House of the Dragon – 01×02 – The Rogue Prince
| 01 Set, 2022
9

House of the Dragon regressa com The Rogue Prince, um segundo episódio que vem bater os recordes de audiência do piloto. Ainda que considere que o episódio tenha tido muita qualidade, ficou, na minha ótica, um pouco abaixo do primeiro por algumas razões.

Game of Thrones já nos habituou a uma série que progride lentamente, dando pouco mas suficiente para manter qualquer espectador colado ao ecrã. Com The Rogue Prince conseguimos perceber que House of the Dragon irá seguir o mesmo esquema. Encontramos neste episódio a passada calma a que as primeiras temporadas de GoT nos habituaram. E, mesmo assim, já temos um salto temporal de meio ano que foi bem evidenciado pelas personagens, várias vezes (caso o espectador não tenha percebido à primeira!). Confesso que, por vezes, prefiro que não me entreguem tudo de bandeja. Neste episódio, houve várias circunstâncias em que os diálogos foram um pouco forçados e demasiado literais, quase que a explicar as coisas como se o espectador fosse uma criança e não percebesse nada de coisa nenhuma. Por exemplo, todo o foco que deram ao facto da Rhaenyra não poder ser rainha por ser mulher. Acredito que de alguma forma o debate esteja também no livro que originou a série, mas comparando com GoT todas estas questões sociais estavam presentes, mas de forma subtil e com nuance – uma característica que sempre admirei na série mãe. Percebo que nos dias de hoje as séries tenham de se demarcar política e socialmente, mas há formas mais elegantes e artísticas de o fazer. Abençoada Westeros, que necessitou apenas de uma centena de anos para que não se questionasse Cersei ou Daenerys pelo facto de serem mulheres!

Neste episódio, talvez por ser mais lento e já estar tudo mais do que apresentado e introduzido, achei que não houve tanta surpresa e choque – o que não deixa de ser normal para o início da temporada. No entanto, partes da narrativa foram bastante previsíveis, como o casamento do rei com Alicent – já sabemos que Hightower será um grande jogador deste novo jogo dos tronos, talvez parecido ao Mindinho. Ninguém acreditou que Viserys ficaria com a criança. Posteriormente, a aliança de Corlys com Daemon também foi previsível.

Ainda que pareça que estou a criticar muito e que não gostei do episódio, quero deixar claro que gostei bastante. Simplesmente tenho adorado todas as interações entre Rhaenyra e Daemon, por poucas que sejam fico sempre a querer mais. Acho que têm uma química enorme. Adoro o trabalho de ambos os atores (Milly Alcock e Matt Smith, respetivamente)! Adicionalmente, voltamos a ver os dragões e cenários lindíssimos que nos recordam de toda a qualidade técnica que GoT tinha. A cena em Dragonstone ficou como minha favorita deste episódio.

Depois do desenrolar do casamento do rei, fica para saber que novas alianças e novos inimigos irão surgir. E, claro, aguardo pacientemente por ver a reação de Rhaenyra perante Alicent!

E tu, o que achaste deste episódio? Achas que House of the Dragon está a cumprir as expectativas? O que falta?

House of the Dragon - 01x02 - The Rogue Prince
9
9
Interpretação
8.5
Argumento
9.5
Realização
9
Banda Sonora

Publicidade

Populares

Conversations With Friends

calendário estreias

new amsterdam 5 poster

Recomendamos