Séries da mid-season 2022 a não perder
| 06 Jan, 2022

Com o ano novo, entramos na mid-season do mundo das séries. A televisão e os serviços de streaming já nos têm habituado a grandes estreias durante todo o ano, não apenas na Fall Season, por isso fica com algumas das novas séries que não vamos perder nesta mid-season de 2022.

women of the movement

Women of the Movement – Estreia dia 6 de janeiro

Sinopse: A minissérie retrata a história real, ocorrida em 1955, de um jovem de apenas 14 anos, Emmett Till (Cedric Joe), que foi torturado e assassinado por alegadamente ter pedido a uma jovem caucasiana para sair com ele, numa altura em que se encontrava a visitar familiares no Mississippi. Posteriormente, a mãe (Adrienne Warren) dedicou toda a sua vida a lutar por justiça devido ao que aconteceu ao filho.

Porque queremos ver: Women of the Movement tem um grande potencial humano, não só porque explora a questão do racismo e dos direitos civis, mas também porque no centro da trama está um menino que devia ter a vida toda pela frente. Qualquer mal que é feito, parece ainda pior quando é exercido sobre uma criança. Acreditamos que a série vai ter uma enorme capacidade de nos emocionar, mas também de nos ensinar acerca do que era ser-se negro na América dos anos ’50. Estamos ainda muito curiosas para ver o percurso que esta mãe vai percorrer. Promete ser uma daquelas séries que nos irá deixar com um sentimento de “murro no estômago”, mas que também haverá lugar para a esperança e para a justiça.

pivoting estreia

Pivoting – Estreia dia 9 de janeiro

Sinopse: A comédia acompanha três mulheres após a morte da melhor amiga de infância. Confrontadas com a realidade de que a vida é curta e numa desesperada tentativa de encontrar felicidade, estas três amigas tomam uma série de decisões impulsivas, imprudentes e inesperadas. Apesar de reforçarem o laço que as une, o trio consegue provar que nunca é tarde demais para arruinar uma vida.

Porque queremos ver: As comédias novas de canais como a FOX costumam parecer péssimas logo desde o início, mas Pivoting tem uma boa premissa centrada na amizade feminina, algo de que gostamos muito, e os vídeos já divulgados da série são promissores. A concretizar-se o aparente equilíbrio entre momentos engraçados ou mais patetas e cenas fofas, esta nova aposta tem tudo para ser a nova Firefly Lane das nossas vidas. Também vai ser bom rever Ginnifer Goodwin, que protagonizou alguns momentos cómicos em Once Upon a Time; Eliza Coupe de Happy Endings; e Maggie Q, de Nikita. Uma série de conforto que nos faz preocuparmo-nos com as personagens é aquilo que esperamos.

the gilded age

The Gilded Age – Estreia dia 24 de janeiro

Sinopse: A série decorre em Nova Iorque, no final do século XIX, num período caracterizado por revoltas sociais, grandes fortunas alcançadas, outras perdidas, bem como palácios gigantes. A história começa em 1882 e acompanha a jovem Marian Brook, órfã de um general, que vai viver para Nova Iorque com as tias.

Porque queremos ver: Qualquer fã, como nós, de Downton Abbey recebe com satisfação o anúncio de uma nova série de Julian Fellowes. Além disso, The Gilded Age promete transportar-nos para outra época, com as suas problemáticas sociais e hábitos diferentes. É sempre uma aprendizagem, aqui aliada a uma história que promete ser envolvente. A julgar pelo trailer, a banda sonora e os cenários vão ser irrepreensíveis, mas outra coisa não se podia esperar. Christine Baranski à frente do elenco é mais um grande ponto positivo, mas Carrie Coon e Audra McDonald, dois outros grandes nomes do mundo da representação, também são excelentes adições. Vamos é ter saudades dos sotaques ingleses!

the woman in the house

The Woman in the House Across the Street from the Girl in the Window – Estreia dia 28 de janeiro

Sinopse: No centro da trama está Anna, uma mulher de coração partido e para quem todos os dias são iguais. Desgostosa, limita-se a ficar à janela de copo de vinho na mão a ver a vida a passar. Quando um vizinho bem-parecido e a sua adorável filha se mudam para a casa em frente, Anna começa a ver a luz ao fundo do túnel, até que assiste a um homicídio macabro. Resta saber se pode mesmo confiar nos seus olhos.

