How To Get Away With Murder – 03×07 – Call it Mother’s Intuition
| 06 Nov, 2016

Publicidade

No início do episódio ficamos a saber porque razão Annalise está detida. Ela é acusada de incêndio e homicídio com que fundamentos? Com base numa fonte anónima que deu informações à polícia que a ligam aos crimes.

Voltando ao presente, vemos Wes mentir à polícia dizendo que viu Charles (o seu irmão) aquando da morte do pai, mas esqueceu-se de que Charles pode ter um álibi! Tão óbvio que nem parece ele um estudante de direito! Mas Annalise tranquiliza-o dizendo que não há problema porque falou com Eve. Mentira! Annalise a tranquilizar Wes tal qual uma mãe faria com um filho. Sim, porque este episódio gira todo em volta da relação mãe-filho(s), não fosse o caso da semana sobre uma senhora que foi envenenada, supostamente, pelos próprios filhos.

Descobrimos que a senhora é uma pessoa horrível, manipuladora, desagradável, perversa e que abusa verbalmente dos filhos. Uma Annalise Keating, segundo Drake! Como os filhos da senhora têm um grande ressentimento para com a mãe, Annalise sabe que colocá-los a depor será um erro e, consequentemente, um caso perdido. Assim, promete aos alunos que quem encontrar um novo suspeito terá nota máxima na sua disciplina. Asher acaba por encontrar um possível suspeito, contudo este está numa relação secreta com a filha da senhora e a ligação acaba sempre por ir ter aos três filhos. Os três filhos acabam por depor perante a mãe e não podia correr pior, a senhora é mesmo intragável e consegue trazer ao de cima o pior dos filhos.

Annalise encontra a solução para o caso, pois acha que a própria senhora se envenenou e acusa agora os filhos, por ter descoberto que estes fantasiam com a sua morte. Laurel fica responsável por confrontar a senhora com esta acusação, já que Laurel se acha uma marioneta nas mãos de Annalise (uma das acusações que Laurel faz a Annalise), Annalise vai realmente usá-la como sua marioneta (temos então o último Keating 5 como first chair).

Já em tribunal as coisas não começam da melhor forma para Laurel, contudo esta consegue dar a volta ao problema e fazer com que a senhora confesse que se envenenou a si própria depois de descobrir as trocas de mensagens entre os filhos dizendo mal de si. Irrepreensível Laurel! A nota máxima é sua com todo o mérito!

Entretanto, Charles tem mesmo um álibi, o que prova que Wes mentiu à polícia e isso pode trazer problemas para os nossos advogados preferidos! Isto leva-nos ao momento alto deste episódio, pois sem saber o que fazer e sentindo-se num beco sem saída, Annalise admite que mente e omite informações dos Keating 5 de forma a protegê-los e pede-lhes que digam tudo o que sentem em relação a ela para que não acabe envenenada, fazendo uma analogia com o caso da semana. Temos um sem fim de acusações por parte dos Keating 5: desde fria a alcoólica, falsa, miserável, patética, triste, tóxica e muito mais (uma sessão de terapia para todos eles). A exceção foi Wes, que afirma que já lhe disse o que sentia.

Ainda neste episódio, Annalise continua a sua luta contra o alcoolismo e volta às reuniões dos AA. Na reunião desta semana assistimos ao discurso da diretora Hargrove e ficamos a saber que ela tem dois filhos que a detestam e ignoram devido ao seu problema de alcoolismo. Annalise, apesar de aparentar não querer conectar-se com Hargrove, acaba por ajudá-la, recomendando-lhe um bom advogado para lutar pela custódia dos filhos.

Oliver continua o seu relacionamento com Thomas, mas depois deste descobrir que Oliver tem SIDA decide terminar a relação. Oliver acaba por apoiar-se em Connor, já que este é quem melhor compreende a sua situação. Os dois acabam por envolver-se e fica no ar um possível reatamento da relação.

Frank visita Bonnie de forma a desculpar-se e a voltar a ter a sua ajuda para regressar a “casa”. Porém, Bonnie não vai na sua conversa e mostra-se sentida por ele a ter abandonado no motel e  não vai ajudá-lo mais. Depois de deixar Bonnie, Frank surpreende Laurel, acontecendo um dos dois reencontros mais aguardados desta temporada (falta o de Frank e Annalise) e ouve esta dizer a Wes que o ama (isto depois de já os ter visto juntos). Mas vamos ter de esperar pelo próximo episódio para saber o que resulta deste reencontro. O que Frank irá fazer agora que sabe da relação de Laurel e Wes?

Assistimos então ao flashforward: Laurel acorda no hospital e pede a Maggie uma caneta, acabando por escrever “Wes”. Wes, por sua vez, encontra-se na esquadra prestes a assinar um acordo de imunidade por testemunhar contra Annalise. Wes é a fonte anónima responsável pela detenção de Annalise! O que é que acabou de acontecer? Os “filhos” são mesmo ingratos com as suas mães!

Porque é que Wes está a acusar Annalise? Ao acusar Annalise está a acusar todos os Keating 5, contando tudo o que se passou anteriormente? Terá sido a conversa em que Nate lhe diz para ter atenção e cuidado com Annalise que o levou a fazer isto? Ou será isto tudo um plano arquitetado por Annalise de forma a livrá-los de novos problemas e que mostra que estão novamente todos envolvidos no que aconteceu em sua casa? Laurel ao escrever o nome de Wes não estará a tentar dizer o que Wes está prestes a fazer e não a tentar saber se ele está bem, como Maggie pensou?

Wes é por isto eliminado da lista fatal, sobrando Nate, Frank e Connor. Em quem apostam?

Devo confessar que por esta não esperava e achava que Wes seria um dos últimos a ser eliminado da lista ou que poderia mesmo ser o morto. Parece que me enganei, mas nesta série nada é o que parece e ainda bem! Assim somos surpreendidos a cada episódio e é isso que faz com que esta seja uma das grandes séries da atualidade, pelo menos para mim!

David Pereira

Publicidade

Populares

calendário estreias posters maio 2024

eric netflix

Recomendamos