Classificação

7
Interpretação
7
Argumento
8
Realização
7
Banda Sonora

[Não contém spoilers]

Leonardo é uma nova série sobre a vida de Leonardo Da Vinci. O foco da história está numa conspiração para acusar Leonardo do assassinato de Caterina de Cremona, uma mulher que servia como sua musa. O objetivo da série é pintar-nos mais um pouco sobre a vida de um dos maiores génios que já viveu, enquanto apimenta o enredo com um pouco de ficção.

Leonardo é interpretado por Aiden Turner, conhecido pelos sues papéis em Hobbit, Mortal Instruments e Poldark, que faz uma boa interpretação. Comparado com o seu rival direto Tom Riley, que interpreta a mesma personagem noutra adaptação mais fantasiosa, Da Vinci’s Demons, diria que o Leonardo de Aiden é mais sóbrio e realista, um génio em formação e com as suas dúvidas, enquanto que o de Tom é mais cool e seguro de si, sempre com um plano, criado para ter o mesmo efeito que um Sherlock tem nos espectadores.

O primeiro episódio é calmo e dá-nos a conhecer um Leonardo que nem sequer aprendiz é, tem uma boa relação de amizade com Caterina, que o inspira na sua arte. Desde o começo do episódio que sabemos que Caterina está morta e que Leonardo é o principal acusado (a não ser, claro, que nos estejam a induzir em erro e na realidade ela esteja viva). A principal crítica que faria ao episódio é a diferença de ritmo de uma parte do episódio para outra. No começo somos apresentados a um Leonardo ainda em ascensão, que nem sequer é o aprendiz do seu mestre. No final do episódio até já dizem que o aprendiz superou o mestre. Sinto que isso foi demasiado rápido e gostava que a evolução dele e a sua fama fosse aumentando mais gradualmente. Aliás, acho que isso beneficiaria melhor o enredo principal da série. Faria mais sentido para os jogos de poder dos quais ele faz parte.

De resto, Leonardo apresenta um primeiro episódio bem agradável de se ver, com boas personagens e um enredo interessante. Não esperem uma série histórica e baseada em factos, será baseada na personalidade de alguém que existiu mesmo, mas vai tomar muita liberdade criativa sobre a história de Leonardo. Sinto que isso foi mais fácil de aceitar em Da Vinci’s Demons, porque era uma série claramente sobrenatural e que fazia uso do período de dois anos onde Leonardo esteve desaparecido. Nesta, como fala do seu período de ascensão e de jogos de poder, as pessoas não aceitam tanto.

No geral gostei do episódio e estou curioso para ver como vai ter seguimento, mas também tenho de confessar que gostei mais do piloto de Da Vinci’s Demons, irei ver mas sem pôr na lista de prioridades por agora.

E vocês o que acharam?

Raul Araújo