As séries sempre foram capazes de despertar emoções e o ódio nunca ficou de parte. A internet, como espaço de discussão onde é possível escondermo-nos no anonimato e dizer tudo o que queremos sem consequências, contribui para espalhar esse ódio, que recai sobre alguns personagens de quem o público não consegue gostar nem por nada.

Depois há também aqueles personagens que têm storylines em que tudo lhes corre terrivelmente mal e assim parecem ter sido escolhidos pelos argumentistas como saco de pancada. (E não, Shonda Rhimes, desta vez nem sequer te estou a apontar o dedo!). É precisamente sobre alguns personagens maltratados – de uma ou de outra forma – do mundo das séries que me proponho escrever aqui:

Dana Brody (Homeland)

dana_brody_homeland

Provavelmente nunca uma adolescente foi tão odiada pelos fãs de séries. Eu própria não costumo gostar muito de teens, mas não odeio Dana. Só faz asneiras, mas também há muitos adultos que não são exemplo para ninguém. Dana é irritante, sim, mas não o são a maioria dos miúdos da idade dela? Aliás, nem sequer considero a personagem importante o suficiente para me dar ao trabalhar de a detestar, mas isso não impede a internet de ter sentimentos tão fortes em relação à filha mais velha de Brody. Até o Buzzfeed criou um artigo onde, sem muito dizer, critica abertamente a personagem. Os fãs de Homeland várias vezes usaram as redes sociais para pedirem a morte de Dana e para dizerem que as histórias à volta da personagem não lhes despertavam o menor interesse.

Hannah Burley (Bones)

Hannah_Burley_Bones

À semelhança de Dana, Hannah foi extremamente maltratada pelos fãs. Todos nós torcíamos para que Booth e Brennan ficassem juntos, é certo, mas quem é que os impedia? Apenas eles mesmos. Hannah não se veio colocar no meio de nada, não veio destruir nenhuma relação. Mesmo assim, foi odiada pelos fãs de Bones simplesmente por ter sido um interesse amoroso de Booth. Eu gostava de Hannah, gostava bastante até. Ela era destemida, engraçada e esforçou-se sempre por estabelecer relações com as pessoas que importavam para o namorado, tendo inclusive conhecido Parker e estabelecido amizade com Brennan. No entanto, Booth parece ter uma certa tendência para querer levar tudo demasiado sério e demasiado rápido com as mulheres da sua vida, o que acaba por causar o fim da sua relação com Hannah, que não quer comprometer-se. Por isso, a sério, será que Hannah é mesmo a vilã aqui? Era Booth quem estava eternamente apaixonado por Brennan e ainda assim se mostrava disposto a casar com Hannah. Se ela aceitasse que tipo de futuro é que teriam? Ela estaria casada com um homem que, na realidade, amava outra pessoa.

 

Lori Grimes (The Walking Dead)

lori_grimes_walking_dead

Aqui junto-me à maioria, assumindo que também nunca gostei muito de Lori. Estou-me nas tintas para o facto de ela se ter envolvido com o melhor amigo do marido porque numa série passada num apocalipse zombie não percebo muito bem o porquê de se perder tempo com dramas amorosos, mas isso parece incomodar muita gente, nomeadamente pelos problemas que causou entre Rick e Shane. O meu problema com Lori é o facto de ser chata, uma personagem irritante que pouco de relevante trouxe à série e também não é propriamente uma das pessoas que mais gostava de ter ao meu lado num apocalipse zombie. Também não faltava quem não gostasse de Andrea (que era a minha favorita), mas o ódio a Lori é diferente. Há, inclusive, uma série de memes que fazem piadas (algumas um bocado mazinhas) sobre a personagem e podem ver aqui alguns. No entanto, apesar de ter passado grande parte da série a desejar livrar-me de Lori, na altura em que a personagem morreu tinha começado a tolerá-la.

Penny Blake (Grey’s Anatomy)

GREY'S ANATOMY - "The Me Nobody Knows" - Grey Sloan Memorial not only welcomes a new transfer resident, but also a patient who's the topic of conversation after accidently sending his sex tape to his entire congregation. Meanwhile, Richard wrestles with how to progress his relationship with Maggie when an old friend visits the hospital, and April brings in a case of a young boy from the Middle-East, on "Grey's Anatomy," THURSDAY, NOVEMBER 5 (8:00--9:00 p.m., ET) on the ABC Television Network. (ABC/Tony Rivetti) SAMANTHA SLOYAN

Penny devia juntar-se a Hannah para formarem o clube das namoradas mais odiadas do mundo das séries e candidatar-se a presidente. Gostei de Penny logo que apareceu, quando era apenas uma médica anónima, no episódio em que Derek morreu, mas estava longe de adivinhar que viria a ser a namorada de Callie. O que eu já previa era o ódio à personagem e era só vê-lo a crescer à medida que Penny continuava na série. Não faltam páginas no Facebook dedicadas a Grey’s Anatomy e era possível encontrar em várias delas um ódio como nunca vi em relação a uma personagem. Penny era criticada pelo que vestia, por não ser bonita… Acho que o simples facto de respirar era motivo para crítica. Falo muito a sério quando digo que, a certa altura, até me incomodava ler o que escreviam sobre ela. E eram mulheres quem faziam estas críticas! Não é minha intenção estar aqui agora a dar sermões de feminista (coisa que com todo o orgulho até sou), mas se é para criticar uma personagem não se deveriam arranjar razões melhores do que a aparência física? Penny é uma mulher forte, inteligente, engraçada, com coragem para enfrentar problemas e que sabe agir de forma sensata, tendo-se sempre mostrado muito diplomática aquando da batalha legal entre Callie e Arizona. Talvez fosse bom as pessoas perceberem que gostarem de Arizona não implica odiar Penny. Se gostavam de Callie e Arizona como casal, também não têm que odiar Penny. E nem comecem a dizer que foi ela a causa para Callie e Arizona irem para tribunal disputar a custódia de Sofia. Foi Callie quem começou aquela borrada e Arizona também não ajudou à festa.

