Classificação

8
Interpretação
8.5
Argumento
9
Realização
10
Banda Sonora

[Esta review contém spoilers]

The Mandalorian conseguiu com este The Siege manter a qualidade lá no alto. Os últimos dois episódios superaram, de longe, os dois mornos primeiros episódios da segunda temporada. No entanto, parece que a coisa está estável para manter a qualidade (esperemos) até à última temporada. Não há dúvida que a série beneficia e muito quando faz episódios de 30/35 minutos em vez de uma hora completa. E isso viu-se nas últimas semanas.

Porém, não vos vou mentir. Depois uma engraçada e fofa cena em que Mando estava a ensinava o pequenote a mexer em fios, ele anuncia que terão de fazer uma paragem em Navarro para reparar a nave. Obviamente que a Razor Crest não ia aguentar mais naquele estado miserável. O meu medo foi imediato… “Não acredito que vamos ter outro filler!” Estavam a adiar, mais uma vez, o encontro com a jedi e isso só me deixou frustrada.

Fiquei preocupada por nada. Aliás, parece que The Mandalorian descobriu finalmente a sua história e neste episódio tivemos bastantes desenvolvimentos no foco principal da história: o Baby Yoda. É irónico, porque a Criança tem tido um papel muito secundário na temporada até agora, é mais um comic relief do que o poderoso ser que tanto nos encantou na primeira temporada. Contudo, quase tudo na série gira à volta dele, mesmo quando Jon Favreau o “coloca no banco”.

Em Navarro, Mando reencontra velhos amigos, Greef Karga e Cara Dune. Eles agora “estão encarregues” de Navarro, tendo conseguido transformar o planeta após os desastres da temporada anterior. E como é óbvio, pedem imediatamente a ajuda de Mando para uma missão. E é aí que a coisa fica interessante.

Supostamente em Navarro ainda existia uma antiga base do Império e Mando foi recrutado para ajudar a destruí-la. Pausa aqui para admirarmos a fantástica armadura do nosso mandalorian. É absolutamente fantástica. Visualmente, é do melhor. Cor de prata reluzente, cheio de gadgets e surpresas e à prova de qualquer bala no universo basicamente! Eu realmente tenho muita pena que ele não nunca retire o capacete (nem a beber ou comer!! Eu bem reparei no pormenor em que ele só levantava ligeiramente o capacete para ingerir algo. É tão frustrante.) mas a beleza e o trabalho por detrás daquela armadura merece ser mostrado constantemente.

Claro que a base não era um sítio abandonado. Muito pelo contrário. Estava ativa e recheadinha de planos diabólicos do suposto extinto Império e liderado pelo suposto morto Moff Gideon. E mais… a base era uma espécie de laboratório… com clones!! Tudo fica ainda mais macabro quando, através de uma gravação, descobrimos que o Império anda a injetar sague recolhido da Criança. No entanto, não foram bem sucedidos e a amostra de sangue tinha acabado. Sim, fiquei extremamente curiosa para saber qual era o plano e o que esperavam que acontecesse caso um sujeitos tivesse sido bem sucedido. Às tantas ainda nos vão mostrar isso esta temporada (fazendo muitas figas).

A parte verdadeiramente interessante veio com a fuga de Cara Dune e Greef Karga. Sim! Este tipo de fugas e perseguições foi uma das razões pelas quais me apaixonei pelo universo de Star Wars! É que foi tudo bom. Os efeitos especiais, a música (!!!!!) e a realização impecável. Toda a cena foi pensada ao pormenor e cada vez é percetível (muito aqui em The Siege) que The Mandalorian foi feito por verdadeiros amantes de Star Wars. Pena que Mando não estivesse ali com Cara e Karga, mas ele veio salvar o dia com a nave arranjadinha e o Baby Yoda a salvo. Adoro stormtroopers e fico mesmo contente que eles apareçam tantas vezes.

O Baby Yoda foi deixado numa escola, ficando sentado numa sala de aula com crianças (uma delas com penteado e estilo muitíssimo parecidos com Rey) e claro que teve de fazer das suas. Já sabemos que ele é uma criatura que está constantemente com fome. Portanto, foi com muito humor e sem vergonha que ele roubou descaradamente as bolachas ao seu colega do lado. Para melhorar, as voltas e reviravoltas na nave (que tiveram reações hilariantes por parte da Criança) fizeram com que o feitiço se virasse contra o feiticeiro… O pobre vomitou as bolachas. Momento de apreciação do Mando por ser um pai decente e limpar o vómito do filhote.

O nome do próximo episódio é The Jedi, o que quer dizer que nos vamos deixar de rodeios e conhecer em carne e osso Ahsoka Tano. Contudo, a visita terá surpresa porque o Império conseguiu colocar um localizador no Razor Crest. Bom plot twist. Mal posso esperar pela próxima sexta feira!

Maria Sofia Santos