Classificação

7.5
Interpretação
7
Argumento
7.3
Realização
5.8
Banda Sonora

O que acontece quando, de todo o teu grupo de amigos, és o único que ainda não alcançaste algo de significativo na tua vida pessoal e profissional?

Pois bem, Nobodies apresenta-nos, não um, mas três comediantes/atores que se encontram na situação supracitada: enquanto que os restantes colegas já fazem aparições em grandes produções cinematográficas ou em espetáculos como o Saturday Night Live, Hugh, Larry e Rachel são apenas “os outros”, os “menos conhecidos” e procuram desesperadamente a sua hipótese de singrar no mundo hollywoodesco.

Depois de serem alvo de gozo por parte de amigos como Maya Rudolph e Nat Faxon, por atualmente serem os responsáveis por um programa para crianças chamado The Fartlemans, os três amigos anunciam que irão apresentar o guião de um filme a uma famosa produtora e que para personagem principal têm idealizado, nada mais nada menos, que Melissa McCarthy e é nesse sentido que se prossegue o episódio piloto.

Aquando do pitch do guião do filme, a confusão instala-se, pelo que os responsáveis da produtora não demonstram interesse algum no projeto. O twist surge quando Rachel afirma já ter acertada a contratação de Melissa McCarthy para o papel principal (o que é mentira) e com isto conseguem uma segunda reunião com a produtora com a condição de marcarem presença já com Melissa.

O resto do episódio envolve-nos num pequeno número de peripécias com o objetivo de assegurar McCarthy para o papel principal. Entre as artimanhas usadas destaco a reunião de Rachel com Ben Falcone (marido de Melissa) e um caricato jogo de basquete com Jason Bateman.

O episódio não é muito longo, é leve e agradável de se ver e termina com um excelente easter-egg ao nome da série, que só os mais atentos poderão perceber. A aposta em séries que nos mostram a vida dura de comediante parece estar a crescer e sinceramente é uma lufada de ar fresco, pelo menos feita assim ao estilo de Nobodies. Uma série que irei certamente seguir e que me deixou muito entusiasmado.

 João Alves