Fear The Walking Dead – 02×12 – Pillar of Salt
| 22 Set, 2016

Publicidade

Contém SPOILERS!

Mais um episódio se passou, respondendo a algumas questões e levantando outras. O ambiente começa a aquecer e os três episódios que restam prometem muita ação. É verdade que Fear The Walking Dead não é a série mãe, apresenta uma ambiência muito própria, no entanto tem conseguido surpreender em alguns aspetos.

Começando por Ofelia, apenas tenho uma expressão: desilusão. Além do seu desaparecimento inexplicado, nada faria esperar que tivesse abandonado o grupo deliberadamente para regressar aos EUA. A jovem, através de flashbacks, mostra-nos o ex-noivo que ela vai procurar. A viagem é longa, uma das maiores do universo de The Walking Dead, e ela encontra-se sozinha. Vamos ver no que isto dá… duvido que vá muito longe.

A situação no hotel, quando tudo prometia que iria correr certo, começa com uma tragédia: a mãe de Jessica, a noiva zombie, esfaqueia Strand. É verdade que Strand matou Jessica, mas apenas fez um favor ao grupo. O mundo apocalíptico não é feito à medida de todos e alguns teimam em resistir à nova realidade que os rodeia. A negação de que os zombies são uma ameaça, e que nada voltará a ser como antes, acaba por ser um dos erros mais grosseiros que parte dos personagens vem revelando desde a primeira temporada.

O ataque a Strand leva a um grupo de clichés durante todo o episódio: Elena leva Madison ao armazém do gangue onde o seu sobrinho se encontra e onde Nick vai fazer as “compras” da sua comunidade. Por momentos ainda pensei que se iam cruzar, o que seria muito forçado. No entanto, momentos forçados acabaram por acontecer, já que Madison desafia as leis da sanidade mental e irrompe no interrogatório quando ouviu mencionar um gringo. Madison esteve muito perto do filho e acaba por sabê-lo. De regresso ao hotel, Strand tem os seus medicamentos e Madison acende as luzes do hotel para chamar a atenção de Nick quando, na realidade, é Travis que caminha na sua direção. A conversa entre Madison e Alicia acaba por revelar a carência de afeto da filha; a atenção foi sempre canalizada para o filho mais velho… um psiquiatra agora dava jeito por ali.

Por fim, o grupo de Nick. A saída da família capturada pelo gangue deixa todos em alerta máximo e Alejandro proíbe a saída de qualquer pessoa, isto porque a sua desconfiança em relação aos outros atinge níveis preocupantemente patológicos. Por outro lado, a relação de Nick e Luciana vai de vento em poupa, ou melhor, vai de furacão em poupa! Aquilo evolui tão rápido que até dói. Mas o pior de tudo isto é que o gangue do armazém descobriu a localização da comunidade e a guerra está prestes a começar!

Questões em análise:

  • Travis parece caminhar sozinho em direção ao hotel. Isto significa que Chris ficou para trás com o outro grupo? Ou que Travis vai avisá-los que devem caminhar naquela direção? O novo grupo de Chris ia criar momentos desconfortáveis no grupo de Madison.
  • Irá o gangue do armazém tentar conquistar o hotel? Ou vão contentar-se em conquistar a comunidade de Alejandro?
  • Irá a muralha de zombies ser útil para a defesa da comunidade de Alejandro? Ou será um estorvo da defesa?

Rui André Pereira

Publicidade

Populares

calendário estreias posters junho 2024

Clãs da Galiza Clanes Netflix

Recomendamos