How To Get Away With Murder – 03×08 – No More Blood
| 13 Nov, 2016

Publicidade

Neste episódio, o reencontro de Laurel e Frank prossegue, com confrontações mútuas, discutindo todas as mentiras ditas ao longo deste período. Annalise, neste momento, liga a Laurel e avisa Frank que se aparecer em sua casa vai ser um homem morto.

Wes recebe a intimação para depor acerca do caso Mahoney, mas como mentiu à polícia e Charles tem um álibi, torna-se complicado, pois estaria a mentir à polícia quando esta já sabia a verdade. Assim, precisam de descobrir qual o álibi de Charles e tentar descartá-lo. Para isso, recorrem a Frank, que segue a advogada de Charles até encontrar o álibi.

Entretanto, os Keating 5 são chamados a casa de Annalise para discutirem o problema em que Wes está envolvido. Connor e Michaela viram as costas a Wes afirmando que este é que se meteu nesta trapalhada e por isso não o vão ajudar a sair dela.

Enquanto Frank tenta descobrir o álibi, Wes e Laurel vão buscar o registo médico de Wes de quando esteve internado na ala psiquiátrica de forma a ganharem tempo, pois Wes teria de passar por um teste psicológico antes de poder testemunhar.

O álibi não é nada mais do que a mulher que trabalhava para Mahoney e que pagou a Frank para ele tramar Annalise, resultando no acidente que terminou com a morte do filho dela. Tudo isto traz memórias muito infelizes a Annalise, que fica assim com um dilema para resolver: vingar-se ou não da mulher.

Frank consegue entrar em casa da mulher, mas Annalise ameaça-o, dizendo que se ele fizer algum mal, a ela ou à filha, conta tudo à polícia, “no more blood!”.  Frank cumpre com o que ela lhe pediu e sai de casa da mulher.

Tem início o julgamento de Charles e Wes mantém a sua versão dos factos, dizendo que viu Charles no local da morte do pai. Segue-se o depoimento da mulher, afirmando que esteve com Charles no dia da morte de Mahoney, visto que estavam a ter um caso amoroso nessa altura. Aqui ficamos a saber de um plano de Annalise para salvar Wes e desmontar o álibi de Charles. A mulher é confrontada pela advogada de acusação se havia falado com Charles depois deste ter sido preso, facto que ela nega. No entanto, existem registos telefónicos de uma chamada entre o seu telefone de casa e um telemóvel encontrado na posse de Charles na prisão. E como tudo isto aconteceu? Bem, Annalise comprou um telemóvel descartável, que entregou a Bonnie, que por sua vez conseguiu pôr o telemóvel nas mãos de Charles na prisão. Laurel fala com Nate, que agora trabalha para a promotoria, para este denunciar à advogada que Charles tinha um telemóvel na cela. Isto tudo porque, na noite anterior, Frank tinha voltado a casa da mulher e ligado do telefone fixo para o tal telemóvel, deixando assim um registo de contacto entre os dois. Só mesmo a cabeça de Annalise para conceber um plano tão brilhante!

Ainda neste episódio, Annalise compromete-se a ajudar Hargrove com as questões do divórcio e da guarda dos filhos; Asher atende uma chamada da mãe de Michaela (qual será a importância da mãe de Michaela para a história? Ainda não percebi bem, mas o seu nome tem sido muito falado esta temporada e Michaela está com ela no dia do incêndio); Connor e Oliver, quando a relação parecia estar a voltar ao normal, acabam a discutir novamente, porque Connor continua a ocultar de Oliver o que realmente se passa, de forma a protegê-lo e este afirma que ele está “damaged“.

No final do episódio, dá-se o encontro entre Annalise e Frank. Frank conta a sua versão dos acontecimentos, de como sempre pensou em contar a verdade, mas que Sam o impediu e de como está arrependido.  Annalise acusa-o de ter morto o seu filho e de ter a coragem de ter ficado na sua vida, mentindo-lhe constantemente e fazendo com que ela não fizesse menos do que protegê-lo e amá-lo. Frank diz que tem uma forma de a compensar e aponta uma arma à sua própria cabeça. Annalise incentiva-o a puxar o gatilho, ao mesmo tempo que Bonnie entra e o tenta demover dessa ideia.

O momento do episódio! Cena muito bem conseguida, que nos deixa em suspenso à espera do que vai acontecer no segundo seguinte.

No flashforward desta semana, Annalise continua presa e confronta Bonnie, perguntando-lhe se foi ela que deu as informações à polícia. Bonnie nega e assegura-lhe que vai encontrar o responsável. Estamos perante uma Annalise de rastos, prestes a desistir de tudo, “I’m done!”.

Após isto, Bonnie diz a Michaela, Asher e Oliver que alguém deu informações à polícia e que é por isso que Annalise está presa e estes confrontam-na sobre a identidade do morto.

Connor é o último a ser eliminado da lista fatal, visto que estava na cama com Thomas. Sobram Nate e Frank!

Episódio que começou calmamente, mas que se tornou mais entusiasmante enquanto os minutos iam passando e que acabou de uma forma muito boa e que deixa muitas portas abertas para o episódio final antes do interregno de inverno, no qual vamos descobrir o que se passou realmente em casa de Annalise e vamos responder à grande questão: “who is under the sheet”?

David Pereira

Publicidade

Populares

calendário estreias posters maio 2024

mayfair witches estreia

Recomendamos