The Gifted – 01×05 – boXed in
| 03 Nov, 2017

Publicidade

[Contém spoilers]

Pesadelo em “Turner” Street

Depois do excelente episódio da semana passada, cheio de ação e adrenalina, era de esperar uma diminuição do ritmo em boXed in. Apesar disso, sentiu-se também um pouco uma sensação de enrolar a história e um planeamento meio desleixado por parte dos mutantes.

Não deixando de ter sido um bom episódio, ficou aquém do esperado de uma mid season (tendo-se o episódio anterior encaixado melhor nessa categoria). À medida que começamos um novo arco de história na série, após o resgate de Reed e Polaris, o foco agora muda para o que foi feito a Pulse; sente-se, no entanto, a falta de um propósito maior e a liderança do Mutant Underground demonstra demasiadas decisões emocionais que podem comprometer a vida de todos aqueles que abrigam.

Esta semana quem roubou o holofote foi o agente Turner. Do seu ponto de vista vemos aquilo que aconteceu no passado, no evento a 15 de julho que virou a população geral definitivamente contra os mutantes, acelerando o seu controlo e perseguição. É fácil simpatizar e perceber o porquê da obsessão de Turner em perseguir mutantes depois do que lhe aconteceu e, inevitavelmente, sentimos um peso no coração quando no final ele tem que reviver a perda da filha após as suas memórias terem sido manipuladas. Sendo ele um dos maiores perigos aos mutantes não podemos considerá-lo no todo um verdadeiro vilão, pelo menos por enquanto. Mais alguém ficou com a sensação de que teria sido muito mais simples levar Turner para o quartel-general, interrogá-lo lá calmamente e depois apagar-lhe as memórias?

A relação entre Marcos e Lorna é não só adorável como credível. Juntos fazem aquele casal que acreditamos que ficarão unidos até ao fim e que são capazes de atravessar qualquer obstáculo. É envolvente vê-los a interagir e a trabalhar juntos e mesmo a destruir drones em conjunto. Um dos seus maiores defeitos cai em nenhum deles ter um perfil de líder, caindo melhor nessa categoria Thunderbird.

A família Strucker tem sido não só um dos focos da série como têm-se revelado semanalmente surpresas agradáveis. Porém, neste episódio se fez todo o sentido Reed provar a sua aliança e foi interessante vê-lo a depender do mutante (Fade) que esteve quase a trair (apesar de não perceber como consegue ele correr após lhe terem arrancado um pedaço de metal da perna uns minutos atrás), já os irmãos Strucker teriam ficado melhor de fora desta vez. A série possui personagens cativantes o suficiente para não ser preciso entrarem em todas as cenas. Na semana passada foi brutal vê-los a trabalhar em conjunto, mas neste episódio a ajuda que deram à mãe para salvar Trader pareceu nada menos do que forçada (não deveria ele ter ficado com uma hemorragia interna?).

Já as opiniões quanto a Dreamer dividem-se. Se há aqueles que acham desprezível o poder que ela usa, outros, como eu, conseguem apreciar uma abordagem a poderes mutantes que não são tão simples e facilmente utilizados, trazendo consigo um dilema moral. Para além do peso ético, Dreamer também traz ao ecrã uma perspetiva diferente de pessoas com habilidades da mente que não envolve apenas um fechar dos olhos e toque das mãos na cabeça. Quero com isto dizer que em termos visuais é apelativa a maneira como funcionam os poderes desta mutante. Que acham vocês?

O enredo com Pulse promete aquecer as coisas com mais uma página tirada do comic Days of Future Past. A série parece preparar-se para introduzir os Hounds, um grupo de mutantes com lavagem cerebral usados para caçar outros mutantes e levá-los para os campos de concentração. De realçar nesta história temos Ahab, o vilão responsável por controlar estes mutantes e outra grande personagem que pode fazer a sua aparição em The Gifted é Rachel Summers, a filha de Cyclops e Jean Grey e um dos principais recetáculos da Força Fénix. Seria sem dúvida uma adição de força à série!

Esta semana nos ”X-Files”:

  • Os leitores de comics poderão ter percebido a referência a Aurora na conversa do bebé de Polaris e Eclipse, sendo este o nome da mutante Jeanne-Marie Beaubier ,que pertence à equipa Alpha Flight. Além disso, pode ser que Lorna e Marcos não tenham que escolher só um nome, pois Aurora tem um irmão gémeo chamado Jean-Paul Beaubier, aka Northstar.
  • O mutante Pulse foi introduzido no universo Marvel em 2005 em X-Men vol. 2, #173. Combatendo ao lado dos X-Men, os seus poderes são tão fortes que a equipa pensou em usá-lo para neutralizar Apocalipse.

Na próxima semana, em “got your siX”, Thunderbird continuará à procura de respostas para o que os Sentinel Services fizeram ao seu melhor amigo. Já Blink, depois da descoberta do que Dreamer fez com ela, terá de tomar uma grande decisão sobre o seu futuro. Até lá, não temam o que não compreendem!

Emanuel Candeias

Publicidade

Populares

calendário estreias posters junho 2024

la brea 3 poster

Recomendamos