Porque queremos ver: É certo que a premissa se assemelha a alguns filmes que partiram da ideia de Rear Window, de Alfred Hitchcock, mas a própria minissérie não esconde esse facto e considera-se mesmo uma espécie de visão cómica de thrillers como The Woman in the WindowThe Girl on the Train. Ter Kristen Bell como protagonista é apenas a cereja no topo do bolo, garantindo com certeza um serão de pura diversão.

reacher estreia

Reacher – Estreia dia 4 de fevereiro

Sinopse: A série acompanha Jack Reacher, um ex-polícia militar que entrou recentemente na vida civil e que se encontra um pouco à deriva, enquanto viaja pelo país. Quando chega à pequena cidade de Margrave, na Georgia, encontra uma comunidade a lidar com o seu primeiro assassinato em 20 anos e os polícias locais prendem-no imediatamente quando as testemunhas colocam Reacher no local do crime. Enquanto Reacher trabalha para provar a sua inocência, uma conspiração que vai requerer a sua inteligência e as suas mãos começa a emergir.

Porque queremos ver: Este é o tipo de série que qualquer apreciador de ação quer ver. Escrita pelo argumentista Nick Santora, nada inexperiente neste género depois de séries como Most Dangerous Game e Prison Break, a série tem Alan Ritchson como protagonista, e esperamos que compense a sua saída de Titans. Ritchson é também um feliz “upgrade“, mais fiel aos livros, do que Tom Cruise (ator que deu vida ao personagem nos filmes Jack Reacher). Para além disso, com uma fonte enorme por onde adaptar (uma saga com mais de 20 livros), a Prime Video tem bastante por onde explorar a história e já temos o exemplo de Jack Ryan em como o serviço de streaming se safa bem com séries de ação.

suspicion estreia

Suspicion – Estreia dia 4 de fevereiro

Sinopse: Quando o filho de uma empresária proeminente é sequestrado num hotel de Nova Iorque, todas as suspeitas recaem sobre quatro cidadãos britânicos, aparentemente comuns, que se encontravam a trabalhar no hotel na noite em questão. E assim começa um jogo transatlântico do gato e do rato, enquanto os quatro britânicos tentam provar a sua inocência, ao mesmo tempo que escapam às forças conjuntas do FBI e da agência britânica contra o crime.

Porque queremos ver: Baseado na premiada série israelita False Flag, o novo thriller da Apple TV+ inclui os ingredientes básicos para prender ao ecrã e envolver-nos numa enorme conspiração. E se isso não for motivo suficiente para ver a série, os atores que dão vida aos quatro suspeitos do rapto – Kunal Nayyar (The Big Bang Theory), Georgina Campbell (Krypton), Elyes Gabel (Scorpion) e Elizabeth Henstridge (Agentes de S.H.I.E.L.D.) – de certeza que vão surpreender nestes papéis um pouco fora do que é habitual vê-los. O elenco principal também conta com os bastante conhecidos Uma Thurman (Chambers) e Noah Emmerich (The Americans).

inventing anna

Inventing Anna – Estreia dia 11 de fevereiro

Sinopse: A minissérie retrata a história da jornalista Vivian, quando se encontra com a carreira em risco e decide investigar o caso de Anna Delvey, uma personalidade do Instagram e suposta herdeira alemã que não só roubou os corações da elite social de Nova Iorque, como também o seu dinheiro.

