Once Upon a Time – 05×18 – Ruby Slippers
| 20 Abr, 2016

Publicidade

Horowitz e Kitsis deram-nos um cheirinho de uma relação LGBT logo nas primeiras temporadas entre Mulan e Aurora. No entanto, a relação entre a guerreira chinesa e a princesa sempre foi platónica. Aliás, para ser sincera, nunca foi claro se Mulan estava mesmo apaixonada por Aurora ou pelo marido Philip. É dos segredos mais bem guardados e frustrantes da série, a sério. O que é certo é que Mulan ainda sofre com o desgosto e desde essa altura que tem vindo a ajudar os outros para esquecer a sua dor.

Ruby, que chegou ao Submundo em busca de Zelena, é o grande foco do episódio. Tenho tanta pena que ela apareça tão poucas vezes. Adorava a amizade dela com Snow na primeira temporada e as aventuras que passaram juntas durante os tempos de fora da lei na Floresta Encantada.

Nos flashbacks, vemos Ruby e Mulan a chegarem a Oz, à procura da matilha dela, como anunciaram no episódio em que visitaram Merida. A história da matilha sempre me pareceu muito rebuscada e forçada, criada apenas para tirar Ruby de Storybrooke. As duas encontram Dorothy, que andava fugida de Zelena. Zelena cada vez me faz lembrar mais a Regina dos bons velhos tempos. A missão do dia era resgatar o famoso cão Toto das garras da bruxa, que queria os sapatos que oferecera no passado a Dorothy para ir buscar a filha.

Queria tanto ter gostado da relação de Dorothy e Ruby. Mas foi tudo despachado a três pancadas! Elas conheciam-se há cinco minutos e Ruby já dizia a Mulan que Dorothy era aquilo que procurava. Oh, pelo amor de Deus! Nem a Zelena e o Hades tiveram uma história tão apressada! Eu bem digo que esta série se concentra demasiado nas personagens principais quando tem dezenas de secundárias. E logo num acontecimento tão importante. Um romance lésbico numa série sobre contos de fadas! Não estou a dizer que não gosto da Dorothy e da Ruby. Estou a dizer que a série não me deu oportunidade de gostar delas enquanto casal em vinte minutos de flashbacks. Confesso que Meghan Ory esteve mesmo muito bem no episódio e a dor dela conseguiu passar na perfeição. No entanto, eu tinha as expectativas em alta e fiquei desiludida. Se era para despacharem isto num episódio ao menos que juntassem Mulan e Ruby. Ao menos já se conheciam e tinham viajado juntas durante semanas. Agora assim parece que enfiaram um romance lésbico na série por obrigação e queriam passar o menos tempo possível naquela história.

Acho que pior do que isso foi a resolução. Outra maldição do sono? É assim que descobrimos quem é o amor verdadeiro de quem? Se isto não fosse Once Upon a Time, até brincava e dizia que Dorothy nem acordaria com o beijo de Ruby. Isto não foi amor à primeira vista. Foi amor à primeira conversa.

Já Belle, desesperada para salvar o seu bebé por nascer e com a confiança em Rumple cada vez mais pobre, encheu-se de coragem e foi pedir ajuda a Zelena. A Bruxa Má do Oeste foi tão boazinha neste episódio! Ajudou Belle, deu os sapatos a Regina… Que querida! Bom, o problema de Belle é bem mais grave, mas a ideia da maldição do sono foi uma boa estratégia de mandar Emilie de Ravin de licença de maternidade (apesar de eu não me esquecer que é a segunda vez que colocam a rapariga a dormir. Juro, estou farta desta maldição!) e de ela colocar nas mãos de Rumple o salvamento da criança deles. Se Rumple não passar a este teste sem deixar de ser igual a ele próprio não haverá futuro para o casal.

Fui apanhada de surpresa quando os Charmings decidiram dar o fora do Submundo. Quero dizer, era a coisa mais lógica a fazer e já andavam a falar de Neal há episódios suficientes para darem a entender que aquele arranjo não iria resultar por muito mais tempo. Graças a Deus que foi Snow quem partiu, quero ver o encontro entre os gémeos!!

Agora que Snow está de regresso a Storybrooke dos Vivos, veremos mais da cidade? O que terá acontecido durante a ausência do pessoal? Provavelmente nada, visto que aquela cidade só vira o caos por causa dos Charmings & Co e da sua mania que são heróis.

Não posso não voltar a falar de Mulan. Fiquei tão chateada por ela ser, mais uma vez, renegada para segundo plano e assistir ao final feliz dos outros e ficar mais uma vez sozinha. Ela não pode ser esquecida. Mulan merece uma resolução, seja com Aurora/Philip ou o General Li Shang (se seguirem o filme) ou outra pessoa qualquer. Ela não aparece muitas vezes, mas justifica um maior desenvolvimento da sua persongem. Agora que Ruby está com Dorothy em Oz, o que vai ser dela?!

Maria Sofia Santos

Publicidade

Populares

calendário estreias posters junho 2024

station 19 abc

Recomendamos