Classificação

9
Interpretação
8.5
Argumento
8.8
Realização
9
Banda Sonora

[Contém spoilers!]

The Walking Dead entra no seu décimo ano de emissão de forma calma, mas segura. Ao contrário do seu spin-off, a série está melhor do que nunca e, apesar de este início de temporada não ter sido nada do outro mundo, foi um episódio bem construído, cativante, com momentos altos e uma narrativa que levantou uma pontinha do véu sobre o que reserva o futuro dos nossos sobreviventes.

Lines We Cross teve uma divisão que me agradou. As ações desenrolaram-se entre Oceanside e Alexandria e o decorrer dos eventos ia avançando ou regredindo para acompanhar as diferentes perspetivas das personagens. Gostei do ritmo que esta montagem proporcionou ao episódio, dando-nos a hipótese de sabermos quais foram as reações de todos os pequenos grupos à descoberta de uma máscara dos Whisperers no seu território depois de meses de ausência.

O inverno passou e a vida continuou. As fronteiras foram respeitadas (por parte dos grupos, claro) e o pessoal dedicou-se a treinar estratégias de defesa contra walkers e, possivelmente, contra os Whisperers também. Esta cena inicial foi boa e deu para perceber que finalmente todos os membros estão a aprender a lutar ao invés de ficarem dependentes dos lutadores do costume. Aleluia! Gosto bastante da mudança de atitude de Aaron. Já chega de personagens que só veem o lado bom de toda a gente e querem sempre fazer tudo em paz e sossego. Espero que dê bom uso àquele novo adereço para o lugar da mão esquerda! Contudo, também pressinto que algo de mal lhe vai acontecer.

Oceanside pôs em ação as suas capacidades piscatórias e têm um barco para pescarem em alto mar e dar de comer a esta gente toda. Estou à espera de ver uma cena ao estilo Pesca Radical do Discovery. Acho que até seria uma perspetiva interessante. Quem também se dedicou à pesca foi Carol. Calculo que os eventos da season finale passada tenham sido demasiado intensos para ela ficar no mesmo sítio. Achei tão fofinho ela estar super contente por ver Daryl novamente assim que saiu do barco! Desculpem, mas eles foram mesmo feitos um para o outro. Há anos que esta amizade platónica dura e agora que a coisa se podia proporcionar, decidem introduzir Connie, que também fica bem com ele! O meu coração neste momento está dividido. Ainda assim, também me parece que algo mau lhe vai acontecer. E já vão duas personagens com altas probabilidades de morrerem!

O momento mais emocionante do episódio foi a cena do incêndio despoletado pela queda do satélite russo (interessante recomeçarmos a ver coisas novas). Apesar de não ter sido nada por aí além, despertou emoção e o coração começou a bater mais depressa. Já no rescaldo do fogo, quando Carol e Alpha trocam aquele olhar matador (mal posso esperar pelo confronto entre estas duas), a reação desta última deu a entender que não se tinham apercebido nem do fogo nem da presença dos grupos no seu território, o que me parece pouco provável. Espero que expliquem isto melhor nos próximos episódios.

Por fim, o momento leve e cómico vai para a sequência de Eugene e Siddiq com a bebé. Rosita continua muito apagada e estou à espera para ver qual é afinal o rumo que querem dar a esta personagem. Pode ser que agora com uma filha tenha mais protagonismo. Negan continua no seu quotidiano de apanhar tomates e mal posso esperar para que seja posto ao serviço na luta contra os Whisperers. Destaco ainda a cena entre Judith e R.J e a história que ela lhe conta. É interessante como de forma subtil continuam a mencionar Rick. Será um sinal de algo?

Este primeiro episódio colocou na mesa as cartas em jogo disponíveis de momento. Não foram trunfos nem grandes combinações, mas deixam antever algumas coisas que podemos esperar nesta temporada que se avizinha tão boa ou melhor do que a anterior. The Walking Dead recuperou a sua glória e com ela veio a renovação para mais uma temporada, assim como o regresso de Lauren Cohan. Ainda assim, agora que a série está num pico novamente, espero que não decidam prolongar por muito mais tempo e que arrisquem perder a qualidade mais uma vez, até porque o material dos comics no qual se baseiam está a terminar.

O que acharam deste início de temporada?

Beatriz Caetano