Blindspot – 02×13 – Name Not One Man
| 12 Fev, 2017

Publicidade

Esta semana, Blindspot apresenta um episódio misto, tanto aparece mais um caso para resolver relacionado com uma tatuagem, como também há avanços significativos no mistério que se enrola à volta de Shepard e Sandstorm.

Primeiramente referindo o caso, Patterson utiliza um programa ilegal que invade o direito à privacidade das pessoas e descobre uma comunicação referente a uma tatuagem, com o código de um capítulo da bíblia que não existe. A equipa acaba por descobrir que era referente a uma operação secreta levada a cabo por um agente do FBI, que usava um cidadão da população de uma vila que estava revoltada com o governo, devido à instalação de um cano que impediria o seu trabalho e o objetivo de tal operação seria levar os indivíduos mais zangados a efetuarem um ataque terrorista num sítio e tempo escolhidos pelo agente, de modo a este o poder impedir e apanhá-los. Quando Weller descobre isto, toma as rédeas da operação por ser demasiado tarde para impedir, mas tudo acaba com a morte de quem os estava a ajudar contra os seus próprios compatriotas. Depois de despedir o agente Boyd, conseguem convencer um dos cidadãos que foi apanhado a dizer o lugar do ataque e Weller, num “frente-a-frente” com um camião, consegue sair impune e levar, através das palavras, a que Tess (a principal terrorista) cedesse  voluntariamente o detonador.

Quanto a Sandstorm e a Shepard, Kurt e Jane perseguem o que descobriram no episódio anterior, visitando o antigo colégio, onde Kurt se relembra de um encontro com ela e descobre que foi esta a pagar-lhe a bolsa de estudos. Quando visita um antigo chefe seu já não muito lúcido (e com uma ajudinha do programa ilegal de Patterson), descobre que Shepard também esteve por detrás do impedimento da sua saída para Washington, pois necessitava dele em Nova Iorque. Shepard acaba por raptá-lo para descobrir o que ele sabe, mata quem lhe passou informações e tenta convencê-lo a juntar-se à sua causa, no entanto Weller, por muitas dúvidas que tenha na sua vida neste momento, continua com um bom sentido moral que o impede de aceitar.

Para terminar com duas dinâmicas que têm um pequeno papel mas não deixam de ser importantes, Zapata continua com inveja da nova relação de Reade, mas ainda não consegue enfrentar os seus sentimentos; Patterson, focada na sua vingança, trabalha tanto até atingir um estado de burnout, que acaba com ela a desmaiar devido à exaustão.

O que acharam deste episódio?  Na minha opinião foi bom, mas um pouco inferior ao que têm sido os últimos.

Raul Araújo

Publicidade

Populares

calendário estreias posters maio 2024

mayfair witches estreia

Recomendamos