Como hoje é Dia do Pai, lembrei-me de fazer uma lista com aqueles que eu considero ser alguns dos melhores pais das séries, mas também tendo em conta alguns dos meus preferidos.

Durante o dia já mostrámos alguns pais no nosso facebook e agora vou eu dar lugar a outros. Seguem sem qualquer ordem de preferência. Ora espreitem:

 

# Cooper Freedman (Private Practice): Se há homem com jeito para crianças, esse homem é Cooper. É claro que ser pediatra ajuda, mas a verdade é que ele tem mesmo jeito. No entanto, só conheceu o filho já ele tinha oito anos. A mãe de Mason criou-o sozinho e só quis que ele conhecesse o pai por estar a morrer. Portanto as circunstâncias acabam por ser deprimentes, mas Cooper é um pai fantástico e tomou muito bem conta de Mason. E mais tarde das trigémeas. Mas quem é que fica entusiasmado por ir três crianças a chorar ao mesmo tempo e a quem mudar fraldas? Cooper 😛

cooper-and-mason

 

# Crosby Braverman (Parenthood): Outro pai que só conheceu o filho já ele tinha uns aninhos… Crosby sempre foi bom tipo, mas era daqueles que não tinha grandes responsabilidades na vida, vivia quase como se ainda fosse um puto. E a ‘chegada’ de Jabbar tornou-o um adulto com responsabilidades, fê-lo crescer como pessoa. Sem dúvida um pai muito divertido e amigo. E aquele miúdo é uma fofura *.*

3a3a81e1c329d812f0aff9ac231f071d

# David Nolan/Prince Charming: Eu tenho um carinho especial por esta série e por toda a história à volta da Emma e da sua infância. E acho que é de partir o coração que ela tivesse sido uma criança tão desejada e que os pais tivessem de abdicar dela, mesmo para a salvar da maldição. Não deve ser fácil estarmos quase nos 30 anos e a nossa filha ter a mesma idade, mas é exactamente assim com David. Tenho a certeza que ele teria sido óptimo a criar a Emma, tal como é agora a tentar recuperar o tempo perdido.

Once-Upon-A-Time-image-once-upon-a-time-36301955-500-500

# Derek Shepherd (Grey’s Anatomy): A primeira vez que o Derek pega na Zola para dizer à Meredith que a deviam adoptar, foi daqueles momentos em que me derreti toda para a televisão. Além disso, eu admiro pessoas que adoptam crianças. E admiro qualquer homem que use uma tiara de princesa para brincar com a filha enquanto ela serve chá 😛 E não, não me estou a esquecer do pequeno Bailey, mas a Zo é mais fofa 😀

376716_344510645634626_481869080_n

 

# Frank Reagan (Blue Bloods): Frank foi polícia, detective e agora é Comissário da Polícia de Nova Iorque. Já o pai dele o tinha sido. Danny, o filho mais velho, é Detective e daqui a uns vinte anos provavelmente será também ele comissário. Jamie, o mais novo, também já está a dar os primeiros passos na polícia e é bom nisso. Havia um terceiro rapaz, também ele polícia, mas morreu. Só Erin, a única rapariga, é que não seguiu uma carreira na polícia, mas também ela trabalha para a cidade de NI, como procuradora. Frank tem uma relação bastante boa e próxima com todos os filhos, mas com Erin é especial. São muito queridos os dois!

 

Blue-Bloods-S03-E04-16x9-1

# Harold Abbott (Everwood): Este médico pode ser um homem convencido e há certamente quem o ache irritante (eu não, acho-o tão cromo! no bom sentido), mas se há coisa que não lhe podem criticar é o quanto é bem sucedido como pai. Tanto com Bright como com Amy, Harold é um pai fantástico.

everwood1

 

# Jay Pritchett (Modern Family): Outro pai muito divertido, mas num sentido diferente. Mas este de poucas apresentações precisa, não é? 🙂 Não é muito comum apanhá-lo num momento terno com os dois filhos. Com Claire até sim, ela é uma verdadeira menina do papá, mas com Mitchell não é tão ‘fácil’ porque Jay tem muito poucas coisas em comum com o filho.

02a0d5167aad5043232afa1a3f853706

 

# Jimmy Chance (Raising Hope): Os pais de Jimmy tiveram-no ainda em adolescentes. Jimmy esperou mais uns seis ou sete anos, mas Hope foi resultado de um caso de uma vez com uma serial-killer. No entanto, a pequena ficou muito bem entregue a Jimmy, que desde o início se mostrou um bom pai. E bastante menos maluco que os dele. Podem ser uma família pobre, mas são  muito felizes e isso é o mais importante.

Raising-Hope-2x01-Screencaps-raising-hope-25483325-1280-720

 

# Robert Crawley (Downton Abbey): Robert é um pai da primeira metade do século XX, por isso um pai diferente dos mais recentes. Menos óbvio em demonstrações de amor, mas igualmente dedicado às filhas. Se há coisa que adoro em Robert é a relação dele com a família. São só mulheres na vida dele e ele lida muito bem com isso. A morte de Sybil foi um momento muito triste para este pai (e para toda a família, claro), mas mantiveram-se unidos.

DAS2E6_BTS_RobertDaughters

# Ross Geller (Friends): O Ross é tão cromo! De cada vez que me lembro do que ele tinha de aturar com a Carol e a Susan quando ia buscar o Ben 😛 Ai que saudades de Friends! Com a Emma ele teve a oportunidade de estar mais ‘presente’ e sem mamãs lésbicas a dar-lhe cabo da cabeça 😛

YfSOiqBBznebisb7CDHsLVbfo1_500
Para vocês, quem são os melhores pais? 🙂

Diana Sampaio.