Unorthodox surge como uma nova aposta da Netflix no mercado europeu, mais concretamente no alemão, e traz-nos a história de Esty Shapiro, uma jovem de 19 anos nascida e criada em Nova Iorque, no seio de uma comunidade judaica ultraconservadora, com regras e costumes muito próprios. No entanto, depois de um casamento arranjado, Esty decide fugir ao único mundo que conhece e rumar até Berlim, onde uma série de novas oportunidades na vida se apresentam à sua frente. A minissérie tem como base factos reais e foi buscar inspiração ao livro Unorthodox: The Scandalous Rejection of My Hasidic Roots, de Deborah Feldman, publicado em 2012. A série está disponível no serviço de streaming desde 26 de março e leva-nos numa viagem até uma cultura muito própria.

Personagens:

Esther ‘Esty’ Shapiro (Shira Haas) – Como todas as outras, Esty é uma jovem com sonhos, com desejos para o futuro. No entanto, para os realizar, ela vai ter que fugir da vida que conhece em Nova Iorque, deixando para trás a sua família, o marido e a comunidade na qual cresceu. Em Berlim, Esty tem apenas a mãe, com quem mantém uma relação distante, mas um novo mundo de liberdade, onde lhe é permitido tomar as suas próprias decisões e explorar a sua paixão pela música e pelo piano, espera-a.

Yakov ‘Yanky’ Shapiro (Amit Rahav) – Nascido e criado dentro da comunidade judaica, Yanky é o marido de Esty. Sem conhecer outra realidade, Yanky segue as regras que lhe foram ensinadas desde pequeno. Quando Esty desaparece e este descobre que ela fugiu para Berlim, ele e o primo Moishe apanham um avião para a capital da Alemanha na tentativa de trazer a esposa de volta. Já em Berlim, Yanky tem de aprender a conviver com uma nova cultura e costumes diferentes daqueles a que está habituado.

Moishe Lefkovitch (Jeff Wilbusch) – Moishe foi o escolhido para ir a Berlim procurar Esty, na companhia do primo Yanky. Moishe não é muito bem visto na comunidade, pois já saiu e voltou a entrar na mesma, tendo-se deixado levar pela luxúria e os excessos da vida do “mundo real”. Moishe não olha a meios para atingir os fins, uma característica que será evidenciada na tentativa de levar a esposa do primo de volta a Brooklyn.

Leah Mandelbaum (Alex Reid) – Pode-se dizer que Leah se apaixonou pelo homem errado, mas se assim não tivesse sido, Esty não existiria. Levada para uma comunidade com modos de viver bastante restritos, Leah acaba por fugir, à semelhança do que a sua filha viria a fazer, e muda-se para Berlim. Ainda que nos pareça que abandonou Esty, percebemos mais tarde que a sua história não é tão preto no branco. Compreensiva, sensível, carinhosa mas forte, Leah é um dos apoios de Esty quando deixa para trás a vida que sempre conheceu.

Robert (Aaron Altaras) –  Quando Esty chega a Berlim, Robert é a primeira pessoa que conhece e que a leva a interagir com o grupo de amigos dele, todos estudantes num conservatório de música. Robert é o único do grupo que tem descendência germânica mas que adora a convivência com todos os seus amigos. Esty acaba por criar uma relação muito amigável com Robert e a forma como os dois interagem torna-se um pouco romântica e libertadora para Esty.

O Grupo do Conservatório – Chegada a Berlim, por intermédio de Robert e de um Starbucks, Esty conhece um grupo de estudantes do conservatório de música local. Eles são Dasia, Yeal, Salim, Axmed e o seu namorado Mike. O grupo torna-se importante na exploração que Esty faz não só deste nova cidade, das diferenças culturais e sociais com que se depara, como também da sua paixão pela música. Dasia (Safinaz Sattar) é violinista, proveniente do Iêmen, e uma pessoa doce que fornece um forte ponto de integração e amizade nos primeiros dias de Esty em Berlim; Yael (Tamar Amit-Joseph) também toca violino, é israelita e judia, e é uma das forças motriz do grupo, embora por vezes demasiado bruta na sua honestidade; Salim (Aziz Dyab) é muçulmano e Axmed (Langston Uibel) é nigeriano e fugiu da Nigéria não só para seguir a sua paixão pela música mas para evitar discriminação por ser homossexual. A diversidade cultural, étnica e humana deste pequeno grupo de músicos é um hub que engloba a protagonista na liberdade pessoal do mundo fora da sua comunidade.

Miriam Shapiro (Delia Mayer) – Miriam é a mãe superprotetora de Yanky Shapiro e sogra de Esty. É também um membro importante na sua comunidade e que defende as tradições judaicas. Acompanhou sempre de perto o casamento do seu filho, procurando saber sempre o que se passa e incentivando Yanky a pedir o divórcio após considerar que Esty não estava apta para engravidar e ser mãe.