Classificação

6.5
Interpretação
6.5
Argumento
6.5
Realização
6.5
Banda Sonora

[Pode conter spoilers]

iCarly, a série de sucesso do canal de animação Nickelodeon, está de regresso para um revival que promete ativar a memória de muitos fãs que cresceram a ver Carly (Miranda Cosgrove), uma miúda que juntamente com a melhor amiga criou um canal online com conteúdo cómico. O primeiro episódio deste revival do Paramount+, que conta com Miranda Cosgrove como produtora executiva, traz muitas caras conhecidas dos fãs e outras adições interessantes.

Vários anos depois, voltamos a ter Carly no centro da história. Ela volta para Seattle e tem agora uma colega de quarto, Harper (Laci Mosley). Decide então ressuscitar iCarly depois de umas quantas peripécias ao longo do episódio e acaba por ter a ajuda do seu irmão, Spencer (Jerry Trainor), e do eterno amigo Freddie (Nathan Kress).

iStart Over conta com 26 minutos de puro divertimento e umas quantas gargalhadas à mistura. O argumento básico típico de uma série teen acaba por trazer um sentimento agridoce, pois percebemos que os anos já passaram por nós e que já não somos aquelas crianças que se sentavam no sofá a ver iCarly. Um dos pontos altos acaba por ser o genérico, que mantém a canção original com algumas alterações necessárias, pois a tecnologia evoluiu bastante desde 2007.

Deste primeiro episódio – e da restante temporada – ficarão de fora os eternos Sam (Jennette McCurdy) e Gibby (Noah Munck), mas a introdução de novas personagens acabou por ser bastante interessante. Freddie divorciou-se duas vezes e tem uma filha adotiva, Millicent (Jaidyn Triplett), uma das personagens mais cómicas deste primeiro episódio, e ainda tivemos a oportunidade de ver a mãe de Spencer, Marissa (Mary Scheer), que continua a ser a maior. Spencer continua a deitar fogo às coisas sem dar por isso e parece que os anos não passaram por ele, porque continua o mesmo.

Tendo em conta este primeiro episódio do revival, posso dizer que o que mais me desiludiu acabou mesmo por ser a storyline de Carly. Claro que se percebe que precisa de alguém para fazer o programa com ela, pois Sam está com um grupo de motards a viajar, mas nunca pensei que fosse precisar de um rapaz para isso. A colega de casa de Carly, Harper, pareceu ser uma boa adição ao elenco e com uma história interessante a ser explorada.

O revival de iCarly acaba por estar bem conseguido, pois conseguiu explorar novas histórias e soube desenvolvê-las, mas conseguiu também manter a essência original, fazendo os fãs viajar no tempo.

Margarida Rodrigues Pinhal