Mike Tyson Mysteries: Animadíssima e fixolas
| 25 Mar, 2022

Mike Tyson Mysteries é uma série made in USA animada por países asiáticos. Tal como o ex-campeão de pesos pesados de boxe, não faz cerimónia, joga sujo, é impulsiva e… surpreendente.

As vozes

O elenco não podia ser melhor: temos Jim Rash (Community much?), a lenda Norm MacDonald (trabalhos vocais ímpares, dispensa apresentações, escola SNL, entre tantos outros e excelentes trabalhos), Rachel Ramras (veterana dos desenhos animados, também já escreveu a série Nobodies, que desconheço) a emparelhar com Michael Gerald Tyson – ou Malik Abdul Aziz, como preferirem levar o uppercut. Mike faz mais do que dar voz a Mike. É produtor, esteve bastante envolvido com a produção da série e isso nota-se ao longo dos curtos e frenéticos episódios.

mike tyson mysteries

Impetuous

A premissa não podia ser mais simples e estapafúrdia: temos uma versão cartoonizada do antigo pugilista, que se faz acompanhar pela sua filha adotiva sul-coreana, o fantasma do Marquês de Queensberry e um pombo alcoólico.

Impregnable

Parodiando o estilo de animações que se tornaram famosas pelas décadas de 60-70 (sobretudo nos anos 70, com Scooby-Doo à cabeça), esta trupe de estarolas resolve crimes que chegam às mãos de Mike via pombo-correio ou de outra forma qualquer. Pode perfeitamente acontecer o Marquês estar a fazer um bolo na cozinha enquanto Pigeon fuma um charro, Yung lê um livro ou Mike fala com o seu agente e eis que chega uma nova missão para a equipa. Pegando na van, lá vão eles tomar conta da ocorrência. Como diriam no Brasil, “deu B.O.”!

I want your heart

Mike cumpre na perfeição o papel de protagonista/palhaço/centro das (des)atenções e de toda a fanfarronice que a série desfila. Aliás, nem faria sentido Mike Tyson aceitar um projeto destes em modo PG-13, canned laughter ou outras artimanhas que escondessem a pureza da sua pessoa e/ou persona.

Assim, notamos que Mike se diverte como tudo de cada vez que diz alguma coisa via bonequinho animado.

Mike, Yung, Ásia e afins

Mike Tyson é um world citizen que não se fica pelo território americano. Não sabemos se isto vem dos tempos do boxe, o que sabemos é que ele já fez filmes por outras paragens e Mike Tyson Mysteries, apesar de ter sido um produto da Adult Swim, foi a animar no Extremo Oriente. Mais sobre estes e outros pormenores, podes viajar pelas várias Comic Cons onde Mike participou. Sugiro esta, conduzida por Rob Corddry, mas há mais para ouvir e ovar.

KO

Após quatro temporadas bem recheadas (pois os episódios são curtos, na linha dos de Scooby-Doo), a série levou com o machado em finais de 2020. O guionista Larry Dorf confirmou o cancelamento dizendo que “bem, Mike Tyson Mysteries já era. Foi super divertido, era uma série gira, mas já arrumamos as trouxas”, adiantou ao podcast ModernMoron.

OK

A série sempre foi divertida, absurda e episódios houve em que a ausência/menor protagonismo de Mike nunca se fez notar. Tinha substrato, conteúdo, a animação casava bem com a escrita e estilo malucos e eis mais um exemplo de uma série animada de culto que desapareceu quase sem deixar rasto.

Publicidade

Populares

a league of their own

Recomendamos