À segunda-feira fazemos uma rápida atualização quanto a novidades de séries em desenvolvimento e elencos. Nas notícias curtas desta semana contamos com títulos como With Love, Mrs. Davis, All American, The Big Door Prize e muito mais.

  • Mrs. Davis, uma nova série criada por Damon Lindelof (The Leftovers) e da mente de Tara Hernandez –  conhecida como showrunner de Watchmen e guionista de Young Sheldon – foi encomendada pelo serviço de streaming Peacock. Apelidado de “estranho”, o projeto “é uma exploração do embate entre a fé e a tecnologia – uma batalha épica de proporções bíblicas e binárias”. Lindelof vai escrever o argumento em colaboração com Hernandez e ambos estão entre os membros da produção executiva. A Warner Bros. TV é a produtora associada.

  • A plataforma digital BritBox prepara-se para adaptar os romances de crime do autor canadiano M. L. Longworth ao pequeno ecrã, numa série intitulada Murder in Provence. Esta aposta marca a primeira coprodução entre o Reino Unido e os Estados Unidos. O projeto em desenvolvimento destina-se a ser exibido na BBC. A produtora Monumental Television (Harlots and Ghosts) – responsável pelos direitos das obras literárias – escolheu Shelagh Stephenson (Downton Abbey) para escrever a adaptação, que será dividida em três episódios longos. A série – protagonizada por Roger Allam (Endeavour), Nancy Carroll (The Crown) e Keala Settle (The Greatest Showman) – acompanha Antoine Verlaque (Allam), um juiz de investigação criminal em Aix-en Provence. Com o seu interesse amoroso Marine Bonnet (Carroll), vai averiguar homicídios, mistérios e as partes mais sombrias de sua casa idílica no sul de França. Entretanto, terá a ajuda de Hélène (Settle), uma detetive e  grande confidente de Antoine. A realização de Murder in Provence terá a assinatura de Chloe Thomas (Harlots). Com estreia agendada para 2022, tudo indica que a produção deverá começar em julho, entre o Reino Unido e França.

  • A Amazon – em colaboração com a GloNation Studios da guionista e atriz  Gloria Calderón Kellett (One Day at a Time) – preparam-se para desenvolver uma aposta intitulada With Love, concretizando aquele que foi o seu primeiro grande acordo com o streamer. Trata-se de uma comédia dramática com a duração de uma hora, escrita e criada por Kellet, que viu a sua execução ser acelerada, tendo como novo objetivo o lançamento na época natalícia de 2021. A série acompanha os irmãos Diaz, Lily (Emeraude Toubia) e Jorge (Mark Indelicato) na sua tentativa de encontrar o amor e significado para as suas vidas. A dupla de protagonistas cruza-se com vários residentes, sem qualquer ligação, durante o período natalício. Lily é descrita como uma romântica incurável, muito próxima da família mexicano-americana e determinada a encontrar o verdadeiro amor. Jorge dá nas vistas pelo seu estilo, é a vida da festa e extremamente protetor de Lily, tal como dos restantes membros da família. Após vários anos, encontrou finalmente um rapaz suficientemente bom para apresentar à família, mas está nervoso com essa possibilidade.

  • A Apple TV+ encomendou a série de comédia The Big Door Prize, composta por dez episódios de meia hora cada, e baseada num best-seller de M.O. Walsh. O projeto surge da mente de David West Read (Schitt’s Creek), em colaboração com a Skydance Television e a produtora CJ ENM/Studio Dragon (Parasite). O projeto narra a história dos residentes de uma pequena cidade – Deerfield – que um dia descobrem uma máquina mágica capaz de prever o futuro dentro da uma mercearia. Read acumula os cargos de guionista e showrunner, integrando também a equipa de produtores executivos. Esta aposta será produzida pela Skydance Television e ainda pela CJ ENM/Studio Dragon.

  • A empresa Snap encomendou uma série original que pretende dar espaço as histórias de membros da comunidade asiático-americana. Intitulada As I Am, o projeto será concretizado pela produtora britânica Barcroft Studios, em conjunto com a CALICO Productions (propriedade da BIPOC TV & Film). Cada um dos seis episódios acompanha uma personagem central na sua partilha cultural e histórica, à medida que esta conta aos espectadores os desafios que enfrentou ao quebrar estereótipos. Nesse sentido, a série aborda a discriminação contínua, crimes de ódio e terrorismo. As figuras em foco incluem um comediante de stand up, um ativista a tentar proteger cidadãos seniores de atos de violência, o rapper/ativista China Mac e Dino-Ray Ramos, apresentador do podcast New Hollywood. As I Am será realizada por Alice Gu, uma asiático-americana de 1.ª geração.

  • Hiroyuki Sanada (Westworld) e Cosmo Jarvis (Peaky Blinders) serão dois dos três protagonistas da nova minissérie Shogun, encomendada pelo FX. No pequeno ecrã, vão encarnar as personagens Yoshii Toranaga e John Blackthorne, respetivamente. A história, contada tanto da perspetiva ocidental como japonesa, retrata a colisão de dois homens ambiciosos e de uma samurai misteriosa. John Blackthorne (Jarvis) é descrito como um marinheiro audaz cujo navio acaba por encalhar no Japão, uma terra com uma cultura pouco familiar que o irá redefinir enquanto homem. Incansável na busca pelo seu destino num local distante, este piloto britânico quer descobrir o caminho para as ilhas do Pacífico. No decorrer desta aventura, o seu navio chega à costa e entra no território de Toranaga, que o fará refém, mas também será o seu mentor espiritual. Lord Toranaga (Sanada) é conhecido por ser um senhor feudal poderoso, em conflito com os seus próprios rivais políticos.  Apelidado de “lenda viva”, Toranaga vem de uma linhagem intimidante e começa a história isolado, em desvantagem numérica para com os seus inimigos, no Castelo Osaka. Ao que tudo indica, a produção de Shogun terá início durante o verão.
  • Jaclyn Smith (Charlie’s Angels) vai ter direito a uma participação especial na 3.ª temporada de All American, uma série da The CW, como Wendy Fine – a mãe de Laura. A atriz vai encarnar uma antiga advogada da cidade de Chicago, descrita como inteligente e confiante que vem a Beverly Hills para ver como está a filha. Apesar de mãe e filha partilharem o amor pela lei a nível profissional, não poderiam encarar o sistema legal de formas mais díspares. Wendy deverá aparecer no episódio catorze. Anna Lore (Carrie), que até agora figurou em dois episódios do drama, irá desempenhar um papel recorrente até ao final da season, alimentando o laço forte que desenvolveu com Layla (Greta Onieogou na vida real) ao ser a sua parceira de reabilitação.