Com a chegada de setembro, entramos oficialmente na fall season de 2021, o início da época mais concorrida do mundo das séries. Esta é a época que apresenta mais séries, o que, por consequência, dificulta ainda mais a seleção de novas apostas para acompanhar. Assim, fica com as novas séries que não vamos perder entre setembro e dezembro deste ano.

scenes from a marriage

Scenes From a Marriage – Estreia a 12 de setembro

Sinopse: Scenes From a Marriage explora uma reavaliação da representação do amor, ódio, desejo, monogamia, casamento e divórcio através de um casal dos dias de hoje.

Porque queremos ver: O trailer não desvenda muito e a própria sinopse também não, mas isso só acaba por nos deixar mais curiosas. Trata-se de um remake de uma minissérie sueca dos anos 70 que teve como base as experiências do próprio criador, o conceituado Ingmar Bergman, e o que pode ser mais interessante de explorar do que as relações humanas? Para além disso, a HBO já nos habituou a excelentes minisséries, com a vantagem de terem um foco muito específico e não se alongarem para lá do necessário. Jessica Chastain e Oscar Isaac são atores de renome com valor mais do que provado e já interpretaram um casal em A Most Violent Year, por isso estamos a contar que a sua química seja incrível.

american rust

American Rust – Estreia a 12 de setembro

Sinopse: O drama familiar foca-se no despedaçado sonho americano através dos olhos de Del Harris, o complicado chefe da polícia de uma pequena cidade da Pensilvânia, local onde pessoas boas tomam más decisões. Quando ocorre um assassinato na cidade, Harris é forçado a decidir o que está disposto a fazer para proteger o filho da mulher que ama.

Porque queremos ver: American Rust baseia-se num excelente livro, com o mesmo nome, de Phillipp Meyer e quem é que não tem curiosidade em ver uma adaptação de um livro que adorou? A série parece, no entanto, ter um tom um pouco diferente do livro e também será interessante ver como vão procurar distanciar-se um pouco da história de base. O elenco, liderado por Jeff Daniels, e com Maura Tierney também a marcar presença, convence completamente. E não nos podemos esquecer que as cidades pequenas costumam ser cenário de boas histórias.

Y: Last Man Disney

Y: The Last Man – Estreia a 13 de setembro

Sinopse: A série explora um evento misterioso que causa a morte simultânea de todos os mamíferos biologicamente masculinos, uma fatalidade relacionada com o cromossoma Y. Aviões caem dos céus e se as mulheres não encontrarem uma solução, todos os seres humanos irão extinguir-se. No centro da trama encontra-se o único homem cisgénero sobrevivente e o seu macaco capuchinho. Apesar de não ser nada de especial, Yorick é a última esperança de salvação da humanidade.

Porque queremos ver: A banda desenhada premiada da DC Vertigo, escrita por Brian K. Vaughan e desenhada por Pia Guerra, já tem alguns anos e explora temas um pouco desatualizados, mas a série será mais atual nesse aspeto, em especial no tema da diversidade de género e o facto de as combinações cromossómicas com que nascemos não equivalerem a um género específico. Para além disso, o plot central é bastante interessante e vai além da catástrofe ao nível apocalíptico, explorando também temas políticos, morais e religiosos que resultam do acontecimento. Por fim, ficamos felizes por o macaco capuchinho ser reproduzido em CGI. Com a tecnologia que existe nos dias de hoje não há necessidade nenhuma de utilizar animais reais, principalmente selvagens, nas gravações de séries ou filmes.

jaguar netflix

Jaguar – Estreia a 22 de setembro

Sinopse: A série desenrola-se na Espanha dos anos 60, onde se encontram centenas de nazis que procuraram refúgio após a Segunda Guerra Mundial. Isabel Garrido (Blanca Suárez) é uma jovem espanhola que conseguiu sobreviver ao campo de concentração de Mauthausen e que está à procura de Bachmann, conhecido por ser o homem mais perigoso da Europa. Durante o seu percurso, Isabel descobre que não está sozinha e acaba por juntar-se a um grupo de agentes em busca de justiça.

Porque queremos ver: É inenarrável a quantidade de ficção relacionada com a Segunda Guerra Mundial, mas não estamos tão habituadas a ver produções espanholas associadas a esta época, pelo que poderemos esperar uma perspetiva um pouco diferente. A sinopse é mais do que suficiente para nos convencer, mas o trailer também é cativante e estamos mortinhas por descobrir se estes nazis encararão a justiça ou se continuarão a conseguir esconder-se, à vista de todos.

Foundation – Estreia a 24 de setembro

Sinopse: A série conta a história de um matemático que prevê a iminente queda do Império Galáctico, recrutando um grupo de exilados para preservar a humanidade. Contra esta descoberta estão os Cleons, uma longa linhagem de clones imperadores que são forçados a lidar com a possível realidade de o seu legado estar prestes a terminar.

