Blindspot – 02×11 – Droll Autumn, Unmutual Lord
| 13 Jan, 2017

Publicidade

Esta semana, voltamos a ter um episódio de um caso individual em Blindspot. Como já se tornou hábito, os 42 minutos parecem conter ação para muito mais tempo.

O caso que aparece pela frente é o do aparecimento de um conhecido terrorista, porém quando o apanham descobrem que este tinha um acordo com a CIA intermediado pelo mesmo agente que torturou Jane uns meses antes. O acordo consistia em: se eles conseguissem salvar o filho dele que precisava de um transplante de coração ele diria a localização de um ataque terrorista que iria acontecer nesse dia. Kurt e Jane odeiam ter que trabalhar com a CIA, mas em prol da segurança são obrigados a fazê-lo. No entanto, a operação extremamente complicada ao filho de Anton corre mal e este morre. Assim, em vez de impedir um ataque terrorista este proclama que irão sentir a dor dele, o que leva Jane a perceber que o ataque era à filha do agente da CIA, Keaton. Conseguem chegar a tempo de impedir as bombas de rebentarem, mas a sua filha é apanhada por um terrorista e numa situação de tensão é Jane quem acaba por conseguir salvá-la, mostrando que é superior ao seu ex captor.

Reade e Zapata resolvem os seus problemas devido ao avanço do primeiro, mas quando esta lhe faz um arranjinho com uma rapariga num bar parece quase arrepender-se, o que leva a questionar se iremos ver esta relação a avançar.

Kurt enfrenta a terrível notícia de que poderá ter que ver a sua filha a crescer ao longe, uma vez que Allie recebeu uma proposta de um emprego melhor e mais seguro no Colorado e faz tensões de o aceitar, uma vez que coloca a responsabilidade em cima de Kurt de um modo que convida pouco a aceitar uma recusa.

Quanto ao que se relaciona com Sandstorm, Patterson descobre uma informação relevante na tatuagem do leopardo que se relaciona com Roman, enquanto que este faz um pequeno progresso com uma psicóloga, apenas para ser considerado alguém com tendências psicopatas e com falta de empatia, cuja melhor medida a tomar seria internar num hospital psiquiátrico. Claro que não irá ser isto que acontece e espero bem que não porque queremos ver mais Roman na série. Para terminar, não foi um episódio que se destacasse, mas não aborrece, sendo que é necessário existirem estes episódios de uma tatuagem que não possuem grandes avanços na história para se conseguirem destacar os outros.

Raul Araújo

Publicidade

Populares

calendário estreias posters maio 2024

trying 4 apple tv+

Recomendamos