Classificação

9
Interpretação
8.5
Argumento
8.2
Realização
9.3
Banda Sonora

Atenção: esta review contém SPOILERS!

Após um forte início de temporada, The Originals apresenta-nos o seu segundo episódio, No Quarter. Seguindo os desenvolvimentos da season première, este episódio traz, finalmente, toda a família Mikaelson (incluindo Kol e Rebekah) de volta a Nova Orleães com o objetivo de salvar Klaus de Marcel, que o mantém cativo. Ainda neste episódio, Vincent continua a sua investigação sobre os sigilos que aparecem pela cidade e os demónios de Klaus materializam-se de forma inesperada.

Como seria de esperar, o episódio abre com os irmãos Originais a recuperar as suas forças de modo a conseguirem realizar a tarefa que os aguarda. Acompanhados por Hayley, rapidamente regressam à cidade e, após alguma deliberação, formulam um plano para encontrar e recuperar o seu irmão: Rebekah convence Elijah a deixá-la servir de distração a Marcel, sendo que é menos provável que este a mate; enquanto isso, Hayley, Elijah, Freya e Kol forçam Josh a ajudá-los a localizar Klaus, ao ameaçarem Eddie (Keahu Kahuanui, mais conhecido por Danny Mahealani em Teen Wolf), o seu novo namorado.

Rebekah dirige-se ao cemitério Lafayette, onde Marcel facilmente a encontra, e tenta usar os sentimentos que este nutre por ela para seu proveito, implorando-lhe que liberte Klaus. O vampiro, no entanto, não se deixa convencer e relembra-a de todo o mal causado pela sua família, em especial àqueles que lhes são mais próximos. Ao perceber que o seu plano inicial não irá resultar, Rebekah ameaça-o com o mesmo feitiço que lhe havia sido lançado na temporada anterior, mas aquilo com que a Original não conta é a emboscada de Sofya, que aparece em auxílio de Marcel e a deixa inconsciente.

Em simultâneo, Freya, Elijah e Hayley procuram pela cidade por Klaus, acabando, por fim, por encontrá-lo aprisionado nos túneis por baixo da sua antiga residência. Enquanto se debatem para o libertar, Klaus enfrenta os seus próprios medos: a famosa lâmina de Papa Tunde encontra-se alojada no seu peito, levando a que o cérebro de Nik imagine Cami a seu lado, de modo a distraí-lo da dor que sente. Enquanto sua psicóloga, Cami leva-o a admitir que a razão pela qual o Original ainda não se conseguiu libertar da lâmina é o seu medo de, após conhecer Hope, a transformar num monstro, tal como ele se considera.

Os esforços para libertar Klaus são interrompidos quando Marcel chega à mansão e é confrontado por Elijah, que se voluntaria para o distrair de modo a que Freya e Hayley tenham mais tempo para quebrar o feitiço. Uma vez que Nik é libertado, Hayley vai em auxílio de Elijah e tenta apelar ao lado humano de Marcel que, novamente, não se deixa mover. Quando o vampiro está prestes a atacar, Klaus aparece e, com a ajuda da lâmina, consegue arranjar tempo suficiente para que todos fujam do local.

Enquanto tudo isto se passa, Kol está encarregue de vigiar Josh – uma tarefa que este, claramente, odeia. Depois de algum tempo passado a falar sobre Davina, Kol apercebe-se que Josh tem estado a trocar informação com Marcel e, após deixar o jovem vampiro inconsciente, parte em busca de Rebekah, a qual consegue facilmente recuperar, uma vez que não encontrar grande resistência por parte de Sofya. Quando a sua irmã recupera a consciência, ambos partem ao encontro dos restantes membros da sua família, mas nem tudo corre como planeado. Marcel não tarda a encontrá-los mas, desta vez, decide deixá-los ir, proibindo-os, no entanto, de regressar à cidade.

Pois é, este foi um episódio complicado para os Mikaelson, mas não nos estaremos a esquecer de alguém? Seguindo o desaparecimento de Adam, Maxine pede a Vincent que a ajude a encontrar o seu filho. A busca leva o bruxo a uma casa abandonada e, apesar de a série continuar sem nos dar muita informação acerca do assunto (pelo menos até agora), sabemos que toda a cidade está em perigo e a culpa pode ser de Vincent.

Tendo tudo isto em conta, acho que há algumas questões que merecem ser discutidas:

  • Será que Leah Pipes e Danielle Campbell voltarão a aparecer na série ou será que foi a última vez que vimos Cami?
  • Poderá Marcel confiar em Sofya ou terá esta a sua própria agenda?
  • Conseguirá Klaus ser o pai que deseja ser para Hope?
  • E, por último, como é que Hope está envolvida com o que se tem passado em Nova Orleães? So many questions, so little time… O que é que vocês acharam?

Inês Salvado