Classificação

8.5
Interpretação
7.5
Argumento
8
Realização
7.5
Banda Sonora

[Contém spoilers]

This Is Us está de volta com Changes. Devo admitir que o episódio desta semana não foi o mais emocionante. Aliás, foi bastante mediano, diria, mas não irei reclamar porque é normal que alguns episódios sejam assim para que depois outros possam ter mais impacto. Neste episódio tivemos de volta os Big Three em versão adolescentes e confesso que me faz confusão o quão crescidos os atores estão e ainda mais tendo em conta que existem outros três atores na fase mais tardia da adolescência. Estamos de volta a episódios temáticos, desta vez em torno da adolescência, e, por isso, vemos quase todos os personagens a pensar sobre a sua própria e a refletir sobre as consequências da mesma.

No geral, o episódio foi bastante parado e muito calmo, sem grandes emoções à flor da pele. Mesmo o pequeno drama que se instalou entre Madison e Kevin acabou por se resolver de forma moderada e com ambos a descobrir mais um sobre o outro. Confesso que estou sempre entusiasmada com cada pequeno desenvolvimento deste casal e estou à espera de saber mais e mais sobre Madison.

Em casa de Randall temos uma adolescente revolucionária e um pai orgulhoso. Gosto bastante do rumo que estão a dar a Tess, pois reflete bem os adolescentes de hoje em dia e dá-lhe uma personalidade própria. Eris Baker tem feito um trabalho fenomenal a dar vida à personagem. Desta forma é possível gerar mais empatia para com ela e não a ver apenas como uma criança que é filha de Randall. Beth continua a minha personagem favorita pela sua capacidade de ponderação. Se há personagem consistente, é ela!

Kate e Toby foram os únicos que não falaram na sua adolescência diretamente e estiveram mais preocupados com o processo de adoção que, na minha ótica, afinal não será assim tão fácil como previsto no episódio anterior. Tal como Toby, também estou de pé atrás e não acho que já tenham encontrado o novo membro da família.

O início e o final foram para mim as partes mais bonitas, pois já fomos habituados a estes estranhos que aparecem em This Is Us e que acabam por se tornar parte da família. Para ser honesta, o final não teve grande impacto, pois não havia muitas opções para quem poderia ser a tal mulher.

Ana Leandro