Once Upon a Time – 05×20 – Firebird
| 04 Mai, 2016

Publicidade

Se acompanham as minhas reviews sabem que não sou daquelas fãs entusiastas do casal Captain Swan. Na verdade, até referi que preferia ver Emma com Neal. Mas Firebird fez com que tivesse empatia pelo casal. Poucas vezes isso aconteceu e nunca com tanta intensidade.

O pessoal foi para o Submundo para trazer Hook de volta e sinceramente sempre pensei que essa questão tivesse ficado resolvida quando o salvaram. Emma ia fazer o mesmo que Snow e dividir o seu coração com ele. Fácil, simples, vamos embora. Certo? Pois, afinal não. Mas antes de analisarmos isto a fundo, vamos ver primeiro Rumplestiltskin e o seu plano 2 em 1.

Depois de usar o seu papa para raptar Zelena e obrigarem Hades a rasgar o contrato do bebé, Rumple dá uma nega ao pai acerca do coração que lhe prometera. Afinal, uma boa ação não compensa uma vida de desprezo e egoísmo. E Rumple é um homem muito, muito rancoroso.

Claro que como isto é Once Upon a Time, há sempre um truque na manga de alguém. Pan tinha de ter um plano B no caso de algo correr mal. Caixa de Pandora. Uma maneira de manter Belle segura. Rumple bem que poderia carregar Belle até ao portal, mas haveria sempre o risco dos seus milhares de inimigos aparecerem e estragarem a festa. A caixa pelo coração.

Juro-vos por tudo que quando o Rumple tirou o coração ao Robin, eu fiquei… “O Robin pelo Pan?! Sim, por favor!”. A minha alegria durou até eu me lembrar que o tempo de Pan já tinha passado. Por muito bom vilão que ele tenha sido, o seu tempo acabou. A personagem era boa, mas ele não. Pan merecia um dos destinos mais cruéis que o Submundo podia oferecer. E foi o que teve. Levou com um coração falso recheadinho de água do rio das almas perdidas. A vingança de Rumple deve ter-lhe sabido a mel, aposto.

Não ficaram intrigados por Rumple não ter conseguido acordar Belle com o beijo? Eles são almas gémeas, apesar de todas as divergências. Como é que não resultou? Será que foi por Rumple ter optado pelas trevas para salvar o bebé ou por Belle ter decidido que seria o pai a acordá-la e como foi esse o caso apenas ele tem esse poder? Não faço ideia como estas coisas funcionam, sinceramente.

Ok, Hook. Emma. Hades. Zelena. O resto do pessoal. Já não era sem tempo que Zelena beijasse Hades para os tirar a todos dali. Eles sempre falaram em ir embora e tal, mas será que alguém sabia de um modo de regressar? Se o coração de Hades não tivesse voltado a bater como é que tinham saído dali? É uma pergunta inútil agora, mas deixou-me a pensar.

Terei sido eu a única parva que ainda chegou a acreditar no Hades? Durante uns minutos, ainda achei que fosse possível o Deus dos Mortos realmente ter mudado por Zelena. Contudo, parece-me que os seus planos são muito mais vastos do que uma vida ao lado da mulher que ama. Se nem o Rumple é capaz de mudar, como é que Hades, HADES, o faria? Pobre Zelena! Sejam quais forem os planos de Hades, ela não vai gostar. Ou será que ela está tão cega de amor por Hades que se aliará a ele sejam quais forem os seus planos? Hum…

Em relação a Emma e Hook, não estava nada à espera, confesso! A série não tem muito por hábito matar personagens relevantes e com as audiências em maré baixa, até que ponto se vão atrever a matar Hook? OK, eles voltaram para Storybrooke e Hook ficou no Submundo. O problema nisto é que Hook é a melhor personagem masculina a seguir ao Rumple. Acho um insulto matarem o Hook e deixarem o inútil do Robin vivo. Eu queria não falar mal dele outra vez, mas já que estamos em modo de matar namorados/maridos, tinha de vir à baila. Por isso, não, não acredito que seja este o fim do Hook. No entanto, fica aqui um enorme elogio a Colin O’Donoghue e a Jennifer Morrison pelas suas prestações na cena de despedida do casal. Foi muito emotivo!

Os flashbacks andaram em volta da armadura de Emma, que é personificada no seu famoso casaco de cabedal vermelho. Hook fê-la prometer não voltar à pessoa fechada que era e aqui vimos o que a tornou assim. Após anos e anos a tentar encontrar as suas origens, tinha de vir alguém dizer a Emma que estava na altura de parar. Sim, sabemos as razões de ela não ter encontrado nada e sim, ela teve todas as razões para criar a sua armadura. Mas espero que, se estiver errada e Hook tenha ficado mesmo de fora do jogo, que Emma não volte mesmo a ser a pessoa que era. A Emma chorona e revoltada é uma seca tremenda e é um capítulo fechado.

Para a semana voltamos a Storybrooke e é a primeira vez que tenho vontade de voltar a ver a cidade. Estranho.

Maria Sofia Santos

Publicidade

Populares

calendário estreias posters junho 2024

la brea 3 poster

Recomendamos