Snatch – 01×01 – All That Glitters
| 21 Mar, 2017

Snatch, a nova série da Crackle, despertou imediatamente a minha atenção por ser a adaptação do filme homónimo que tornou Guy Ritchie famoso e por ter três dos meus atores favoritos no elenco: Rupert Grint, Luke Pasqualino e Ed Westwick.  Pelos promos a série prometia, mesmo que o elenco fosse muito mais jovem. Podia ser uma lufada de ar fresco e a oportunidade de jovens atores britânicos mostrarem o que valem.

Se calhar se não tivesse assistido ao filme teria gostado mais deste episódio piloto. All That Glitters é muito semelhante ao filme de Ritchie e entristece-me dizê-lo, mas é como comparar um filme da HBO a um da Lifetime. Eles tentam, mas saiu-lhes tudo ao lado.

O personagem de Pasqualino é Albert Hill, filho de um famoso criminoso preso quinze anos antes dos eventos da série, que tem dificuldade em fazer os seus planos funcionarem e fica constantemente na sombra do pai. Os problemas com o pai e a vontade de se afirmar não funcionam muito bem neste caso. É mais engraçado ver Vic na cadeia a assistir de longe às aventuras do filho que ao que realmente está a acontecer.

Al é ingénuo e tenta dar passos maiores do que a perna, chora pelos seus falhanços e acaba por não convencer mesmo nada. Faltam-lhes cojones. Os seus parceiros de crime, Billy e Charlie, ainda conseguem ser personagens mais interessantes e agradáveis, mas, mais uma vez, ficam a perder para os do filme. As interpretações de Jason Statham e Stephen Graham foram genuínas e um dos pontos altos do filme. Devido às semelhanças de enredo neste episódio torna-se impossível não fazermos comparações, mesmo que os personagens não sejam os mesmos.

Quem também desilude é Ed Westwick, que parece mais um tontinho do que um temível e instável criminoso. Sonny Castillo foi a razão de Al ter perdido todo o dinheiro a apostar no seu lutador Billy. Mas enquanto eu via as cenas de Castillo só conseguia franzir o nariz. Nem o sotaque cubano do ator era bom.

A parte mais interessante do episódio foi no ringue, com Al a levar as mãos à cabeça por perder o dinheiro, Castillo a regozijar-se por sair vencedor e a namorada a virar-se contra ele. Al ganha finalmente coragem para fazer algo ousado e o trio acaba por roubar uma carrinha cheia de barras de ouro.

Confesso que este final me deixou curiosa para saber o que vai acontecer a seguir, mas depois lembro-me que o resto foi fraquinho, fraquinho.

Maria Sofia Santos

Publicidade

Populares

calendário estreias

slow horses poster

Recomendamos