The Flash – 02×01 – The Man Who Saved Central City
| 08 Out, 2015

Publicidade

Estavam todos com muita curiosidade sobre como seria o regresso do “the fastest man alive” ao pequeno ecrã? Ele já chegou, por isso vamos à review!

Depois do caos do último episódio da 1.ª temporada, The Flash está de volta para combater o crime que assola Central City, como Flash, e também para investigar os homicídios, como Barry.

Avançamos no tempo, a cidade está estabilizada, mas mais importante do que tudo, a cidade quer conhecer quem a salvou, por isso vai comemorar-se o “Flash Day”, que pretende que as pessoas apareçam para agradecer o que Flash tem feito por elas. Barry, um herói autêntico, humilde como sempre, e que acredita que é este o seu dever, não quer ovações, não precisa que lhe agradeçam, e talvez não queira esse fardo, além daquele que já carrega por si só.

Neste momento, temos um flashback que nos mostra como foi salvar Central City da tragédia que se gerou: Flash salvou a cidade, mas não foi capaz de resgatar Ronnie. Apesar disso, Barry sente que também deve isso à população e decide comparecer. Mas é claro que o seu regresso não seria facilitado! Quem é este inimigo que nem os olhos se lhe vislumbram? Cisco parece reconhecê-lo, de alguma forma (e que agora trabalha na polícia!).

O personagem de Barry está em constante evolução e agora é-nos mostrada uma faceta mais sombria, em que ele está a afastar-se daqueles de quem mais gosta e não quer arriscar a vida dos seus amigos. Já Caitlin, apesar de parecer estar a recuperar da sua perda, e de estar num bom lugar agora, continua a transmitir alguma tristeza. O melhor disso, é que apesar de já não estar a trabalhar directamente com Cisco e a restante equipa, poderá voltar a fazê-lo. Destaque, ainda, para o momento emotivo que se desenrola quando Barry e ela se encontram.

STARLab está ao abandono, mas Harrison Wells passou-o a Barry. É claro que não está disposto a voltar ao laboratório que víamos semanalmente, mas é aí que Cisco, Iris, Joe e Stein vão tentar a reviravolta que precisamos, para que a equipa volte ao normal e, sobretudo, Barry. É que The Flash não é a mesma coisa sem a nossa equipa preferida reunida. Mesmo com Harrison Wells de fora, e depois de tudo o que o mesmo arquitetou, parece que no último momento o vilão se redimiu, com uma maneira catártica de libertar o personagem, e de libertar as restantes.

O que é certo é que o vilão deste episódio fica esbatido em relação a todas as outras coisas que se passam neste capítulo, por isso fica a sensação de que teria sido mais produtivo, talvez, não o ter introduzido neste season premiere, passando-o para o capítulo seguinte, por exemplo. Ainda assim, ficamos com o mote do próximo episódio (ou dos seguintes): Zoom vem aí.

No plano amoroso, dado que Eddie saiu de cena, agora o caminho está aberto para Barry, por isso será interessante ver como a série irá trabalhar esse elemento, já que Iris sempre manteve Barry na chamada friendzone. E quanto a Caitlin, fica a dúvida: terá sido este o fim definitivo de Ronnie?

O fecho do episódio é feito com chave de ouro e é a confirmação de que a segunda temporada teve um bom começo e que será capaz de acompanhar o sucesso da primeira, com toda a certeza.

Beatriz Barroca

Publicidade

Populares

calendário estreias posters maio 2024

mayfair witches estreia

Recomendamos