[Não contém spoilers]

Ted Lasso estreou a 14 de agosto de 2020 e, ainda que me tenha despertado o interesse na altura, só acabei por decidir ver a série no mês passado, que por acaso foi o mês em que saiu o último episódio da 2.ª temporada. Dessa forma, para grande contentamento meu, vi as duas temporadas seguidas (sendo que uma 3.ª já está confirmada) e não me poderia ter surpreendido mais! Superou, e muito, as minhas expectativas, sendo que ganhei um amor imenso pela série. Por isso, decidi vir partilhar contigo as razões para ver esta série tão boa que é Ted Lasso.

Razões para Ver Ted Lasso - Para lá do futebol

1 – Para lá do futebol

Apesar de a premissa se basear em Ted Lasso (Jason Sudeikis), um treinador universitário de futebol americano que é contratado para treinar o ACF Richmond, uma equipa inglesa de futebol, mesmo sem ter experiência absolutamente nenhuma nesse desporto, a série vai muito além disso, focando-se mais nas histórias dos personagens e no desenvolvimento destes, deixando muitas vezes o tema do futebol como pano de fundo. Este é parte integrante da narrativa, sim, e faz alguma diferença na história, mas não é o foco principal. Isso acaba por ser bastante positivo especialmente para aqueles que não são grandes fãs do desporto.

Razões para ver Ted Lasso - Heartwarming

2 – Heartwarming

Ted Lasso é provavelmente das séries mais heartwarming que já vi, algo de que não estava à espera, dada a premissa da série. Para ser sincera, quando comecei a ver a série estava longe de imaginar que a narrativa fosse explorar os temas que explorou e que lhes desse tanta profundidade, mas, mais do que isso, é mesmo a forma como o faz. Quer nos momentos alegres, quer nos momentos tristes, a forma como a narrativa foi criada e nos é apresentada transmite um sentimento tão bom e uma mensagem tão positiva que é impossível não sentir, do início ao fim, a sensação de heartwarming. Ted Lasso é, sem dúvida nenhuma, uma excelente série para quem quer ver algo reconfortante, mas que, ainda assim, tenha impacto no espectador.

3 – As mensagens/conselhos que transmite

Muitos são os ensinamentos que Ted Lasso nos transmite, não só o personagem propriamente dito, mas a série num todo, ainda que muitos deles sejam de forma subtil. As adversidades que acontecem na série são muitas vezes utilizadas para nos transmitir algum tipo de mensagem, maioritariamente positiva, sendo que é raro terminar algum episódio sem um enorme sentimento de esperança. O mais engraçado é que Ted Lasso podia facilmente perder-se em clichés e em mensagens banais, e ainda que a forma como os conselhos/mensagens são transmitidos seja muitas vezes simples (e bonita), isso não acontece. Pelo contrário, muitas vezes estamos tão presos aos típicos clichés que pensamos que a narrativa vai seguir certa direção, mas raramente segue.

4 – As ligações que cria

Ted Lasso não só tem a capacidade de criar ligações, muitas delas imprevisíveis/improváveis, entre os personagens, mas também connosco, enquanto espectadores, e quase instantaneamente. Logo desde o início da série começamos a importar-nos com os personagens, com a sua história e com o que lhes acontece. Ainda que com alguns deles essa ligação não seja imediata, mais cedo ou mais tarde isso acaba por acontecer. Personagens que eu pensei que não fossem ter grande destaque, ou com quem até nem achei que fosse simpatizar muito, acabaram por se revelar boas surpresas. Uma boa surpresa também foi a dinâmica que se criou entre elas, sendo que muitas das ligações/interações entre os personagens me surpreenderam bastante e mesmo que eu chegasse a pensar que estas pudessem não ser muito compatíveis, Ted Lasso conseguiu mostrar precisamente o contrário, que combinam e até bem de mais.

ted lasso pilot

5 – Deixa-nos um sorriso na cara

Quer seja por alguma piada, ou por algum momento fofo, Ted Lasso tem a capacidade de nos deixar quase sempre com um sorriso na cara. No entanto, isso não impede que num ou noutro momento não fiquemos emocionados com alguma coisa, porque isso também acontece. Porém, a série tenta sempre ser tão positiva, que no final de muitos desses momentos nos acaba por ser dado algum tipo de contentamento/conforto que inevitavelmente não conseguimos deixar de sorrir. A série tem definitivamente uma vibe extremamente boa e positiva. Até mesmo os momentos menos bons (que até são capazes de nos deixar com uma lágrima no canto do olho) acabam por nos fazer sorrir, muitas vezes involuntariamente.

6 – Personagens

A série até pode denominar-se Ted Lasso, e ainda que este seja um personagem bastante importante (e de quem eu realmente gosto muito!), todos os outros também acabam por sê-lo, mesmo que ao início não pareça. Ainda que haja um número considerável de personagens, quase todos eles sofrem algum tipo de desenvolvimento (nem sempre pela positiva!) e é bastante interessante acompanhar esse desenvolvimento, principalmente de personagens que inicialmente nem pareciam muito significativas. O certo é que, quer seja instantaneamente ou aos poucos e poucos, acabamos por nos afeiçoar (e muito) a todas as personagens.

7 – Relações/amizades improváveis

Ted Lasso também é perita em criar relações e/ou amizades improváveis, mas que funcionam na perfeição. Personagens que nós pensávamos que não seriam muito compatíveis em termos de personalidade/histórias de vida acabam muitas vezes por formar uma excelente relação, quer de amizade quer amorosa, mostrando que muitas das nossas perceções, muitas vezes presas a certos clichés a que fomos habituados, não poderiam estar mais erradas. O certo é que estas amizades/relações, por mais improváveis que pudessem parecer, resultam na perfeição, proporcionando-nos momentos não só divertidos, mas extremamente bonitos.

Cármen Silva