Gotham – 02×03 – The Last Laugh
| 09 Out, 2015

Publicidade

Contém spoilers!

No terceiro episódio de Gotham, Gordon e Bullock procuram pelo Jerome, que foi responsável pelo ataque ao GCPD e pela morte da Essen. Theon Gallavan encena um ataque numa festa de caridade onde se encontram o Alfred, Bruce, Leslie e Selina, com o objetivo de parecer heroico à frente de toda a Gotham. Ao contrário da maioria dos outros vilões da cidade, o plano de Theo é ser idolatrado, ganhando eventualmente a confiança e o respeito dos cidadãos.

O final de The Last Laugh foi uma das melhores cenas de toda a série, não só pela performance de Cameron Monaghan (que irei elogiar mais abaixo na review!), mas também pela prestação dos personagens envolvidos: pela primeira vez, Bruce não se comportou como um miúdo mimado, apesar de ter sido extremamente imprudente quando se entregou a Jerome para salvar Alfred. Bruce foi corajoso e fiel ao mordomo. Alfred foi badass como sempre, mas também serviu de alívio cómico no meio do caos, tendo um fraquinho pela Leslie (e quem não teria?). Vê-lo a tentar conquistar Leslie sem saber que esta anda com o Jim foi hilariante. Alfred é um dos meuspersonagens favoritos de Gotham, ainda que tenha um passado meio misterioso (aparte a sua experiência militar), e foi agradável vê-lo descontraído!

Adiante, o fim da saga dos Maniax, ou pelo menos da carreira de vilão de Jerome, parece ter chegado ao fim com The Last Laugh, e saliento mais uma vez que me aborreceu imenso. Mas nas palavras do Paul Cicero, “Vais ser uma maldição sobre Gotham. Crianças vão acordar do sono a gritar, só por pensarem em ti. O teu legado vai ser morte e loucura”. Jerome afinal não era um mini Joker, mas o personagem que virá a provocar a origem do verdadeiro Joker. Ao protagonizar Jerome na emissão em direto do seu ataque na angariação de fundos, várias pessoas testemunham e copiam os atos dele, e uma delas será no futuro o icónico arqui-inimigo de Batman; e é por essa razão que perdoo o desperdício deste grande personagem. Mesmo que nunca iremos ver o verdadeiro Joker (Todo o fã da DC sabe que sem o Batman não existe Joker, e até agora só conhecemos o Bruce Wayne!), sabemos que ele existe em algum lugar no universo de Gotham, e que foi neste exato episódio que ele “nasceu”.

As perguntas que se impõem depois da morte de Jerome são: E agora? Será que Theo irá mostrar-se à altura de Penguin e Falcone e tomar conta de Gotham? A cena final entre ele e a Barbara provavelmente irá afetar a sua parceria com a irmã, mas a ponto de ela o trair? Agora que a série irá focar-se noutros vilões, quer novos quer antigos? Prevejo que a série irá novamente mostrar a verdadeira essência da cidade de Gotham: violenta, obscura, corrupta e cheia de vilões prestes a instalar o caos total!

 

Cátia Neto

Publicidade

Populares

calendário estreias posters junho 2024

station 19 abc

Recomendamos