Dr. Brain – 01×01 – Episode 1
| 04 Nov, 2021

Publicidade

[Não contém spoilers]

Dr. Brain estreia hoje, dia 4 de novembro, na Apple TV+ e posso dizer que te vai surpreender.

Apesar de começar de maneira muito estranha e muito fictícia, acredita que se te aguentares até ao fim do primeiro episódio ainda vai ficar mais estranho. No entanto, é um estranho diferente e que faz apetecer ver mais outro e outro, até que quando dás por ela estás à espera que passe uma semana para que venha mais um. Para além disto, é usada aquela técnica muito comum hoje em dia de no final do episódio acontecer algo de inesperado ou então estar prestes a acontecer, mas cortam a coisa no clímax, mesmo para nos obrigar a ver o seguinte.

Mas de que trata afinal Dr. Brain, a primeira série sul-coreana da Apple TV+, realizada e produzida por Kim Jee-woon? É sobre a vida do brilhante neurocientista Sewon (Lee Sun-kyun), que se dedica a estudar o cérebro, mais particularmente a descobrir novas tecnologias que lhe permitam aceder às memórias deste órgão e sincronizar essas memórias entre pessoas.

Interessante, certo? No entanto, devido a uma terrível tragédia pessoal e desesperado para descobrir o que realmente aconteceu, ele muda a sua tentativa de revolucionar a ciência para se dedicar a uma busca que lhe permita resolver o mistério, conduzindo para isso “sincronizações cerebrais” com os mortos para aceder às suas memórias em busca de pistas. Este médico (como verás) é capaz de qualquer coisa, mas nem tudo lhe correrá como está à espera, tendo por vezes que se avir com a justiça.

Podemos dizer que temos aqui um verdadeiro guisado de géneros. Temos um pouco de filme noir? Temos. Temos um pouco de Frankenstein? Temos. Temos thriller, ficção e uns quantos sustos? Temos. Temos ação, drama (muito), coisas bizarras e complicadas de entender que dificilmente poderiam acontecer? Temos sim, senhor! Contudo, no final de contas, e apesar de parecer uma enorme confusão, as coisas têm, surpreendentemente, a sua coerência. No entanto, não esperes encontrá-la no primeiro episódio, porque certamente a confusão paira no ar no fim da primeira hora.

Todo o ambiente criado para esta série é interessante, mas ao mesmo tempo é aquele a que muitas séries coreanas já nos habituaram: ambientes escuros, pausas em coisas random, ambiente pesado, mas que rapidamente fica descontraído, entre outros (certamente já percebeste do que falo).

Os atores aqui envolvidos não deixaram a desejar e Sewon, principalmente, interpreta muito bem o seu personagem, pois nunca se sabe muito bem o que está a pensar e o que pode sair da cabeça deste génio.

Estamos numa altura em que ver séries coreanas está na moda (todos devem saber o porquê), mas acredito verdadeiramente que esta é uma minissérie de seis episódios que vale a pena espreitar.

Filipe Tavares

Publicidade

Populares

calendário estreias posters maio 2024

mayfair witches estreia

Recomendamos