The Mayor – 01×01 – Pilot
| 06 Out, 2017

Atenção: esta review contém SPOILERS!

No passado dia 3 de outubro, chegou aos televisores americanos a série The Mayor, através do canal ABC. A sitcom, criada por Jeremy Bronson, retrata a vida de Courtney Rose (Brandon Micheal Hall), um jovem artista de hip-hop que se candidata a mayor da sua cidade natal, Fort Grey, na Califórnia, para promover a sua carreira musical. Aquilo que começa apenas como sendo uma brincadeira torna-se muito mais sério quando, inesperadamente, Courtney vence as eleições, tornando-se assim o mayor.

Para além de Brandon Micheal Hall, a série conta com outras caras conhecidas, como é o caso de Yvette Nicole Brown, que interpreta Dina Rose, a mãe de Courtney, e Lea Michele, que dá vida a Valentina, colega de Courtney (e uma versão não-musical de Rachel Berry, a sua personagem em Glee). O elenco regular inclui ainda Bernard David Jones no papel de Jermaine e Marcel Spears enquanto T.K. Clifton, os melhores amigos de Courtney e seus ajudantes tanto na sua campanha como na sua jornada enquanto mayor.

The Mayor torna-se interessante ao dar uso à comédia não só para entreter a audiência, mas também para criticar a sociedade e, de forma mais concreta, os seus políticos. Isto torna-se evidente no debate entre Courtney e Ed Gunt (David Spade), o rival de Courtney nas eleições para mayor de Fort Grey. Neste debate, Gunt fala sobre a sua intenção de renovar os espaços públicos até 2020, o que leva a que Courtney se ria e pergunte a Gunt se alguma vez esteve realmente nesses mesmos espaços. O seu discurso sentido sobre a comunidade e a importância de transformar a área onde cresceu num espaço limpo e seguro para todos é aquilo que, ultimamente, leva à sua vitória nas eleições.

No entanto, tão depressa como Courtney surpreende a audiência e os seus eleitores, também assim os desilude. De modo a renovar os espaços públicos, Courtney decide dar uma festa com a ajuda dos seus amigos e da comunidade. Enquanto se encontra na festa, Courtney recebe uma chamada de um club local, que o deixa com uma escolha a fazer: permanecer na festa e cumprir os seus deveres enquanto mayor, ou cantar com o seu rapper favorito no club. Para surpresa de absolutamente ninguém, Courtney escolhe a segunda opção e deixa a sua festa onde, devido à sua ausência, as coisas começam a dar para o torto. Após se aperceber da gravidade do seu erro, Courtney resolve levar as coisas mais a sério e passa a noite toda a renovar o espaço que, na manhã seguinte, está completamente irreconhecível, deixando de ser a lixeira que até então era.

No geral, The Mayor tem tudo para ser apelidada de “promissora”, sendo que a única crítica que lhe tenho a apontar é o facto de Valentina, a personagem de Lea Michele, ser em tudo semelhante a Rachel Berry, chegando, de igual modo, a tornar-se um pouco irritante. De uma personagem a outra, muda apenas a sua motivação: as aspirações de Rachel eram musicais, as de Valentina são completamente políticas. Ainda assim, recomendo esta série a todos aqueles que tenham algum interesse neste género e tema.

Inês Salvado

Publicidade

Populares

minx sugestão

obi-wan kenobi

Recomendamos