The Walking Dead – 10×12 – Walk With Us
| 19 Mar, 2020

[Contém spoilers]

Já esgotei todas as formas de dizer que The Walking Dead voltou ao seu auge. Percebo o porquê de tanta gente ter desistido da série. Como já referi várias vezes nestas reviews, eu própria pensei em deixá-la de lado mais do que uma vez, mas ainda bem que não o fiz e só posso garantir a todos os que já não veem que, a longo prazo, foi uma má decisão. Há muitos episódios que entram na lista dos melhores da série e a temporada atual já conta com três depois da quase perfeição que foi Walk With Us. Até ao momento, este 12.º capítulo leva para casa o troféu de melhor episódio da temporada.

Depois dos dois últimos episódios recheados de ação, pensei mesmo que seria neste que iríamos ver uma desaceleração da narrativa. Não podia estar mais enganada. Até podem ter existido momentos mais parados, mas no seu geral, foi um episódio muito ritmado, sempre a apelar às emoções e a deixar os espectadores à beira de um mini ataque cardíaco. Mas no meio de tanto avançar da história preocupa-me que os próximos quatro episódios não terão todos o mesmo nível elevado de qualidade.

Confesso que pensei que a cena de abertura se estenderia um pouco mais pelo episódio. Apesar de ter gostado muito da sequência de batalha, achei que tudo se resolveu demasiado depressa. Ficámos sem saber como é que o grupo entrou novamente em Hilltop – abriram-lhe os portões do lado de dentro? É o mais provável. Toda a luta chegou ao fim de forma repentina; de uma cena para outra já era de dia. Gostava de ter visto mais alguns pormenores – tal como aconteceu na preparação da batalha.

Gostei particularmente de um momento neste início de episódio: quando Carol pára para contemplar o que decorre à sua volta – a destruição de Hilltop, membros das comunidades mortos, os Whisperers a um passo deles -, pensando provavelmente se valeria a pena o seu plano com Negan (do qual ficamos a saber mais tarde, mas cuja teoria já circulava pelos internautas), uma vez que ainda não sabia se daria resultado ou não, e pensado igualmente se as suas atitudes descuidadas não teriam sido a causa do que estava a acontecer agora. Diria que em parte, claro que as provocações de Carol serviram para aguçar ainda mais a vontade de Alpha de destruir os grupos, mas, por outro, ela já o iria fazer de qualquer forma e mesmo que Carol tivesse estado quietinha o resultado teria sido o mesmo.

Há certas personagens, que mesmo não tendo muito relevo na série, tocam-me de forma especial. Earl é uma delas. Nunca se destacou muito das outras, mas o seu destino só tem sido preenchido por tristeza e desgraça. Agora que tinha Alden e Adam claro que tinha que ser mordido por um walker e morrer. Ainda para mais foi Judith quem assistiu a tudo e o apunhalou depois. A miúda vai ter muitos problemas psicológicos no futuro. Quando tivemos a perspetiva daquele prego/estaca como se estivéssemos no lugar de Earl fiquei de olhos arregalados, e quando ele dá balanço fiquei com a respiração cortada. Cena aterradora, sem dúvida.

Falando em mortes de personagens, eu sabia que Mary se sacrificaria por alguém. O seu fim só podia ser esse. E que fim gruesome. Beta a estripá-la foi nojento e espetacular ao mesmo tempo. Pelo menos conseguiu redimir-se minimamente pelo que fez à irmã. Teria sido mais inteligente da parte de Kelly atingir Beta primeiro ao invés da Gama walker, mas claro que o segundo em comando dos Whisperers não pode morrer já, o que me leva ao momento mais espetacular do episódio.

Já se sabia que Negan não estava mesmo do lado do inimigo. Depois de toda a evolução da personagem, fazerem dele um vilão novamente não teria sentido. Sabia-se desde o início que ele era um infiltrado, só nunca pensei que seria ele a desferir o golpe fatal. Por um lado, porque era demasiado óbvio e, por outro, porque havia outras personagens que mereciam mais ocupar o lugar de anjo da morte. Ainda assim, os momentos que antecederam a derradeira cena foram de um suspense inacreditável. Dei por mim literalmente petrificada, à beira do sofá, à espera que revelassem que Lydia não estava naquela cabana. Posso dizer que ver Negan matar Alpha da mesma forma que Rick quase o matou a si deu-me um prazer enorme. Disse em voz alta “Finalmente tiveste o que mereceste!”. E a cena seguinte em que descobrimos que foi tudo um plano de Carol? Bem, alegria total.

A morte de Alpha muda tudo. Como será o derradeiro confronto? Irão os Whisperers seguir Beta? E quem é ele? Segundo sei, Beta na banda desenhada era uma famoso antes do apocalipse. Que tipo de famoso? E que influência poderá isso ter na restante história? São muitas as questões no ar, assim como a antecipação e o entusiasmo pelos restantes quatro episódios. Gostava agora de ter um update sobre as restantes comunidades e saber um pouco mais sobre a pessoa com quem Eugene tem falado. Veremos o que conseguimos descobrir antes do final daquela que é a melhor temporada desde há muito tempo.

Beatriz Caetano

Publicidade

Populares

heartstopper

westworld poster

Recomendamos