Supergirl – 01×09 – Blood Bonds
| 13 Jan, 2016

Publicidade

Supergirl não deu tempo para deixar saudades, visto ter voltado logo à entrada de 2016. E quem me dera dizer que foi um bom regresso. A história de Kara Zor-El ainda não conseguiu conquistar o público. Por esta altura do campeonato estava mais do que enfeitiçada por Daredevil, Jessica Jones, The Flash e até Arrow (antes de aquilo descarrilar) em poucos episódios. O único aspeto na série que me deixa entusiasmada é Melissa Benoist, Calista Flockhart e a relação das suas personagens que, honestamente, foi o único ponto positivo nesta trapalhada de episódio.

Portanto, na ressaca do ataque à empresa de Maxwell Lord, Hank é raptado por Non. O objetivo é trocar o diretor do DEO por Astra, que ainda se encontra prisioneira no quartel-general. E quem é que se junta à festa? Sam Lane. Kara bem que podia vaporizá-lo. A ele e ao Maxwell. Que personagens tão desnecessariamente irritantes. O único ponto interessante sobre o general é mesmo o facto de ser o pai da Lois e da Lucy. Mas nem isso ajuda por aí além. Ele tem de parar de aparecer aleatoriamente. Ninguém quer saber da tua opinião, General Lane. Assim como o ato de bebé chorão já começa a cansar, Maxwell. Enfim.

E se Kara andou ocupada a tentar arranjar maneira de balançar as suas emoções, James e Winn resolveram organizar um plano para descobrir o que anda Lord a tramar. Ok, é certo que o Winn é um tipo inteligente, mas a sério que eles esperavam conseguir infiltrar-se na empresa sem serem vistos? Que idiotas de primeira. Claro que James foi apanhado.

Quem é o verdadeiro vilão desta história? Ainda não entendi a sério qual é o objetivo de Astra no meio disto tudo. Evitar que a Terra tenha o mesmo destino de Krypton? O que a faz pensar que terá mais sucesso cá do que no seu planeta terra? E o que estão exatamente eles a fazer? Juro-vos que ainda não entendi. Creio que já chegaram à conclusão de que não conseguem corromper Kara. Então será Maxwell e a sua rapariga/demónio? E ele quer o quê? Acabar com a existência dos kyptonianos? O que raio é que eles lhe fizeram? Que eu saiba, foi o governo americano que matou os pais dele, não os extra-terrestres. Não sei, gente, não sei. Esta gente é muito confusa.

Cat e Kara foram o melhor. Pelos vistos Kara não cedeu e recusa-se a admitir que é a Supergirl à sua superior. Raios, bastava Cat colocar uma foto da Supergirl ao lado da Kara sem os óculos e seria impossível negar. E a sério que Cat caiu no truque de Hank? Fogo, lá por ela ter visto as duas, como é que não suspeitou logo? Ela não usa máscara e os óculos não escondem nada bem a identidade de Kara. Mas foi importante Cat continuar cega. O emprego na CatCo mantém a humanidade de Kara e Winn e James são um grande pilar e até ela já reconhece que Cat é mais do que a sua chefe. É a pessoa que a guia, a sua mentora. Alguém que lhe põe os pés bem assentes na terra quando Kara só pensa em voar.

Como as coisas estão, não consigo prever como é que a série vai andar daqui para a frente. Max vai mostrar as garras em breve? Vão voltar à carga com o quadrado amoroso de Kara/Winn/Lucy/James? Vamos ter mais flashbacks de Krypton?

Maria Sofia Santos

Publicidade

Populares

calendário estreias posters maio 2024

the boys 4 homelander poster prime video

Recomendamos