Classificação

7.6
Interpretação
7.4
Argumento
7.7
Realização
7.6
Banda Sonora

Atenção: esta review contém spoilers!

Mais uma semana que passou e, com ela, um novo capítulo de Grey’s Anatomy. It’s Raining Men é o nome deste episódio, o quarto desta nova temporada. Aqui, Meredith tenta remediar a situação depois de, involuntariamente, denegrir a imagem do Grey Sloan e, por associação, de quem lá trabalha. Ben e Vic trazem ao hospital uma paciente em estado crítico após alguém ter caído de um avião e aterrado em cima dela, enquanto Jackson enfrenta Koracick por tentar explorar a situação de um paciente para proveito do hospital. Por fim, Bailey recebe notícias inesperadas e Owen vê-se em Pac-Gen North, o que Alex vê como uma oportunidade de recrutamento.

Novamente, as ações de Meredith desencadeiam a problemática do episódio. Desta vez, as ideias que a médica enviou para o website com o qual queria trabalhar são publicadas como se fossem o artigo final, com um título provocador estilo clickbait que indica, desde logo, que Meredith está a falar contra o hospital a que chamou “casa” durante todos estes anos. A médica passa todo o episódio a tentar corrigir a situação, sem grande sucesso: o website recusa-se a retirar o artigo ou a mudar o seu título e, de qualquer forma, toda a gente que podia ser afetada pelo mesmo já o leu. Há quem chegue mesmo a despedir-se do hospital e pacientes recusam-se a ser atendidos no mesmo, não querendo ser associados com o Grey Sloan.

Ainda que, desta vez pelo menos, a culpa não tenha sido diretamente de Meredith, era já esperado que alguma coisa deste género viesse a acontecer. Honestamente, não sei como Meredith não considerou a possibilidade de isto vir a correr muito mal, mesmo. Volto a referir que, apesar de achar as suas ações louváveis, acho que Meredith se precipita um bocado nas suas ações e precisa de aprender a ser um pouco mais moderada. Concordo por completo com Andrew quando este diz que gostava que ela, antes de mais, terminasse as suas horas de serviço comunitário e tentasse fazer esta sua cruzada dentro do sistema em vez de arriscar perder a sua licença de vez.

Percebo, também, que Bailey esteja furiosa com a situação. A verdade é que Meredith está a ser completamente descuidada e a colocar em risco tanto o local onde trabalhou todos estes anos, como também aqueles que a ajudaram a crescer e todos aqueles que olham para a médica com admiração. Avizinham-se tempos interessantes para o Grey Sloan Memorial, mas começo a sentir algum nervosismo em relação ao que ainda está para vir.

Enquanto alguns veem a situação de Meredith com alguma reticência, outros tomam a médica como uma autêntica mártir e inspiram-se no seu exemplo. É o caso de Jackson que, neste episódio, toma uma posição contra Koracick ao impedir que a importante cirurgia do seu paciente menor de idade seja filmada e transformada num documentário que viria a trazer alguma boa publicidade para o hospital numa altura em que este precisa desesperadamente desse tipo de atenção. Ainda que perceba a posição de Tom, acredito que, neste caso e tendo em conta o quão ridículo o médico foi durante o episódio, a atitude de Jackson foi a correta. É verdade que o Grey Sloan precisa deste tipo de atenção, mas não a deveria receber ao explorar por completo pacientes e famílias vulneráveis.

Entretanto, Owen vê-se na posição de ajudar Alex e Richard com um paciente no seu novo local de trabalho. Para surpresa de ninguém, Alex vê aqui uma oportunidade de recrutar Owen para a sua equipa. No episódio anterior, tornou-se claro que esta seria a direção que a série iria tomar, com a progressiva descentralização dos nossos médicos do Grey Sloan para outros locais. Esta mudança representará, sem sombra de dúvida, uma mudança nas dinâmicas da séria e das suas personagens, e cada vez mais parece que isso será algo positivo.

Por fim, é revelado que Bailey está grávida, algo que começa já a ser um tema recorrente em Grey’s. Daqui a pouco tempo terão que abrir uma segunda creche no hospital para tomar conta de tanta criança.

P.S.: quem é que apanhou a mensagem que Cristina enviou a Meredith?

Inês Salvado