The Gifted – 01×08 – threat of eXtinction
| 25 Nov, 2017

Publicidade

[Contém spoilers]

The Fenris Wolf

Quando a ansiedade de querer ver o próximo episódio de The Gifted começava a esmorecer, as coisas voltam a agitar na série e somos surpreendidos por um episódio emotivo e muito envolvente. O nosso investimento na série é assim renovado com um episódio que fornece respostas a perguntas, semeia novos mistérios e ainda nos dá uma boa quota de ação. Era bom se o ritmo continuasse assim!

Que é que há de mais gótico do que lançar uma faca ao ar e pará-la a centímetros do nosso corpo com os nossos poderes magnéticos? Há que amar a personalidade de Lorna! Porém, este conflito entre ela e Marcos vem realçar que nenhum deles é particularmente bom a liderar e que se não fosse Thunderbird, o refúgio em que eles estão provavelmente já não existiria. Esperemos que o foco agora mude da zanga do casal para aquilo que os torna fortes juntos e seria bom se eles enfrentassem Carmen juntos da próxima vez e esta não viesse trazer drama forçado.

“You don’t turn your back on desperate people just because one of them might be dangerous.” Uma frase com grande significado, não só na série, mas também se for aplicada na vida real. Quando John não está envolvido no romance sem sentido com Blink consegue ser uma das personagens mais fortes da série.

Clarice, aka Blink, tem uma estranha reviravolta no seu arco de história. Depois de ter descoberto que inadvertidamente levou à destruição da casa de acolhimento onde passou a sua infância, esta semana descobre uma mutante sobrevivente. E se até aqui tudo bem, o problema vem com o plano de ela de usar os poderes de Dreamer para apagar as memórias da criança que está com problemas em lidar com o trauma. Bem, não só isso não me parece uma forma nada saudável de lidar com a tragédia como vai contra a deceção de Blink quando descobriu que Dreamer lhe tinha alterado as memórias. “Não faças aos outros o que não queres que te façam a ti”.

A missão de recolha de refugiados trouxe-nos várias boas surpresas. Não só tivemos um impressionante combo de poderes entre Thunderbird e Blink para derrotarem a Hound super-rápida, como ainda nos foi apresentada uma importante nova personagem. Havia o burburinho de que Rachel Summers poderia ser introduzida na série, mas afinal, por enquanto, quem temos é Esme. E os leitores de comics devem-na facilmente ter identificado como uma das Stepford Cuckoos. Estas são cinco gémeas idênticas com poderes psíquicos que conseguem unir as suas mentes e ampliar os seus poderes. O que também é interessante é que elas foram criadas pelo programa Weapon X (o mesmo responsável pela criação de Wolverine, Deadpool e X-23, aka Laura Kinney) e a sua mãe é Emma Frost, uma poderosa telepata que pudemos já ver em ação no filme X-Men: First Class e que foi interpretada por January Jones. Uma vez que Esme referiu que estava à procura da sua família, será que iremos conhecer as suas irmãs?

Grant Morrison foi um dos criadores das Stepford Cuckoos e durante o seu envolvimento na revista New X-Men também foi dada importância a outro elemento revelado neste episódio, Hypercortisone D, ou mais conhecida como a droga Kick, foi revelada ser a droga que o Dr. Campbell usa para conseguir controlar mutantes que entram assim para o seu grupo de Hounds. A Kick é uma droga altamente viciante e cuja overdose pode provocar morte, mas que produz efeitos espetaculares, aumentando durante um longo período de tempo as habilidades de super-humanos/mutantes (os poderes podem ser aumentados até 5x).

O episódio foi carregado de novas informações e a “joia da Coroa” vai para o que descobrimos sobre a família Strucker. Antes de mais é preciso dizer que tanto a cena inicial como a cena final com os elementos que conhecemos da família Strucker foram ternurentas e mostram que mesmo nos piores momentos eles podem contar uns com os outros.

Reed foi à procura do seu pai para obter mais informações sobre as Trask Industries e sobre a Sentinel Services e pode-se dizer que conseguiu bem mais daquilo que estava à espera. Desde a confirmação de que os Strucker são mesmo os von Strucker – nome original da família, à apresentação dos terríveis gémeos Fenris e de que Reed foi “curado” da manifestação do gene X, foram todas informações de deixar a boca aberta.

Desde o anúncio de que a série se ia centrar na família Strucker e de que íamos ter como protagonistas dois irmãos da família que se fala nos gémeos Fenris. Foi entretanto confirmado que Lauren e Andy não são uma adaptação desses gémeos e até tivemos num episódio anterior a referência a estas personagens num pedaço de jornal. No episódio desta semana ficamos a saber que eles são nada menos que o avô e a tia-avó de Reed. Quanto à revelação do nome von Strucker, apesar de os universos de The Gifted e da MCU não estarem ligados, ficamos a saber que o Baron von Strucker que aparece nos filmes do Capitain America e que também ele fez experiências em mutantes é de alguma maneira também ele um familiar de Reed.

Apesar de ter sido impressionante ver Otto Strucker ultrapassar os poderes de anulação de Pulse e mostrar que sozinho tem um poder imenso, desta forma a personagem de Pulse acabou por ser completamente desperdiçada e até tinha demonstrado ter algum potencial. O que é que torna a família Strucker diferente no que diz respeito aos seus poderes mutantes? Irá Reed algum dia despertar as suas habilidades? E se Otto sozinho era tão poderoso, o que será que irá acontecer quando Lauren e Andy derem as mãos e usarem os seus poderes?

Outro fator que pareceu completamente forçado foi o aparecimento repentino de uma grande força dos Sentinel Services em casa de Otto. Não foram dadas razões suficientes para eles pensarem que elementos do Mutant Underground estivessem naquele momento na casa dele.

Esta semana que vem The Gifted está de folga e só voltaremos a ter novo episódio na semana de 4 de dezembro. “outfoX” irá abordar o plano do Mutant Underground para resgatar os mutantes que estão prisioneiros da Sentinel Services. Mas será que conseguirão lidar com o problema dos Hound que se escondem entre os resgatados? Até lá, não temam o que não compreendem!

E já agora não se esqueçam de dar uma vistas de olhos à nova série da Marvel,  Runaways, e depois podem ler a review do piloto aqui.

Emanuel Candeias

Publicidade

Populares

calendário estreias posters junho 2024

station 19 abc

Recomendamos