Classificação

7
Interpretação
7.5
Argumento
7.5
Realização
8
Banda Sonora

Nesta semana Gotham acelera o ritmo da sua narrativa, contendo apenas dois enredos fulcrais para a história da série: a nova vida de Gordon na violenta prisão de Blackgate, onde está a ser observado não só pelo diretor corrupto do estabelecimento, mas também os vários criminosos que ajudou a prender no passado; e a estadia de Penguin na mansão da sua nova família, onde aprende mais sobre os seus ascendentes, o seu pai e o seu legado.

Depois de uma temporada relativamente lenta, Gotham decide avançar com a narrativa no tempo, poupando-nos vários episódios com o mesmo arco, o que na minha opinião foi uma ótima decisão dos escritores. Prisoners começa de uma maneira criativa, mostrando o quotidiano monótono e repetitivo de Gordon na prisão – ele acorda, recebe um pequeno-almoço intragável, nunca socializa ou cria problemas com ninguém da prisão e simplesmente cumpre a pena sem nenhuma objeção, provavelmente porque a considera um castigo por ter assassinado Galavan meses atrás.

Quando o episódio não podia ficar mais triste, eis que chega a notícia de que Lee perdeu o bebé. Isto atinge Gordon de tal modo que o convence a tomar uma decisão. Arranjar um ótimo advogado e contar com Bullock para investigar o que realmente aconteceu com Pygmy é demasiado lógico para uma série como Gotham, por isso Gordon, com a ajuda de Bullock, um dos guardas de Blackgate e Falcone, confeccionam um plano para fugir da prisão da maneira menos discreta possível! Quando se trata de ideias absurdas, Gotham realmente nunca me desilude. Agora um fugitivo da polícia, Gordon irá procurar Lee e, se tiver alguma sorte, provar a sua inocência.

Noutra parte de Gotham, Oswald aparenta ter encontrado o seu final feliz ao lado do pai. Reabilitado e livre do seu maldoso alter-ego, Oswald conhece melhor a nova família, a nova casa e a sua nova vida. A felicidade não dura muito, pois a madrasta e os irmãos tentam várias vezes livrar-se dele, assim como do pai, sabotando o seu medicamento para o coração, mas quando nenhum plano resulta, recorrem ao meio mais extremo para descartar-se de alguém: a morte! A mãe tenta envenenar Oswald com uma bebida. O plano obviamente falha e quem acaba por consumir a bebida é o pai.

Oswald perdeu a única pessoa no mundo que realmente gosta dele e é inevitável que será expulso da sua casa (que é sua por direito!). Será que Penguin irá renascer das cinzas, vingar-se da morte do pai e reclamar a sua herança? Como é que Gordon irá recuperar o seu posto na GCPD, depois de quebrar dezenas de leis num episódio só? Espero obter respostas nos próximos episódios!

Cátia Neto