Ed Westwick: De Upper East Side até à Comic Con Portugal
| 26 Mar, 2024

Publicidade

Ed Westwick foi um dos convidados que mais público atraiu a esta edição da Comic Con Portugal! Ele é também um dos mais controversos, mas tudo isso foi abordado nesta conferência de imprensa, a última para fechar a 10.ª edição do evento.

O ator é mais conhecido por ter interpretado Chuck Bass em Gossip Girl, em emissão em Portugal no canal Biggs, e foi por aí mesmo que a conferência começou, com Ed a contar que o ritmo de trabalho era muito muito grande, sem que nunca soubessem onde a história ia. Segundo ele, gravavam um episódio sem saber o que ia acontecer no próximo. No caso de um filme, como sabes o fim, podes ir-te adaptando ao longo das gravações mais facilmente.

Chuck é uma das personagens onde o estilo mais muda ao longo das temporadas, e o seu favorito era o look com os suspensórios, já que transmitia uma imagem, não só de poder, mas também maturidade. O Séries da TV perguntou a Ed como foi para ele lidar com a fama, uma vez que tinha apenas 19 anos quando Gossip Girl explodiu. Para Ed, apesar de ser muito novo, ele adorou. Adora poder tirar fotos com os fãs e poder ir aos restaurantes que quiser.

Recentemente, Ed participou num filme chamado Dark Game onde interpreta Ben, uma personagem muito complexa e obcecada. Ed conta que, quando se trata de um mindset tende a ser mais intuitivo, quando é uma skill específica, então aí sim vai aprender essa skill. Neste caso, focou-se em pensar no mindset de uma pessoa que fosse obcecada com homicídios. Facilitou estar sozinho num hotel longe da família.

Voltando a Gossip Girl, quando perguntado sobre Chuck ser manipulador e como foi trazer uma personagem assim à vida, Ed defende que toda a gente é manipuladora, todos lutam pelo que querem, não numa forma necessariamente má. Às vezes ele sacrifica-se e o Chuck também o faz, apesar de ter momentos menos dignos. O ator considera que teve sorte nos papéis que tem interpretado, porque conseguiu sempre identificar-se com as suas personagens. Daqui surgiu a pergunta mais controversa, mas extremamente bem colocada, da parte da press. Outro meio de comunicação perguntou se as alegações de violação e assédio sexual que foram feitas, afetaram a sua carreira. Ed, claramente ficou desconfortável com a pergunta, assumiu uma postura mais defensiva e apenas disse que ficou muito triste com as alegações, mas já tinha passado à frente. Para contexto, duas mulheres em 2014 acusaram o ator de violação e mais uma de assédio sexual.

Foi também abordado o facto de Ed ter vindo a assumir outros papéis como realizador ou produtor. Ed sente que neste momento tem mais a oferecer do que apenas como ator, uma vez que enquanto produtor e realizador tem mais controlo criativo. Um dos projetos que o deixaram com mais pena do seu destino foi Wicked City, um projeto que considera que tinha muito potencial, mas foi cancelado assim que acabou a produção do último episódio. O Séries da TV perguntou ainda a Ed como foi fazer parte de Snatch, o remake para série do conhecido filme de Guy Ritchie, e se o facto do filme ser idolatrado trazia uma pressão adicional. Ed indicou que para ele não, porque só participou em quarto episódios, mas como adora o filme foi muito giro ver uma adaptação a ser trazida à vida.

Ainda houve tempo de abordar um dos projetos mais recentes do ator, uma banda musical chamada For You e sobre como, neste momento, esse projeto o deixa excitado e nervoso, por ser algo onde ainda não sente confiança total quando vai atuar ao vivo.

Créditos da imagem: Inês Salvado (Séries da TV)

Publicidade

Populares

estreias calendário séries março 2024

A Gentleman in Moscow Skyshowtime

Recomendamos