Porque queremos ver: Criada por Shonda Rhimes e a sua Shondaland, esta minissérie bastante aguardada é inspirada no artigo da New York Magazine, How Anna Delvey Tricked New York’s Party People, de Jessica Pressler, que por sua vez retrata um acontecimento verídico. Com um trailer atraente e um elenco feminino forte liderado por Julia Garner (Ozark) e Anna Chlumsky (Veep), Inventing Anna promete oferecer uma boa dose de entretenimento, juntamente com a sensação de closure que só as minisséries conseguem proporcionar. Sem esquecer a reflexão que podemos retirar deste caso quando vivemos na era dos influencers.

operação maré negra

Operação Maré Negra – Estreia a 25 de fevereiro

Sinopse: A minissérie decorre em 2019, quando um submergível artesanal atravessa o Oceano Atlântico com três toneladas de cocaína. Lá dentro, três homens sobrevivem a tormentas, correntes, avarias, fome, discussões e a uma constante pressão policial.

Porque queremos ver: Apesar de ser a primeira série original luso-espanhola da Prime Video, não é a primeira parceria entre Portugal e Espanha e os resultados têm sido positivos, depois de Chegar a Casa e Auga Seca. Protagonizada pelo ator espanhol Álex González, a minissérie conta com vários atores portugueses, como Nuno Lopes, Lúcia Moniz e Luís Esparteiro, no elenco principal, bem como a presença de João Maia (Variações) como co-realizador. Outro ponto a favor de Operação Maré Negra é o facto de ter apenas quatro episódios, o que faz com que a probabilidade de enrolar a história seja muito pequena.

the dropout

The Dropout – Estreia dia 3 de março

Sinopse: Inspirada em acontecimentos reais, a minissérie centra-se em Elizabeth Holmes, depois de ter desistido da faculdade e fundado a Theranos, uma empresa inovadora na área da saúde e tecnologia. Aclamada como a nova Steve Jobs da sua geração, Holmes viu o seu legado, fama e fortuna desaparecerem quando se revelou que os seus produtos afinal não funcionavam, pondo em risco a saúde de milhares de pessoas.

Porque queremos ver: Apesar de já termos nesta lista uma aposta sobre vigarices verídicas, não podemos deixar de incluir The Dropout nas séries que não vamos perder. Enquanto Inventing Anna é sobre uma burla mais a nível pessoal, The Dropout eleva o patamar da vigarice às mãos de Elizabeth Holmes, cuja condenação em tribunal ocorreu há uns dias na vida real. A empresa de Holmes garantia um teste revolucionário na área da biotecnologia em que, com apenas uma pequena colheita de sangue, se conseguiria obter um vasto número de dados e diagnosticar uma série de doenças. Vai ser interessante ver como este caso progrediu, principalmente para quem não está tão familiarizado com os acontecimentos. Protagonizada por Amanda Seyfried, a minissérie promete retratar a história de Holmes, que arranca cheia de ambição e de fama e termina a mostrar como uma bilionária pode perder tudo tão rapidamente.

The Thing About Pam – Estreia dia 8 de março

Sinopse: A minissérie de crime retrata o assassinato de Betsy Faria, ocorrido em 2011, que acabou com a condenação do seu marido Russ. Contudo, Russ sempre negou ser o autor do crime e a sua condenação foi anulada quando uma série de eventos expôs o diabólico esquema envolvendo Pam Hupp.

Porque queremos ver: Em certa medida, parece que, em televisão, as minisséries são os únicos dramas sobre crimes que vale a pena ver, pois com as outras há sempre o risco de que se prolonguem para além do necessário. Baseada num crime real que não é, de todo, desconhecido dos americanos, The Thing About Pam tem a vantagem, para nós, de ser uma história nova. Sendo centrada num assassinato, promete, à partida, agarrar-nos ao ecrã para descobrir o que realmente se passou, mesmo que o crime original tenha ficado por resolver. Renée Zellweger como protagonista é mais um ponto positivo, porque o seu talento é imenso.

Ana Velosa e Diana Sampaio

Publicidade

Populares

minx sugestão

obi-wan kenobi

Recomendamos