The Gifted – 01×03 – eXodus
| 18 Out, 2017

Publicidade

[Contém spoilers]

Os poderes mutantes também podem ser usados apenas para trazer beleza ao mundo

The Gifted diminui um pouco o ritmo esta semana e se, por um lado, esperamos que a história progrida em breve e não se arraste; por outro, este episódio permite-nos envolver mais no seio da família Strucker e perceber melhor a vida que tinham e a situação para a qual foram lançados. Com grandes momentos para as personagens, a série continua a solidificar-se como uma das boas estreias de 2017.

O momento inicial com Lorna e Marcos foi algo especial, um momento descontraído e bonito onde assistimos também ao nascer de uma ligação que iria florescer para algo muito profundo. Magnetismo + Radiação solar = a aurora boreal é a fórmula de amor que passamos a adorar.

Kate Strucker evolui a olhos vistos para uma das personagens favoritas da série. É bem verdade que os diamantes se formam sob grandes pressões e a sua pose final no centro entre Eclipse e Thunderbird assenta o seu papel como um verdadeiro membro do Mutant Underground. Salvar os filhos já não é só o que lhe interessa, ter um mundo justo em que eles possam viver é o próximo passo. E fiquei surpreendido por ver que Reed partilha da mesma ideologia, cheguei realmente a pensar que ele ia trair os mutantes para só mais tarde se arrepender. Afinal conseguiu evitar cometer o pior erro da sua vida. Outro elemento da família que finalmente também saiu das sombras foi Andy. Pudemos perceber um pouco do que lhe vai na cabeça e apesar de parecer inicialmente um perigoso tumulto de raiva, a verdade é que ele é um adolescente a quem foi roubada a vida só por ser diferente e que é perseguido pelos pais dos seus amigos, que o querem capturar ou matar só por ter nascido com um gene diferente do deles. Se tivessem o poder à mão não vos apeteceria também pôr bom senso nessa gente nem que fosse à força?

Thunderbird (John Proudstar) teve direito a algum relevo esta semana, mostrando ser um tutor para os novos mutantes, ajudando-os a compreender e controlar os seus poderes com base em ensinamentos do livro de Mr. Miyagi. O treino de Blink dá uma curva perigosa quando Dreamer, que nos é apresentada como o interesse amoroso de Thunderbird, decide implantar memórias falsas em Blink da sua relação com John para estimulá-la a usar os seus poderes e a salvar a família Strucker. Este é, em parte, um dos pontos mais fracos do episódio, pois a dependência dos poderes de Blink é muito forçada e interrogámo-nos como é que o grupo sobreviveu até ali sem ela. O consequente trio amoroso criado pela intervenção de Blink poderá agora trazer consequências negativas mais drásticas do que as vantagens que proporcionou.

Outros pontos interessantes:

– o Underground Railroad que é referido no episódio diz respeito a uma rede de rotas clandestinas existente nos Estados Unidos durante o século XVIII, que era usada para a fuga de escravos africanos para os estados do norte ou para o Canadá. Parece que a história realmente e infelizmente se repete.

– “Go get’em tiger!”. Sabem a quem pertence esta famosa expressão? É a frase que Mary Jane Watson costuma dizer ao nosso simpático vizinho Spider-Man

– será que a pessoa que Jace (o agente da Sentinel Services) dá a entender que uma vez arrancou a perna foi o Deadpool? A mim fez-me logo lembrar dele

– e a mutante desta semana é Dreamer: mais conhecida por Beautiful Dreamer no universo Marvel, esta mutante pertence ao grupo Morlock nos comics (grupo que também deverá ser referido na série) e tem tendência para se vestir ao género dos anos 20. Em relação aos seus poderes, como vimos neste episódio, ela tem a habilidade de, através do seu “dream smoke”, implantar falsas memórias nos outros, assim como também é capaz de modificar por completo a identidade de uma pessoa. Um ponto positivo é que estes efeitos são reversíveis, o que daria muito jeito para reverter a situação de Blink, mas uma vez que na série Dreamer parece ainda não ser capaz de dominar por completo os seus poderes, não sei se isso irá acontecer.

Ansiosos pelo próximo episódio? Para a semana, em “eXit strategy”, os mutantes irão decidir que é hora de tentar derrubar os Sentinel Services. Além disso, vamos poder assistir à tentativa de Lauren e Andy de combinarem os seus poderes. Wow, cheira-me a um ataque bem poderoso! Até lá, não temam o que não compreendem!

Emanuel Candeias

Publicidade

Populares

calendário estreias posters maio 2024

the boys 4 homelander poster prime video

Recomendamos