Once Upon a Time – 05×01 – The Dark Swan
| 03 Out, 2015

Publicidade

Olá, caros Oncers! A nossa série está de volta e com um ano que promete. Emma acabou a última temporada sugada por uma nuvem de escuridão depois de salvar Regina de se tornar a nova Senhora das Trevas. Como tal, a Salvadora passou para o Lado Negro da Força. Contudo, a família e os entes queridos de Emma não vão deixá-la afundar-se nas trevas.

Once Upon a Time é uma série sobre magia, sobre família e amor. Aprendemos que os vilões também têm coração e que os heróis também erram. Regina, Hook e por vezes Gold, Snow e Emma mostraram-nos isso.

Portanto, esta quinta temporada começa poucos momentos depois do último episódio da quarta, sem ninguém se ter recomposto do que tinha acabado de acontecer. Nem eu. Para quem pensava que Emma se ia tornar uma vilã na temporada passada e que ficou aliviado quando ela ficou na luz, aqui está uma boa chapada de luva branca. Agora as trevas estão mesmo dentro dela e será uma luta muito mais difícil de combater.

Jennifer Morrison é que não desapontou nesta nova fase da sua Emma. Tal como disse, já não é a primeira vez que ela se vê dividida entre o bem e o mal, mas agora parece mais credível! Há tanto tempo que nos era indicado que esta história do Senhor das Trevas ia ter o destaque merecido? E quem diria que a adaga era parte da famosa Excalibur? Digo-vos que foi uma carta muito bem jogada!

Merida não demorou muito a dar o ar de sua graça. O seu caminho cruzou-se com o de Emma e eu estava à espera de uma viagem parecida com a que teve com Mulan e Aurora na segunda temporada. Adorei Merida. A atriz foi bem escolhida e era extamente assim que a imaginava em adulta. Com energia e a fazer tudo pela família. Será que vamos ver mais dela? Não queria nada que fosse só um episódio! Gostava que a história dela se entrelaçasse com a do pessoal de Storybrooke e com Camelot e o seu Rei Arthur e os cavaleiros da Távola Redonda. Estou tão entusiasmada com esta parte! Tive pena que Guinevere não tivesse aparecido. Joana Metrass é já a segunda portuguesa a participar em Once Upon a Time. Fantástico!

Enquanto que Emma lutava com a sua consciência em forma de Rumplestiltskin, a família procurava uma maneira desesperada de ir ter com Emma à Floresta Encantada. Gostei do facto de não deixarem ninguém de fora desta vez. Enquanto que a malta do costume anda por todo o lado a salvar tudo e toda a gente, por vezes esquecem-se (e aqui estou a falar de Horowitz e Kitsis) dos personagens secundários. Na verdade, os personagens secundários aparecem uma vez, quando o rei faz anos. Com isto também me apercebi que o Will Scarlet já não se encontra entre os personagens principais. Rio-me porque ele sempre foi tratado como um convidado e não como um protagonista. Foi tão mal usado na série. A presença dele acrescentou pouco ou nada e é uma pena, porque ele era tão interessante! Fiquei sempre à espera de descobrir o que aconteceu entre ele e Anastasia, mas cheira-me que nunca venhamos a saber. E tento não pensar que Robin Hood ganhou mais destaque na série. Mas haverá personagem mais inútil do que ele? David é o personagem menos interessante dali, mas tem a bagagem de ser o pai de Emma e marido de Snow! Robin Hood é o namorado de Regina e o cãozinho que anda atrás dela e do gangue. Uau, um dois em um! Boa, Regina.

Ao menos a Zelena ainda é uma adição positiva. Confesso que o regresso da Bruxa Má do Oeste foi uma surpresa, mas positiva! Agora que Regina já não é o que era em termos de malvadez, a irmã veio preencher o lugar de ‘cabra da cidade’. E não é que a adoro? É uma personagem excelente para explorar.

No final, fomos todos apanhados de surpresa. O pessoal voltou da Floresta Encantada e sem memória do que tinha acontecido nas últimas seis semanas. Será possível que é já a terceira vez que isto acontece?! Gosto muito de flashbacks, mas à terceira já começa a cansar.

Maria Sofia Santos

Publicidade

Populares

calendário estreias posters junho 2024

station 19 abc

Recomendamos