Sansa Stark (Game of Thrones)

sansa-stark-game-of-thrones

Muitos referiam-se a ela como sonsa e a opinião generalizada era a de Sansa ser a mais desinteressante dos Stark. Neste ponto da crónica já perceberam que sou do contra, por isso já estarão a antecipar que também gosto de Sansa. É verdade! À partida, Arya teria tudo para ser a minha preferida das meninas Stark, mas não a suporto e há qualquer coisa em Sansa que sempre me agradou. Tanto nos livros como na série. Chamem-lhe rapariguinha fútil e o que quiserem, mas uma criança de doze anos não tem direito a gostar de vestidos e a sonhar em casar-se com o príncipe perfeito? Rapidamente a sua vida de sonho se desvaneceu e é precisamente aí que a personagem até ganha algum interesse, embora os fãs só tenham começado a diminuir o ódio um pouco mais tarde, quando se percebe que Sansa efetivamente cresceu muito, marcada pelas terríveis experiências que viveu, no seio dos Lannister, depois com Ramsay. O que acham que é suposto que fizesse? Que se revoltasse contra Joffrey quando estava completamente sozinha e afastada da família? Ela fez o que precisou para sobreviver desde que o pai foi morto. É muito para uma miúda que ainda devia brincar com bonecas lidar e, se querem que vos diga, até não se saiu nada mal. A própria Sophie Turner chegou a defender a sua personagem, dizendo que as pessoas não compreendiam as decisões que tinha tido de tomar.

.

Stosh ‘Piz’ Piznarski (Veronica Mars)

"Witchita Linebacker"--Chris Lowell as Piz in VERONICA MARS on The CW. Photo: Michael Desmond/The CW. ©2006 The CW Network LLC. All Rights Reserved

Veronica Mars foi uma série que angariou um culto de fãs acérrimo e dedicadíssimo, tanto que a série só chegou à sua 3.ª temporada por muita luta dos fãs, visto que pela emissora teria ficado pela primeira. Piz foi um personagem tardio na série, tendo sido introduzido só no início da 3.ª temporada, e aparecendo como novo interesse romântico de Veronica, os talheres para o devorar de ódio estavam já a postos na mesa dos fãs. Isto porque ele se pôs no meio da relação LoVe, entre o amor impossível de Logan e Veronica que tantos de nós queríamos ter visto com final feliz. Mas sejamos sinceros, Piz era totalmente adorável e do melhor e do mais respeitador que a nossa Veronica podia ter encontrado nos seus tempos de adolescente!

 

Edith Crawley (Downton Abbey)

edith-downton

Edith não desperta ódios, é até uma personagem por quem é fácil torcer, precisamente porque a vida a tem tratado tão mal que é inevitável desejar-lhe um final feliz para a compensar pelo sofrimento ao longo dos anos. A irmã mais velha, Mary, fez sempre de tudo para lhe infernizar a vida, sabotando-lhe relações amorosas e tratando-a com dureza. Edith teve uma filha – sem ser casada, o que constituía um escândalo na altura – e por isso teve de abdicar de Marigold e deixá-la ser criada, no início de vida, por outra família. Mesmo no seio dos Crawley, Edith era encarada como uma ‘coitadinha’, sempre na sombra das irmãs, tanto de Mary como de Sybil, ambas mais bonitas e com personalidades mais marcantes. Mesmo quando começou a crescer como personagem e se tornou uma mulher independente e muito à frente da sua época, as coisas continuaram a correr mal para Edith. No final, tudo acabou bem, quase em jeito de conto de fadas, mas o caminho foi sinuoso.

Stuart Bloom (The Big Bang Theory)

Stuart_Bloom_big_bang

Este também é outro personagem acarinhado pelo público, mas abandonado pela sorte. Stuart é um tipo solitário e com uma certa tendência para a depressão, que trabalha muito na sua loja de banda desenhada, mas que se debate com problemas financeiros. Apesar de se relacionar bem com o grupinho principal da série (Sheldon, Leonard, Raj e Howard), não deixa de ser uma espécie de outsider e, vocês sabem, Sheldon não gosta muito de conviver com pessoas diferentes das habituais. Além disso, Stuart não tem outros amigos e também não tem muita sorte no departamento feminino. É um personagem simpático e por quem é fácil torcer, mas que parece existir para fazer todos sentirem-se bem com as suas próprias vidas, já que a dele é sempre pior.

Devem estar a pensar se não me terei esquecido de Laurel Lance, de Arrow. Não me esqueci, mas como já foi escrita uma crónica aqui no site precisamente acerca da forma como a personagem é odiada pelos fãs, acho que não valia a pena falar sobre isso novamente.

Querem partilhar alguns personagens que consideram ser maltratados no mundo das séries?

 

Diana Sampaio
(com uma pequena contribuição de Mélanie Costa)