Classificação

8.5
Interpretação
8
Argumento
8
Realização
7
Banda Sonora

[Não contém spoilers]

Com uma storyline que me fez lembrar em momentos os Três Cartazes à Beira da Estrada, o piloto de Mare of Easttown acaba por ser um espelho da sua personagem principal Mare Sheehan (interpretada por Kate Winslet): uma série em que tudo parece acontecer a um ritmo diferente daquele em que esta vive. Mare, inspetora da polícia, é uma antiga heroína local, assombrada pelo falhanço de não ter resolvido o caso mais enigmático da sua pequena cidade, algo que a impactou para sempre.

A sombra desse falhanço não parece largá-la, tornando-a implacável e direta, ainda que mostre um lado compreensivo e justo. Dando a ideia de que parece preocupar-se com tudo e nada ao mesmo tempo. Refugiando-se na comida, álcool e trabalho para fugir de si mesma e do centro das atenções, o que se torna impossível visto que é constantemente lembrada do que foi, do seu estatuto na comunidade e de como parece parada no tempo, enquanto todos à sua volta seguem ou tentam mudar as suas vidas.

Para os apreciadores, como eu, de um estilo dramático e de humor negro americano à imagem dos irmãos Coen, o piloto de Mare of Easttown vai inicialmente parecer apenas mais uma variação do mesmo. Contudo, fui surpreendido pela forma como a série salta entre estilos de uma forma natural e envolvente, tornando-a uma produção sem filtros que facilmente poderia ser confusa, dado o número elevado de personagens e histórias que se cruzam. Tendo, contudo, o dom de conseguir manter a ordem no caos do seu universo, enquanto aborda vários temas fracturantes da atualidade, sempre com um tom cru, por vezes até sádico e com “viragens” súbitas para a componente de mistério e crime.

Não é fácil categorizar Mare of Easttown. Mas é possível dizer que nos deixa intrigados e sem uma reação clara no fim do primeiro episódio. É só à medida que vamos pensando na história que pequenas partes dela se vão desbloqueando e percebemos um pouco melhor a natureza das condutas de Mare, do seu círculo e a razão de ser do seu declínio.

Ironicamente acabei este episódio com a sensação que a redenção ou queda final, pode chegar através do que inicialmente parecia ser apenas mais um evento de rotina, mas que afinal promete ser o início do terramoto que abanará todo o universo de Easttown.

O primeiro episódio está disponível no catálogo da HBO Portugal.

Diogo Gouveia