A Discovery of Witches – Review da 3.ª Temporada
| 01 Mar, 2022

[Pode conter spoilers]

Temporada: 3

N.º de Episódios: 7

A Discovery of Witches, a série de romance e fantasia britânica já disponível para maratona na HBO Portugal, chegou ao fim naquela que foi uma season finale bastante agridoce.

Baseada na trilogia de livros de Deborah Harkness, a série conta a história de Diana Bishop (Teresa Palmer), uma historiógrafa que mais tarde descobre que é também uma bruxa bastante poderosa. Diana descobre inesperadamente um manuscrito enfeitiçado na Biblioteca Bodleian, em Oxford, e é essa descoberta que a força a dar outro olhar ao mundo da magia para desvendar os segredos que ele guarda sobre os seres mágicos.

Diana conhece um misterioso geneticista e vampiro, Matthew Clairmont (Matthew Goode). Apesar de uma desconfiança de longa data entre bruxas e vampiros, estes formam uma aliança improvável, mas muito poderosa, e decidem proteger o livro e resolver os mistérios escondidos enquanto evitam ameaças constantes.

Esta é a premissa de uma história que podia perfeitamente ter continuado para além desta 3.ª temporada. A Discovery of Witches regressa após um final triste e que promete vingança a Knox (Owen Teale), um dos principais vilões desta saga. Emily (Valarie Pettiford) é morta às mãos deste feiticeiro e Sarah (Alex Kingston) promete vingança; Diana sabe agora, depois de uma jornada ao passado, que vai ser mãe de gémeos, fruto da relação com Matthew.

O inicio desta 3.ª temporada de A Discovery of Witches é confuso devido ao tempo que passou desde do término da 2.ª temporada, fazendo parecer que há muitas perguntas para tão pouco tempo e para as merecidas respostas. Os restantes episódios vão dando algum alento e respondendo às várias questões dos espectadores num passo um pouco lento, mas sedutor, num argumento muito bem conseguido.

O grande vilão desta 3.ª e última temporada acaba por ser a “doença” de que os vampiros criados por Matthew sofrem: blood rage. Uma vez que Diana espera dois filhos de Matthew esta questão deve ser resolvida até ao nascimento dos bebés e a única solução é resolvê-la geneticamente. Matthew parte assim para New Orleans para encontrar algumas repostas e pedir ajuda aos vampiros outrora criados por si.

Claro que esta 3.ª temporada de A Discovery of Witches não podia deixar de ter drama. Jack (Toby Regbo), já crescido, com a ajuda de um vampiro, consegue viajar até ao futuro para encontrar Matthew e Diana, mas acontece que também ele padece de blood rage incontrolável e começam a aparecer humanos mortos em vários pontos da cidade. Com a ajuda de Matthew, Jack consegue controlar a doença e este é mais um capítulo fechado na saga dos Clairmont.

Na última temporada também Marcus (Edward Bluemel) tinha encontrado a sua parceira ideal, Phoebe Taylor (Adelle Leonce), que ajuda Diana a encontrar as páginas em falta pertencentes ao Livro da Vida, a única arma que tinham para enfrentar a Congregation.

Outra ameaça para esta família que reúne vários tipos de criaturas é Benjamin (Jacob Ifan). O assassino de Philippe De Clermont (James Purefoy), que está de regresso e promete fazer mal a Matthew e Diana, une-se a Satu (Malin Buska), a bruxa amargurada que vive na sombra de Diana e promete vingar-se desta apenas porque Diana é mais poderosa.

No geral, esta 3.ª temporada de A Discovery Of Witches está realmente bem conseguida. Excelentes interpretações, um argumento bem delineado, com figurinos bem pensados, numa realização extraordinária e banda sonora impecável, pecando apenas por ser uma última temporada apressada e sem o passo certo para todos os espectadores. Devido à pandemia houve, inclusive, uma troca dos atores que representavam um dos irmãos de Matthew, havendo uma ligeira quebra na série no que diz respeito a essa storyline.

A Discovery of Witches podia ter sido uma das melhores séries de fantasia da última década, mas infelizmente poderá cair no esquecimento devido a esta temporada final ter sido um pouco apressada e feita às três pancadas.

Melhor Episódio:

Episódio 5 – Este foi o melhor episódio da temporada, pois foi quando os gémeos de Matthew e Diana foram batizados. A família reuniu-se em Sept-Tours e fez-se uma festa para celebrar o nascimento dos bebés. Descobre-se que um dos gémeos, Rebecca, é vampira e Philip um feiticeiro. É também quando se sente um ponto de viragem na jornada destes nossos heróis. Benjamin continua a ser a principal ameaça, mas não por muito mais tempo.

Personagem de destaque:

Diana Bishop (Teresa Palmer) – Diana leva esta 3.ª temporada de A Discovery of Witches às costas. Ela sempre foi o centro da ação e toda a química que tem com Matthew é um grande destaque na série. O que é facto é que Diana lutou pelo marido, teve dois bebés saudáveis e encontrou as páginas do Livro da Vida que vieram trazer paz ao mundo da magia. Protegeu sempre os seus e nunca atirou a toalha ao chão. Merece sem sombra de dúvida este destaque!

Margarida Rodrigues Pinhal

Publicidade

Populares

heartstopper

westworld poster

Recomendamos