Quantico – 01×22 – Yes (season finale)
| 17 Mai, 2016

Publicidade

Chegou ao fim. Uma das séries que se dizia ser das mais promissoras dos últimos tempos deu por terminada uma primeira temporada de muitos segredos, reviravoltas confusas e personagens falaciosas. Agora que se sabe que Liam é o verdadeiro terrorista, este rapta Miranda, tentando passar as culpas dos seus crimes para a mesma. Em Quantico, os outrora recrutas terminaram o seu treino e formação e são agora oficialmente agentes do FBI e decidem fazer uma festa de despedida. Alex e os seus colegas precisam de encontrar a identidade do terrorista para evitar um novo atentado.

É por estas e por outras que, por norma, não desisto das séries, mesmo não estando a gostar. Como já sabem, não sou um fã propriamente dito de Quantico e considero que a série é banal e não acho que seja trabalhada convenientemente. No entanto, este final veio a confirmar precisamente que o seu potencial estava lá e foi usado com respeito e dedicação. Com a identidade do terrorista já revelada, cabe ao criador Joshua Safran dar um remate às pontas soltas que ficaram, ou seja, acabaram-se os segredos. Já não há mais nada a desvendar porque agora está tudo exposto. Agora é hora de juntar todas estas personagens e dar-lhes um propósito. É com esta mentalidade que a série consegue magicar momentos verdadeiramente interessantes, num final que, ainda que com as suas falhas, termina com um BANG e que, pelo menos, se torna recompensador de tanta espera.

O formato de Quantico não está programado para 22 episódios. A série afoga-se no seu próprio enredo e torna-se desinteressante com o passar do tempo, muito porque as suas personagens não são cativantes o suficiente e os seus passados e/ou segredos surgem para camuflar a linha de história principal. Mesmo que as motivações de Liam não tenham sido credíveis o suficiente, o certo é que o ritmo do episódio ajuda a mantermos a nossa atenção durante os 45 minutos, criando momentos de grande adrenalina e unindo estas personagens tão distantes umas das outras. Ao deixar o espectador envolto na ação, esquecemo-nos de tudo aquilo que estava mal até agora e isto contribui também para que os atores consigam manobrar as situações sem serem prejudicados por algum segredo que não interessa a ninguém.

Portanto, Quantico termina, mas termina em nota alta e já há mote para a próxima temporada que, espero eu, seja bem melhor do que até agora foi. O potencial está lá, foi aproveitado agora, mas merece ser trabalhado com carinho no futuro, para os fãs e para a própria equipa, se a série for renovada mais vezes.

Jorge Lestre

Publicidade

Populares

calendário estreias posters maio 2024

the boys 4 homelander poster prime video

Recomendamos