The Walking Dead – 07×09 – Rock in the Road
| 16 Fev, 2017

Publicidade

Contém Spoilers!

The Walking Dead, a 7.ª temporada está de volta! E eu devo confessar que a minha ansiedade pelo regresso da série era tanta que só soube que a série estava de regresso no próprio dia em que o episódio foi exibido!

As opiniões diferem quanto à série, muitos estão descontentes com o seu rumo, outros estão cada vez mais apaixonados pela mesma, mas de que lado estou eu? Digamos que estou num meio termo, estou num impasse quanto à série, para mim está a andar para trás, está a cometer alguns erros do passado, mas depois há episódios como este, em que não temos sequer vontade de ver, mas acabamos surpreendidos pela positiva com o que vimos.

Este não foi um episódio com muitas mortes, bem… na verdade aquela parte do Rick e da Michonne foi espetacular, a fórmula como eles matarem aquelas dezenas, se não centenas, de walkers com os carros na autoestrada foi genial!

Adiante, como estava a dizer, não foi um episódio com mortes de todo, apenas os walkers, mas uma vez mais são-nos recordado os que partiram e, por falar em partidas, o Padre Gabriel fugiu de Alexandria a meio da noite enquanto estava de vigia e levou com ele todos os mantimentos e armas! O Padre Gabriel!! Sim, aquele que temporadas antes era um medricas, que tinha medo até da própria sombra, agora colocou-se na sombra e fugiu sem ninguém o ver. Para onde terá ido?

Enquanto Gabriel fugia, Rick e companhia tentavam, com a ajuda de Jesus, convencer o ‘grande’ (casmurro, teimoso, chato, irritante, velho, pedra no sapato…) líder de Hilltop. George, Grant? Não? Ahh!! Gregory, é isso, Gregory, a aliar-se a Alexandria de modo a enfrentarem os Saviors, o que evidentemente Gregory recusou com todas as letras do alfabeto! Mas Gregory é tão bom líder que o povo de Hilltop ofereceu-se para ajudar Rick sem ele saber. Assim se vê a confiança e respeito que aquelas pessoas têm por ele! Ou muito me engano ou Gregory não acaba a temporada como líder daquela comunidade, mas sim Maggie!

O plano de Rick não saiu como queria, é tempo de apresentações. Jesus decide levar Rick até ao Rei Ezekiel de modo a unirem forças contra os Saviors. Mais uma vez, Rick leva um não como resposta. No entanto, este não deverá mudar, já que o líder da segurança do Reino quer lutar contra os Saviors! Morgan quer vingança, não necessariamente matar o Negan, mas na sua opinião, algo tem de ser feito, oh, e o Daryl vai ficar escondido no Reino para evitar ser descoberto pelos Saviors e Rick encarrega-o de tentar mudar as ideias do Rei de forma a juntarem forças.

E sabem qual a melhor maneira de terminar um episódio? Com o Rick & Co. rodeados por um grupo enorme de desconhecidos, com armas apontadas a eles e no meio disto tudo, Rick a sorrir como se aquele grupo viesse a ser o “Sim” que estava à espera, mas será que este novo grupo se vai mesmo aliar ao Rick na luta contra o Negan? Nem sabemos quem são!

Posto isto tudo, este episódio foi bastante positivo, temos uma clara vontade de vingança por parte das pessoas das várias comunidades, apesar de os seus líderes estarem algo hesitantes. Em Hilltop, Gregory não vai durar muito no poder e Maggie deverá ser a sua sucessora. Já no Kingdom, Ezekiel deverá ceder e juntar-se a Rick nesta guerra que se avizinha. Agora quanto a este novo grupo, na minha opinião Rick não poderia estar mais enganado, este grupo não deve ser o que ele pensa que é, duvido que os ajudem com os Saviors. Quem sabe se não serão uma “filial” dos Saviors, quem sabe se o Padre Gabriel não é o tão falado espião do grupo…

João Montez

Publicidade

Populares

estreias calendário séries março 2024

interview with the vampire

Recomendamos