Classificação

7.5
Interpretação
5
Argumento
8
Realização
8
Banda Sonora

Contém Spoilers!

Este episódio foca-se em descobrir um novo nome para o quadro final dos membors da AIC, mas desta vez nem tudo é tão direto e óbvio como parece. Mais um episódio em que se denota o ritmo lento da adaptação da série a este novo esquema de episódio, em que luta por ocupar o tempo que resta para fazerem os 42 minutos.

Harry é recebido na equipa mesmo na altura em que se desconfia que alguém possa estar a passar informações para fora e Ryan começa a ficar nervoso, pois foi ele que as passou à sua amiga jornalista no episódio anterior. Graças a Nimah têm uma grande facilidade em encontrar o alvo desta semana, trata-se de Rebecca, uma conhecida e famosa organizadora de eventos possuidora de uma grande influência política.

Usando o noivado de Clay e da sua noiva para se infiltrarem na casa de Rebecca, com a desculpa de que querem que ela organize o evento do seu casamento, Ryan utiliza a sua amiga jornalista para investigar Rebecca, enquanto que Clay conta à sua noiva o porquê de estarem ali para poder revistar a casa à vontade. São surpreendidos quando esta os confronta e percebe que estão ali em trabalho, no entanto ela não é uma criminosa, mas sim alguém que está a ser chantageada e assim o objetivo da equipa adapta-se, para ajudar Rebecca e descobrir quem é que está por detrás dessa operação. Usando esta como isco numa reunião com um enviado dos chantagistas, acabam por fracassar e ambos acabam mortos. Quando Ryan persegue alguém que ele suspeita ser o atirador é surpreendido ao encontrar uma cara sua conhecida, Sebastian Chen.

O resto do episódio foi todo focado em reparar relações que estavam danificadas: Raina é raptada quando recebia um telefonema da sua irmã; Shelby confronta a noiva de Clay para a chamar à razão e convencê-la a continuar com Clay. Algo nesta conversa e na dinâmica apresentada nos episódios leva a crer que Shelby poderá estar mais uma vez apaixonada por um Haas. Harry telefona a Alex a despedir-se da equipa, quando na realidade está a ser ameaçado por Chen.

Foi uma história bastante fraca em que se notou mais do que nunca que o enredo não estava preparado para o tamanho de um episódio normal. A cada semana que passa, Quantico aproxima-se do final da temporada sem apresentar argumentos convincentes para apostarem numa terceira temporada. O que acharam?

Raul Araújo