Blindspot – 01×07 – Sent on Tour
| 09 Nov, 2015

Publicidade

Esta semana, Blindspot focou-se principalmente numa tatuagem de Jane, deixando todas as outras importantes questões, envolvendo o pai de Kurt, Tom Carter da CIA, o misterioso homem com a tatuagem da árvore no braço, e se Jane é ou não Taylor Shaw num patamar secundário. “Sent on Tour” consiste principalmente em Jane e na equipa do FBI a andar pela floresta com um prisioneiro, enquanto em Nova Iorque, Patterson investiga outra tatuagem com o seu namorado, David.

O episódio começa com um flashback, onde o homem com a tatuagem da árvore no braço enterra algo misterioso. De volta ao presente, o namorado de Patterson, David (à medida que estuda as fotos das tatuagens de Jane) diz que ele quer uma chave do seu apartamento, para morarem de vez juntos. Ela foge à conversa, mas é um grande momento para a personagem de Patterson (e David, embora apenas esporádico) é sem dúvida uma mais-valia para a série. Ashley Johnson tem feito um trabalho fenomenal desde o início da série – não só tem sido talvez a única fonte de humor da série, como devido ao seu enorme coração é a personagem à qual mais nos afeiçoámos. De uma coisa é certa, esta relação irá dar que falar.

Este episódio fornece-nos mais informações sobre o arquivo que Mayfair vem a ignorar. Apesar da conexão encontrada no corpo de Jane em “Sent on Tour”, que liga esse caso a uma localização em Michigan, que é descoberta após a análise de uma tatuagem do episódio passado. Lou Diamond Phillips faz a sua aparição na série como um dos homens mais procurados na lista do FBI. E que estreia! Além de encher o ecrã, veste a pele do personagem de maneira perfeita: frio, calculista, fazendo jogos psicológicos com o enredo. Muitas tatuagens do corpo de Jane entram neste episódio e, a cada episódio que passa, é cada vez mais claro que todas as tatuagens têm uma conexão lógica. Isso é algo de que temos tido conhecimento desde o primeiro episódio, no entanto, enigmas e pistas “falsas” levam-nos por vezes a questionar tal facto e eu espero que o mapa das tatuagens se vá tornando mais claro com o avançar da série.

As cenas de ação em “Sent on Tour” foram aquilo que Blindspot nos tem vindo a habituar. Em particular, o tiroteio ocorrido na estação de ranger foi habilmente trabalhado e divertido de assistir. A realização da série continua a ser sólida e o guião parece estar a melhorar a cada semana, para isso contribui muito o focus dado a personagens secundários e às suas histórias.

“Sent on Tour” foi um episódio de Blindspot extremamente agradável que conseguiu mudar a fórmula da série um pouco através do uso intensivo de Patterson, numa side story agradável e intensa. Se por um lado não ficámos a conhecer nada de adicional em relação ao passado de Jane, por outro lado ficámos a saber que ela tem medo de andar de avião, mas não de conduzir um helicóptero. Os produtores também prometeram que não irão aguentar as revelações e pontos fulcrais da história e nesta semana a história principal deu um grande avanço para atingir esse plano traçado. O ritmo é ótimo, os personagens são divertidos e a história a que estamos a assistir torna-se mais e mais interessante a cada semana. As perguntas que nos ficam nesta semana são: o que afinal é Daylight e o que acontecerá à relação entre David e Patterson?

Fernando Augusto

Publicidade

Populares

calendário estreias posters maio 2024

mayfair witches estreia

Recomendamos