Classificação

7.5
Interpretação
7.8
Argumento
8
Realização
7.5
Banda Sonora

Alerta de spoilers!

Gotham começa a ficar mais interessante conforme chega à season finale, expondo uma batalha entre as personagens principais e o imparável Azrael, que está incessantemente à caça de Gordon. Com várias surpresas, cenas engraçadas e emotivas, este episódio foi cá uma bela surpresa!

O título do episódio é Unleashed e parece referir-se à fuga de Azrael das mãos de Hugo Strange, apesar de ainda seguir a única ordem que o médico lhe deu: encontrar e assassinar James Gordon. Azrael não apareceu em muitos episódios em comparação com Theo Galavan, mas gostei da personagem. É intimidante e descontrolado, duas características essenciais para um vilão de Gotham.

Durante os últimos episódios, os planos de Hugo Strange têm estado a ficar cada vez mais absurdos. Primeiro libertou Oswald Cobblepot por razão nenhuma, que voltou ao seu estado “normal” após algum tempo (devido à morte do pai); depois libertou Barbara Kean, um perigo para a sociedade com graves problemas mentais e que pode perder o juízo em qualquer momento. Neste episódio comete ainda mais uma asneira (que por mim foi até desculpável), quando cria Azrael e o manda assassinar James Gordon, mas este foge e caminha pelas ruas de Gotham à procura de Gordon. E para piorar, Strange decide esperar pela polícia para “limpar” o caos, ao invés de resolver o problema com as suas próprias mãos. É difícil avaliar Hugo Strange como uma personagem, pois gostava dele no princípio da temporada, no entanto fez decisões de maneira tão insensata neste episódio que confesso que fiquei desapontada.

O psiquiatra, pelo menos, fez algo inteligente, que foi eliminar todas as provas da existência da sua cave, a tempo da segunda visita de Gordon ao Arkham.

E por falar em Arkham, Selina decide invadir o hospital para ir buscar a sua amiga Bridgit, que foi internada lá. O plano corre terrivelmente mal, quando descobre que Bridgit também recebeu um “tratamento especial” de Strange e trata-se por Firefly. O episódio termina com a Firefly a tentar incendiar Selina. O que será dela? Se por algum milagre conseguir ser salva pelo próprio Dr. Strange, nem quero saber o que irá acontecer com a pobre rapariga!

Enquanto isto, no lado de fora de Arkham, Oswald, melhor dizendo, Penguin, faz a sua reentrada no mundo do crime da maneira mais espetacular possível. Com a ajuda do seu velho “amigo” Butch, explode em mil pedaços o corpo de Azrael com uma bazuca e diz olá a Gordon e Wayne. Agora que teve a sua vingança pela segunda vez, espero que não fique chateado com Gordon por o ter abandonado num hospital psiquiátrico.

Resumindo e concluindo, Unleashed foi um episódio emocionante e com muitos tópicos por resolver. Como estamos a aproximar-nos do fim da temporada, espero que ela acabe em grande. Mas como Azrael foi derrotado, quem será o grande vilão? Eu aposto que será um grupo formado pelo Dr. Strange, enviado para matar ou Bruce Wayne ou Gordon!

Cátia Neto

Notas:

  • A pequena conversa entre Selina e Nygma foi muito gira, especialmente por causa da maneira como selina respondia às sugestões de Nygma, que desconhece as habilidades da menina.
  • Após muito tempo ao lado de Butch sem fazer praticamente nada, tem uma cena emocional com o seu irmão Theo mas não resulta em nada e é esfaqueada por ele, mas milagrosamente sobrevive. Espero que aproveitem esta oportunidade para aprofundar a sua personagem e torná-la mais interessante!