Porque queremos ver: Baseada na premiada trilogia de Isaac Asimov, a série de ficção científica conta com um elenco liderado por Lee Pace (Pushing Daisies) e Jared Harris (Chernobyl). A história do livro inspirou a origem de todo o universo de Star Wars e só este facto é bastante promissor para todos os fãs deste género. Para além disso, a Apple TV+ tem apresentado séries com bastante qualidade e, julgando pelo trailer, Foundation tem bastante potencial para se incluir neste grupo.

la fortuna

La Fortuna – 30 de setembro

Sinopse: O thriller de aventura retrata a história da fragata espanhola Nuestra Señora de las Mercedes, que se afundou em 1804 ao largo da costa sul portuguesa, e a batalha legal recente para reivindicar o tesouro a bordo, avaliado em mais de 500 milhões de dólares, incluindo quase 15 toneladas em moedas de ouro e prata. Álex Ventura é um jovem diplomata inexperiente que se torna, intencionalmente, no líder da missão de recuperar o tesouro afundado e adquirido ilegalmente por Frank Wild, um aventureiro que viaja pelo mundo à procura de heranças no fundo do oceano.

Porque queremos ver: Com um elenco internacional, protagonizado por Stanley Tucci e Álvaro Mel, esta produção de seis episódios apresenta uma premissa interessante, em especial por retratar um pouco algo que aconteceu na realidade (apesar de a série ser baseada na banda desenhada El Tesoro del Cisne Negro). O facto de decorrer aqui tão perto do nosso país dá-nos um ânimo extra para espreitar esta nova série de aventura que por certo não irá desiludir, nem que seja para proporcionar um bom entretenimento.

maid

Maid – Estreia a 1 de outubro

Sinopse: A história acompanha uma jovem mãe solteira, Alex (Margaret Qualley), que vê na limpeza de casas uma forma de alcançar o estritamente necessário para combater a pobreza.

Porque queremos ver: O tema da pobreza, em especial quando se trata dos Estados Unidos, a suposta terra de todas as oportunidades e onde os sonhos se concretizam, é sempre interessante de ser abordado, até porque é bem mais relatable do que ver no centro da narrativa personagens abastadas, com estilos de vida que a maioria de nós nunca poderá experienciar. O trailer é verdadeiramente bom e deixa antever uma série com alma. A narração de Alex contribui para uma certa relação intimista com o espectador, algo que habitualmente ajuda a colar ao ecrã.

dopesick

Dopesick – Estreia a 13 de outubro

Sinopse: A minissérie promete um olhar ambicioso, angustiante e convincente sobre o epicentro da luta dos Estados Unidos da América contra o vício de um medicamento aparentemente inofensivo, o OxyContin, um analgésico potente da família dos opiáceos, levando os espectadores a sítios tão distintos como uma comunidade mineira da Virgínia, os corredores da DEA (órgão policial de combate às drogas) e as grandes farmacêuticas de Manhattan, que lucram imenso com as vendas destes medicamentos.

Porque queremos ver: Com um trailer forte e pungente, Dopesick promete muito e, numa altura em que as farmacêuticas estão presentes nas nossas vidas por causa da pandemia e da vacinação, a série parece ganhar uma pertinência ainda maior do que aquela que poderia ter tido noutras circunstâncias. O elenco é sólido, com nomes veteranos como Michael Keaton (que vai também assumir o cargo de produtor) e jovens talentos como Kaitlyn Dever, e a trama centra-se numa história real (que deu origem a um best-seller), o que ajuda sempre a trazer autenticidade a uma série.

invasion vídeos posters

Invasion – Estreia a 22 de outubro

Sinopse: A série de ficção científica explora uma invasão extraterrestre através de múltiplas perspetivas em todo o mundo, incluindo Estados Unidos, Reino Unido, Marrocos e Japão.

Porque queremos ver: A sinopse da série não é muito reveladora, mas as palavras “invasão extraterrestre” e o trailer atrativo são o suficiente para colocar Invasion nesta lista de séries a não perder. Aliado a isso, a série de ficção científica tem a seu favor ser uma produção da Apple TV+, ter o mesmo criador de vários filmes de X-Men e dar-nos uma vibe de War of the Worlds. Por último, mas não menos importante, a presença de Sam Neill, de Jurassic Park, no elenco também é algo de bastante positivo.

the wheel of time

The Wheel of Time – Estreia a 19 de novembro

Sinopse: A série retrata um mundo onde a magia existe e o tempo é cíclico. Aqui conhecemos Moiraine, membro das Aes Sedai, uma influente organização feminina. Depois de sofrerem ataques nas suas aldeias, três jovens vão embarcar numa desafiante jornada com Moiraine por existir a dúvida se um deles é a reencarnação de um indivíduo incrivelmente poderoso que, de acordo com uma profecia, poderá salvar ou destruir a humanidade.

Porque queremos ver: Baseada na famosa saga literária de Robert Jordan cheia de magia, a aguardada produção da Amazon Prime Video poderá vir a conseguir a tão desejada popularidade de Game of Thrones, considerando o enorme núcleo de fãs que a saga de livros já possui. Aliado a isso, a série tem uma 2.ª temporada assegurada e apresenta um elenco liderado por Rosamund Pike, que dispensa apresentações, contando também com a presença de Álvaro Morte, mais conhecido como El Profesor de La Casa de Papel. Se estes motivos não forem suficientes, nem o fantástico trailer já divulgado, a série de fantasia épica vai certamente ajudar os fãs de The Lord of the Rings a esperar mais um ano pela estreia da série.

Ana Velosa e Diana Sampaio