How to Get Away With Murder – 04×06 – Stay Strong, Mama
| 06 Nov, 2017

Publicidade

[Contém Spoilers]

“I can’t be strong all the time!” (Annalise Keating)

Começamos numa sessão de terapia. Annalise conta a Isaac a razão de ter despedido Bonnie: não quer ter de se preocupar com mais ninguém, especialmente com a necessidade de atenção de Bonnie. Parece que Annalise descobriu que Bonnie também teve terapia com Isaac, mas não. Isaac está apenas a levar a conversa nesse sentido.

A juntar a esta sessão temos imagens de uma nova, mas esta tem Isaac como paciente. Isaac sente necessidade de se aconselhar com um dos seus pares para saber como deve lidar com esta situação: contar a Annalise a verdade sobre Bonnie, deixar a terapia de Annalise e recomendar que ela troque de terapeuta ou simplesmente continuar como se nada tivesse acontecido. Mas, ao mesmo tempo, percebemos que o próprio Isaac precisa de terapia e que as sessões com Annalise estão a despertar nele sentimentos e pensamentos (a perda do bebé de Annalise, particularmente) que estavam aparentemente sanados na sua cabeça e sobre os quais já precisou de terapia no passado. Ele é aconselhado a reencaminhar Annalise para outro terapeuta, para bem dela e para o seu próprio bem.

Porém, ele não o faz e puxa pelo “assunto Sam” na sessão com Annalise, de forma a chegar à perda do bebé e ao significado que isso tem na vida de Annalise. Para superar os problemas por resolver com Sam, Isaac sugere que Annalise lhe escreva uma carta. Annalise não o faz, mas conta-lhe a história da perda do filho e tudo o que isso significa para ela. Ela ainda hoje se culpa por essa perda e isso vai continuar, sendo esse o grande vazio da sua vida e a razão dela se ter tentado suicidar (informação que só Bonnie sabe). Que atuação de Viola Davis!

Esta sessão com Annalise só piorou o estado de Isaac, que discute isso mesmo com a sua terapeuta, que lhe mostra que estas conversas estão a prejudicá-los a todos, inclusive ela. A terapeuta tem uma relação com Isaac que vai para além da relação médico-paciente. Descobrimos no final do episódio que Isaac era casado com a sua terapeuta, Jacqueline, e que tinham uma filha em comum, que pelos vistos também morreu. Jacqueline visita ainda Annalise para falar com ela. O que quer? Dizer a Annalise para se afastar de Isaac ou algo mais?

O caso de Annalise de colocar uma ação coletiva contra o Estado sofre um novo golpe. A Promotoria está agora a dar uma ação de despejo à família de Claudia (a antiga colega de cela de Annalise) se esta não desistir de fazer parte da ação coletiva de Annalise. Denver anda com o ego em cima, pois está a conseguir destruir o processo de Annalise e a vangloriar-se ainda mais no seu caminho para Procurador-Geral e tudo isto apoiado e sustentado por Bonnie.

Annalise, com ajuda de Connor, a sua nova Bonnie, luta com unhas e dentes para conseguir que esta família mantenha a sua casa. Sem conseguir que o juiz anule as ações de despejo, Annalise não tem outra hipótese senão fazer uma cena contra Denver em frente de toda a gente. Temos Annalise de volta!

Denver acaba por dispensar Bonnie do caso de Annalise por ela ser demasiado emotiva e estar muito envolvida, até demais.

Connor e Annalise descobrem uma maneira de impedir que os filhos de Claudia sejam despejados através de uma conferência de imprensa do miúdo e de Annalise, acusando a Promotoria de não defender corretamente as pessoas mais necessitadas.

Na Caplan and Gold acontece uma reunião urgente com o pai de Laurel, o que deixa Michaela e Oliver em suspenso e com medo do que isto pode significar. Será que Jorge descobriu que eles o andam a investigar e a ajudar Laurel? Não! Este só se reuniu com Tegan porque vai lançar as ações da empresa no mercado público, mas antes quer dar parte da empresa a Laurel de forma a que a sua fortuna esteja sempre assegurada, informação que ele lhe conta durante um jantar, no qual ela continua a esconder que ainda está grávida (apesar de ele parecer desconfiar).

Esta informação descansa Michaela e Oliver porque significa que ele não descobriu que o estão a investigar e que se calhar é melhor abandonarem essa ideia, mas Laurel demove-os e relata-lhes os verdadeiros factos: Denver sabia que eles estavam envolvidos nas mortes de Sam e Rebecca e, por isso, tinha algo contra todos eles; assim, sabendo que Laurel é filha de Jorge, Denver contactou-o quando Wes quis depor contra Annalise, já que todos seriam afetados, inclusive Jorge. A ideia não era do agrado do pai de Laurel, porque significava má imagem para a sua empresa no momento em que se ia tornar uma empresa com ações pública e podia fazer com que perdesse tudo. Assim, a solução foi mandar Dominic matar Wes, de forma a abafar tudo. Agora tudo tem lógica!

A decisão dos três é divulgar os documentos antes da empresa abrir as suas ações publicamente. No entanto, as informações vão passar a estar num computador super protegido, ao qual apenas o rapaz da informática e os três sócios da Caplan and Gold têm acesso. Tegan é a única hipótese e Michaela vai ter de fazer por isso.

Asher confronta Michaela sobre as mentiras que ela lhe tem contado e esta mente-lhe novamente dizendo que vai ajudar Laurel na altura do parto. Asher vai então até Laurel e oferece-lhe um urso de peluche. O que nós só descobrimos mais tarde é que no urso de peluche está uma câmara escondida, que filma a conversa entre Laurel, Michaela e Oliver que aconteceu mais tarde nesse dia e que faz com que Asher descubra que se passa algo que envolve o pai de Laurel. Confronta Michaela, que lhe conta a verdade sobre Jorge ter morto Wes. Asher sai de casa, totalmente transtornado, e vai para casa de Bonnie à procura de Frank, mas acaba nos braços de Bonnie, com esta lavada em lágrimas. Mau sinal! O que é que estes dois vão acabar por tramar?

Asher está a sentir-se cada vez mais excluído e isso não vai ser bom (se bem se lembram, ele, no flashforward da semana passada, estava preso por ser suspeito do que quer que seja que tenha acontecido).

Frank passou nos LSAT e declara todo o seu amor a Laurel, dizendo-lhe que o filho, sendo seu ou não, vai criá-lo e cuidar dele sempre. Quem será mesmo o pai? Até a própria Laurel tem dúvidas!

No flashforward desta semana, uma semana depois, vemos Isaac tentar desesperadamente falar com Annalise, dizendo-lhe que ela (Laurel) acordou, quando a vemos num chuveiro coberta de sangue. Annalise, Annalise, no que é que te meteste desta vez?

A relação de Annalise com Isaac está a causar-me muito curiosidade no que ainda está para vir. O facto de esta terapia estar a trazer à tona sentimentos tão nefastos para Isaac pode ter alguma coisa a ver com o que acontece nos flashforwards? Já falta pouco para descobrirmos!

Deixem-me só mencionar a grande interpretação de Viola. Nunca desilude! Tem sido um dos grandes pontos fortes da série!

David Pereira

Publicidade

Populares

calendário estreias posters maio 2024

the big cigar

Recomendamos