The Marvelous Mrs. Maisel – Review da 5.ª temporada
| 16 Jun, 2023
9.6

Publicidade

Acabou! The Marvelous Mrs. Maisel chegou ao fim após a 5.ª temporada. A despedida custou-me muito, mas já me conciliei com a ideia de um mundo sem Mrs. Maisel e a sua caótica família.

Creio que comecei a ver The Marvelous Mrs. Maisel quando já ia a meio da 3.ª temporada. Ouvi falar dela num podcast, o que me aguçou a curiosidade. Fiz binge watching de todos os episódios até ficar atualizada e espanta-me muito não ter tido referências a esta série mais cedo e ter ouvido tão poucas menções sobre ela.

Para quem não conhece a série e ainda está a ponderar se vale a pena ver as cinco temporadas, vou explicar-te sobre o que é The Marvelous Mrs. Maisel. A série decorre nas décadas de 50 e 60 e o foco é Miriam Midge Maisel (Rachel Brosnahan), uma dona de casa, casada e mãe de dois filhos. A vida dela muda e descobre, ao acaso, a incrível capacidade que tem de fazer todos rir e a paixão pela comédia. Ao longo de cinco temporadas conhecemos e acompanhamos Maisel, família e amigos, todas as peripécias, dramas e a progressão dela no stand-up. Tudo isto com muito sentido de humor, escrito e retratado de forma brilhante.

A qualidade nesta última temporada manteve-se no nível a que nos foram habituando. Os episódios são pontuados pela pressa e desordem cómica e necessária de todas as suas personagens e os seus diálogos acompanham isto. Todas as personagens têm a capacidade para competir para um recorde no Guiness de quantidade de palavras ditas por minuto. Isto podia ser um defeito na narrativa da série, mas foi transformado num ponto forte e algo de destaque. Não é cansativo nem nada forçado, é divertido e feito com mestria.

Esta 5.ª temporada é uma despedida e homenagem a Maisel. É uma temporada mais emotiva, mas sem perder o humor. Vamos conhecer o futuro de Miriam Midge Maisel e onde conseguiu chegar enquanto mulher na comédia numa época em que o lugar da mulher era diferente. Adorei esta despedida, não glorificaram a personagem e tive a oportunidade de contestar várias opções de vida que ela fez, mas no final respeitei todas elas e continuo a amar Maisel. É uma mulher que entra numa sala e mesmo sem ter intenções disso, as atenções vão todas para ela: inteligente, carismática, sabe conversar sobre qualquer tema, bom sentido de humor, bonita e veste-se com uma classe característica. Rachel Brosnahan fez um excelente trabalho neste papel, mas acho que será difícil vê-la a encarnar outras personagens diferentes.

Há pouco tempo propuseram-me uma reflexão: coisas que eu gostava de conseguir voltar a ler ou ver como se fosse a primeira vez. The Marvelous Mrs. Maisel é, sem dúvida, uma delas. Nunca mais voltarei a ter esta capacidade, mas certamente vou recomendar esta série a toda a gente que nunca a viu e que o pode fazer no Prime Video.

Melhor episódio:

Episódio 8 – The Princess and the Plea Qualquer episódio podia ser escolhido, mas optei por este porque nele há um discurso emotivo de Abe (Tony Shalhoub) sobre a filha. Abe tem uma epifania sobre ela e a sua capacidade de fazer a diferença para todos, mas acima de tudo pela força de uma mulher num mundo dominado por homens e pela sua capacidade de sozinha ser capaz de tudo o que se compromete a fazer.

Personagem de destaque:

Susie Myerson (Alex Borstein) – Já destaquei Mrs. Maisel, portanto guardei este cantinho para Susie. Sem ela, talvez a carreira da nossa personagem principal nem sequer tivesse começado e a verdade é que, em todas as temporadas, Susie tem lugar de destaque ao lado de Maisel. Susie teve uma homenagem merecida no episódio 6 desta temporada e que, a par do oitavo, foi o meu favorito. Tivemos também oportunidade de saber o que o futuro reservou para Susie e como foi a relação das duas personagens. Consegui despedir-me das duas e vou ter muitas saudades de ambas.

Temporada: 5
Nº Episódios: 9
9.6
10
Interpretação
9
Argumento
10
Realização
9
Banda Sonora

Publicidade

Populares

calendário estreias posters maio 2024

the boys 4 homelander poster prime video

Recomendamos