Blindspot – 03×10 – Balance of Might
| 21 Jan, 2018

Publicidade

Contém Spoilers!!

Estamos a entrar no início da reta final desta temporada e quase não podia estar melhor. Com um destaque cada vez maior dado ao papel de Roman, temos um episódio sobre um esquema que envolve refugiados, enquanto assistimos à relação de Jane e Weller a estar mais próxima de acabar do que nunca.

Há uns meses atrás, Roman invadiu um campo de refugiados para avisar uma família que estavam a ser usados por John Saya, o homem que supostamente arranjava empregos aos refugiados. Quando descobrissem que ele estava a dizer a verdade deveriam ligar para uma jornalista, a namorada de Reade, e é assim que o episódio começa na timeline presente, com Megan e Reade a receberem uma chamada desta família e com Reade a conseguir fazer logo a conexão mental com uma tatuagem de Jane.

Durante a reunião com Salih aparecem os mercenários de Saya que os tentam matar, imediatamente depois de Reade descobrir que o homem que lhes deu o contacto de Megan foi Roman. Com a ajuda do FBI conseguem livrar-se de todos os atacantes e levar a salvo Salih e a sua família para a sede. Ao entrevistá-los descobrem que Saya os andava a utilizar para encobrir ataques terroristas; os homens da Saya cometiam o ataque e um refugiado levava com as culpas.  Com informações de que este estava a preparar um novo ataque, e com uma ideia de quais os refugiados que seriam culpabilizados, conseguem encontrar o hotel que será alvo do ataque. No ritmo acelerado do costume, Jane e Weller livram-se da bomba que estava no hotel enquanto Zapata encontra e salva os refugiados que estavam presos numa carrinha, onde se encontrava uma segunda bomba para não deixar provas. Torna-se impressionante a quantidade de bombas que já apareceram na vida de Weller e Jane!

Com Sloan apanhado por Reade, o caso fica fechado e a ténue ligação a Crawford ficou provada. Durante este episódio há mais duas coisas dignas de analisar. Primeiro, as aventuras de Roman; apesar de saber que este se relacionou com Blake apenas por causa do seu pai não consigo deixar de achar que o que existe entre os dois é real. Parece ter dado um passo no seu objetivo ao confrontar abertamente Victor acerca do que se passou em Marrocos, deixando claro onde é que cada um se encontra. Por fim, o passado de Jane. Apesar de já termos ouvido falar no nome, acho um pouco incoerente que apenas agora que a sua relação com Kurt está mal tudo a faça lembrar do tempo passado com Clem. Até no meio de um tiroteio se lembra dele. Kurt está desesperado para fazer alguma coisa para recuperar Jane, encontra provas que Roman esteve envolvido na suposta morte da filha dela e que afinal esta pode estar viva e que ele pode ter sido manipulado para achar que a tinha morto. Quando finalmente recupera alguma esperança de recuperar Jane, esta cede à tentação e vai ter com Clem ao seu quarto de hotel, deixando a sugestão de que uma reconciliação pode demorar mais do que previsto.

Em suma, foi mais um excelente episódio de um dos melhores policiais que está a dar atualmente, com um ótimo enredo e ainda melhor elenco. O que acharam?

Raul Araújo

Publicidade

Populares

calendário estreias posters maio 2024

mayfair witches estreia

Recomendamos