Goliath – 01×01 – Of Mice and Men
| 17 Out, 2016

Publicidade

Goliath, a nova série original da Amazon, conta a história de Billy McBride, outrora um advogado de renome e bastante conceituado, hoje um advogado de casos pequenos, com uma vida em desgraça.

Billy vive num daqueles blocos de apartamentos, que habitualmente vemos nos filmes, que parecem motéis. O começo do seu dia, e o fim também, centram-se num bar perto de casa, e logo desde bem cedo o álcool faz parte da “dieta” deste advogado. A dado momento, Billy é abordado por uma colega sua, pedindo-lhe que a ajudasse num caso que envolve a morte do irmão de uma amiga desta. Isto remete-nos para o início do episódio, onde dois anos antes da trama, vemos um barco piscatório ser surpreendido por estilhaços em fogo, e uma onda gigante, provenientes da enorme explosão de um barco ali próximo, que vitimou um homem. Billy decide não aceitar o caso, até se encontrar e conversar com a viúva. Sendo um advogado fora do comum, tem uma abordagem um tanto ou quanto agressiva quando crê que tem a razão do seu lado.

Após as respostas evasivas da viúva, Billy desconfia que existe mais qualquer coisa além de um hipotético suicídio ou acidente e, ali sim, parece ter matéria para avançar com o caso. O que Billy não sabia era que a empresa para a qual trabalhava o falecido no barco é uma empresa de grande nome, fabricante de bombas (coincidências?!) e cliente da conceituadíssima empresa de advogados que Billy ajudou a construir e erguer, e da qual foi expulso, a Cooperman/McBride.

Sim, a grande empresa de advocacia, com escritórios por todo o mundo, continua a ter no seu nome o apelido de Billy. Neste primeiro episódio ficamos sem saber o que terá acontecido para que o nosso amigo tenha sido expulso da sua própria empresa, na qual a sua ex-mulher ainda trabalha. Rapidamente Billy apercebe-se que está a nadar no meio dos tubarões quando começa a ser alvo de ameaças, subtis é certo, mas quanto mais ele investiga, quanto mais vai metendo o dedo na ferida, mais apertado vai ficando o cerco. Na prática, a explosão no barco foi muito mais do que um suicídio ou acidente, dando a sensação que poderá ter sido uma explosão de bomba nuclear, dada a onda de choque que provocou. A empresa fabricante de bombas terá oferecido dinheiro suficiente para silenciar muitos – as testemunhas do barco piscatório, até mesmo a viúva, assim nos fazem crer, mas não a irmã do homem, que procura por justiça. Billy vê aqui uma hipótese de voltar à ribalta, voltar a ser o advogado que em tempos já foi, e pelo que vemos nada o demove, um homem obstinado, sem medo de ameaças, apenas com vontade de descobrir a verdade.

Um excelente primeiro episódio e, como não podia deixar de ser, uma excelente interpretação de Billy Bob Thornton.

Ana Galego Santos

Publicidade

Populares

calendário estreias posters junho 2024

Clãs da Galiza Clanes Netflix

Recomendamos