Estreia a 5 de agosto na Netflix

Sinopse: The Sandman é uma mistura de mitologia moderna e fantasia obscura onde ficção contemporânea, drama histórico e lendas se cruzam, focando-se em Morfeu, o Deus dos Sonhos. A narrativa começa em 1916, quando Morfeu/Dream é capturado por um ritual oculto e permanece em cativeiro durante 105 anos até que escapa, no ano de 2021, e regressa ao seu Reino dos Sonhos, com o seu corvo mensageiro.

Porque queremos ver: Baseada nos livros de banda desenhada da DC Comics criada por Neil Gaiman, que já conta com outras adaptações das suas obras como American Gods e Good Omens, a série deverá deliciar os fãs do fantástico e da mitologia grega. The Sandman é protagonizada por Tom Sturridge (Irma Vep e Sweetbitter), juntamente com Kirby Howell-Baptiste (Why Women Kill), Mason Alexander Park (Cowboy Bebop), Donna Preston (Hard Cell), Jenna Coleman (Victoria) e Boyd Holbrook (The Fugitive), bem como algumas vozes bem conhecidas: Mark Hamill (saga Star Wars) e Patton Oswalt (M.O.D.O.K.). A título de curiosidade, a série Lucifer também é inspirada na personagem da banda desenhada de The Sandman, apesar de não ser fiel à sua história original. Nesta nova série, Gwendoline Christie, de Game of Thrones, vai dar vida a Lucifer.

she-hulk

She-Hulk – Estreia a 17 de agosto no Disney+

Sinopse: A comédia de cariz jurídico acompanha a heroína Jennifer Walters, uma advogada especializada em casos jurídicos sobre-humanos, que desenvolve poderes semelhantes aos do seu primo Bruce Banner, aka The Hulk.

Porque queremos ver: Para os fãs de Tatiana Maslany (Orphan Black), o facto de a série ser protagonizada por ela chegará como razão para dar uma oportunidade a She-Hulk. Para os fãs da Marvel, esta pode distinguir-se das restantes séries já estreadas por ser catalogada como pura comédia, apesar de WandaVision já ter tido um certo toque de humor. Queremos ver também pelo simples facto de ter uma protagonista feminina – não esquecendo também Ms. Marvel, que estreou esta semana – depois de tantos anos a ver filmes da Marvel liderados por personagens masculinas.

primeiras imagens house of the dragon

House of the Dragon – Estreia a 22 de agosto na HBO Max

Sinopse: A série decorre 200 anos antes dos acontecimentos de Game of Thrones e conta a história do princípio do fim da Casa Targaryen e os eventos que anteciparam a Guerra Civil dos Targaryen, conhecida como Dance of the Dragons, bem como a própria guerra.

Porque queremos ver: Independentemente de toda a polémica do final de Game of Thrones, é inegável que House of the Dragon é uma das séries mais aguardadas deste ano. A começar pelo entretenimento alcançado com a mistura entre fantasia e os dramas da corte real, ao foco merecido nos nossos queridos dragões, passando por um elenco bem constituído e um trailer de arrepiar, esta prequela pode ser vista por fãs da série mãe ou por quem não conhece nada deste universo.

andor estreia

Andor – Estreia a 31 de agosto no Disney+

Sinopse: Uma prequela do filme Star Wars: Rogue One que acompanha as aventuras e a vida do espião Cassian Andor.

Porque queremos ver: Esta série Star Wars apresenta uma nova perspetiva da galáxia e distingue-se das restantes já existentes deste universo no Disney+ por ser um thriller de espionagem. Outro ponto a seu favor é o facto de esta ser uma prequela de um dos melhores filmes Star Wars que existe, mostrando um pouco mais o background da personagem de Diego Luna. Para além de Luna, o elenco também inclui caras conhecidas do pequeno ecrã como Stellan Skarsgård (Chernobyl), Adria Arjona (Good Omens) e Fiona Shaw (Killing Eve). Por fim, Andor já tem uma 2.ª temporada confirmada e um plano na história limitado aos cinco anos que antecederam aos acontecimentos do filme.

Publicidade

Populares

heartstopper

westworld poster

Recomendamos