Classificação

7
Interpretação
6.5
Argumento
7
Realização
7
Banda Sonora

Mais um episódio de Gotham chega aos pequenos ecrãs! Nesta semana, Bruce e Gordon mais uma vez criam uma parceria para continuar a investigação da morte dos Wayne, acabando por encontrar uma instituição chamada Pinewood Farms e um dos seus pacientes. Em consequência disso, são perseguidos por um dos suspeitos do assassinato, enfrentando, nada mais, nada menos, que Victor Fries.

Após provar a sua inocência no episódio passado, Gordon recebe uma visita inesperada da Barbara. Supostamente reabilitada e apta a ajudar o ex-noivo na investigação dos Wayne, Barbara é rejeitada pelo Gordon – por óbvias razões – mas aparece mais tarde para ajudá-lo a obter informação de “The Lady”, que já tinha feito uma aparência há vários episódios atrás quando Tabitha Galavan a contratou para matar Gordon.

A Barbara ainda não é tão interessante quanto os outros vilões da série, mas tem muito potencial devido à sua relação com Gordon e imprevisibilidade. Uma prova disso é a cena onde finge trair Gordon para o entregar à The Lady para obter o nome de quem contratou a The Lady para assassinar os Wayne: The Philosopher. Pela primeira vez em muito tempo, Barbara provou ser útil e muito arrojada, mas isto não significa necessariamente que Gordon voltou a confiar nela. Mas ainda há muito espaço para a galeria de vilões de Gotham!

Num outro canto da cidade, Bruce e Alfred procuram por uma mulher chamada Karen (interpretada pela Julia Taylor Ross), que recebia visitas de Thomas Wayne e vive longe do centro da cidade, tentando manter-se escondida da civilização. A razão pela qual tenta ficar tão isolada da cidade é revelada quando mostra a horrenda mão (semelhante ao pé de um lagarto) que obteve em Pinewood Farms para substituir a sua mão amputada.

Com alguma hesitação, Karen ajuda-os a continuar com a investigação e durante isso até formam uma amizade. Mas como nada nunca corre bem nesta série, quando Bruce, Alfred e Gordon se preparam para a levar para longe da cidade, onde pode viver em paz ao estilo de Gotham – subornar um agente da polícia, bater noutro e roubar o carro dos dois – aparece do nada o Victor Fries! Depois de uma “mini-batalha” entre ele e Gordon, Karen sacrifica-se para salvar Bruce e é congelada, para desespero de Bruce, que queria ouvir mais sobre o lado caridoso do pai. Victor Fries aparece agora com um fato novo e sob a supervisão de Dr. Strange e Ethel Peabody.

E por falar em Dr. Strange: The Philosopher é afinal o próprio psiquiatra! Não é surpresa alguma para mim que Strange estaria relacionado de alguma maneira com a morte dos Wayne, mas esta revelação promete ótimos episódios finais de temporada, onde o foco será somente Dr. Strange… e Theo Galavan.

Como se o orquestrador da morte dos Wayne não fosse revelação suficiente, Dr. Strange, com uma ajudinha da tecnologia criada pelo Victor, consegue trazer de volta ao mundo dos vivos Theo Galavan! Mesmo com alguns parafusos a menos, prevejo que o Galavan (que agora provavelmente irá chamar-se Azrael) brevemente instalará outra vez o caos em Gotham.

Cátia Neto